Resumo Diário de Política 22/12/2020: Câmara se reúne para última sessão regulamentar do ano

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:


A Câmara dos Deputados se reúne para a última sessão regulamentar do ano com Rodrigo Maia aproveitando o final do mandato para pautar matérias que causam atritos entre o governo e sua base, que apoia a candidatura de Arthur Lira.

Ontem, em demonstração de força, Maia venceu a obstrução construída pela base aliada e forçou o governo a trabalhar contra uma PEC, relatada por um deputado da base, que amplia de forma permanente os repasses da União aos municípios em R$ 4 bilhões por ano, conforme se comprometera em 2019. Ele deu prazo até a tarde de hoje para que o governo consiga reunir votos para retirar a matéria de pauta (http://bit.ly/3axiZ0G, http://glo.bo/2LYLLxb e http://bit.ly/37FIMSM).

Em outra frente, incluiu na pauta de ontem o projeto de lei que limita concessão de crédito consignado, também com posição contrária do governo, e forçou o PP a se posicionar contra a votação da matéria, que era relatada por um deputado do próprio PP.

A estratégia tende a continuar na sessão de hoje. Na sessão das 11h está na pauta a MP 1.010, cujo relatório ampliou de um para seis meses o período de isenção de contas de luz do Amapá, e o PL com a Nova Lei do Gás, que retorna para a Câmara depois de ter sido alterado pelos senadores.

Enquanto isso, o grupo de Maia tenta definir até amanhã quem enfrentará Lira na disputa (http://bit.ly/2WBVknN). O favoritismo de Baleia Rossi (http://glo.bo/38qhmPP), presidente do MDB, na disputa interna encontra resistências no MDB do Senado, que lançará candidato e vê resistências para que o mesmo partido controle as duas Casas (http://bit.ly/3nHkwFk).

No Senado, Davi Alcolumbre trabalha para fazer Rodrigo Pacheco atravessar o período de ataques depois da sinalização de que seria o escolhido para sua sucessão (http://glo.bo/37DmOzM). 

Para 2021, a Economia pretende apresentar projeto que permite a tributação sobre a valorização de imóveis declarados no Imposto de Renda (http://bit.ly/3rui1bQ). 

Curta O prefeito Marcelo Crivella foi preso nesta manhã, em operação que investiga corrupção na prefeitura (http://glo.bo/2LQkI70).

Nas redes

O monitor XP-Conatus registrou um pico de menções ao auxílio emergencial nas últimas 24 horas. O campo de esquerda promoveu a hashtag #AuxílioJá no Twitter, com a participação de atores como Marcelo Freixo e Ciro Gomes. Já no Facebook, onde o destaque para o tema é ainda maior, o auxílio é assunto de 5 das 10 principais publicações do Brasil, com mais de 1 milhão de interações, todas partindo do mesmo ator: André Janones, deputado federal.

Internacional

Covid-19: Segundo a OMS, são 76.023.488 casos confirmados 1.694.128 óbitos (https://bit.ly/3ge3REZ).

Após meses de embate, o Congresso americano aprovou o tão esperado pacote de estímulo à economia de USD 900 bilhões, que contempla benefício suplementar de USD 600 para desempregados. O presidente Donald Trump deve sancionar a medida nesta terça-feira (22). O presidente-eleito Joe Biden comemorou a aprovação, mas indicou que a medida por si só não seria suficiente (http://bloom.bg/2KNBWRW). 

Na Europa, cresce a possibilidade de um acordo pelo Brexit entre o Reino Unido e a UE após avanços no principal ponto de divergência entre negociadores: os direitos de pesca. Faltam apenas 9 dias para o fim do prazo para um acordo (http://on.ft.com/3mEsLAD).

Hoje é o 722° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 286° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 41 dias para as eleições na Câmara e no Senado.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.