XP Expert

Resumo Diário de Política 18/12/2019: MP do RJ realiza operação de busca e apreensão em endereços de Queiroz

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Acontece agora de manhã uma operação do MP do RJ para realizar busca e apreensão em endereços de Fabrício Queiroz e seus familiares e de parentes de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, que foram lotados no gabinete de Flávio Bolsonaro. ‘As medidas cautelares foram pedidas na investigação sobre lavagem de dinheiro e peculato (desvio de dinheiro público) no âmbito do antigo gabinete do senador quando era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio.’, escreve O Globo (https://glo.bo/35wCUI0).

O Congresso aprovou ontem o orçamento para 2020 com previsão de déficit de R$ 124 bilhões. Para fechar a conta, os deputados e senadores consideraram uma economia de R$ 6 bilhões com a PEC emergencial, que ainda precisa ser analisada pelas duas casas. O salário mínimo será reajustado em 3,3% para R$ 1.031 e o programa carteira verde e amarela, que dará incentivos para a contratação de jovens, recebeu R$ 1,5 bi para que não precise taxar desempregados, como era a proposta do governo. Outro ponto em discussão era o tamanho do fundo eleitoral, que ficou em R$ 2 bilhões (http://bit.ly/36Nya0J e https://glo.bo/36O7M76).

Em dia produtivo em Brasília, a Câmara finalizou ontem a análise do novo marco do saneamento, que segue para o Senado (http://bit.ly/2PYt2jr), e aprovou projeto que prevê que o ISS sobre alguns tipos de serviços passe a ser recolhido no destino. Ficou prevista uma transição para adequação dos municípios que perderão receita. A matéria volta ao Senado após modificações feitas pelos deputados (http://bit.ly/38JmwFU e https://glo.bo/2Q0P9pF).

Curtas: Dia foi agitado na Paraíba. Operação fez buscas em endereços ligados ao governador João Azevedo e pediu a prisão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) (http://bit.ly/2Py2GWD e http://bit.ly/2r9fiKA); Datafolha captura piora da aprovação do Congresso (http://bit.ly/36QLHor); para quem gosta de política e dados, vale ler a matéria da Folha sobre as lives de Bolsonaro (http://bit.ly/2sFjt0O).

Internacional: Ocorrerá hoje a votação do impeachment de Trump na Câmara dos Deputados. É esperado que a Casa, de maioria democrata, aprove a abertura do processo, que seguirá para o Senado, que é controlado por republicanos e lá Trump seja julgado como inocente. O importante a se observar hoje é quantos deputados votarão contra a orientação dos partidos. Um número de dois dígitos entre os democratas pode sinalizar problemas dentro do partido de oposição. Para os republicanos, a expectativa é que não haja traições. Seria relevante se algum grupo mudasse de posição de última hora.

Hoje é o 352º dia do governo Jair Bolsonaro.
Faltam 291 dias para as eleições municipais.
Faltam 321 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.