XP Expert

Resumo Diário de Política 18/02/2020: Bolsonaro deve enviar reforma administrativa ainda esta semana

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Depois de o noticiário na semana passada dar conta de uma desistência do governo de apresentar sua reforma administrativa, o presidente Jair Bolsonaro decidiu fixar nova data e prometeu enviar o texto ao Congresso ainda esta semana (https://glo.bo/2uLwXda ). A equipe do Ministério da Economia responsável pelo projeto apresenta hoje a última versão ao presidente (http://bit.ly/37FDzH8 ).

Na outra agenda econômica, partidos de centro decidiram promover uma campanha em defesa da reforma tributária. O mote é o que tem mais apelo com a população: não à CPMF. Na peça, Rodrigo Maia mantém o otimismo com a aprovação no primeiro semestre (https://glo.bo/322oa2A).

Na sequência da troca de farpas entre Bolsonaro e Rui Costa, vinte governadores assinaram carta “em defesa do pacto federativo” (https://glo.bo/39Kht7M ), uma maneira de apontar ao dedo para o presidente por dois motivos diferentes ao mesmo tempo: a fala sobre impostos estaduais e as declarações colocando sob suspeita a atuação do governo da Bahia na investigação sobre a morte de Adriano da Nóbrega (miliciano que tem parentes envolvidos no suposto esquema de rachadinha no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro). O presidente reagiu pela manhã e disse que a publicação é “grave”.

Há motivos de sobre para a relação desgastada entre o presidente e os governadores. Bolsonaro tem pelo menos três potenciais rivais em 2022 no grupo – João Doria, Wilson Witzel e Flávio Dino. As relações devem continuar conturbadas.

Apesar do protesto em Santos ontem (https://glo.bo/38JNuNu ), autoridades não captaram sinal de sobre greve de caminhoneiros em grandes proporções amanhã (http://bit.ly/2SWyNj5 ). Falamos ontem com o líder da greve de 2018, que reforçou a orientação de não haver bloqueios em rodovias, apesar do chamado à manifestação. No ministério da Infraestrutura, que tem atendido demandas da categoria, o cenário principal também não era o de mobilização grande.

A greve de petroleiros chega a sua segunda semana e, segundo a federação da categoria, já conta com 21 mil empregados da Petrobras e mobilização em 121 unidades. A oposição tenta inflar o movimento (http://bit.ly/2SBPS2T), que foi declarado ilegal pelo TST (https://glo.bo/37EEQy6 ). A Petrobras diz que a produção não foi afetada.

Bastidores de Brasília

A Secretaria de Governo tem feito mapeamento de cada parlamentar e pretende estabelecer um método de “premiação” aos congressistas com base em sua fidelidade ao Planalto. Os mais alinhados terão mais demandas atendidas (como já aconteceu na reforma da Previdência) e os menos devem receber alguns prêmios de consolação.

Isso tem sido feito enquanto o ministro Luiz Eduardo Ramos recebe os dirigentes de cada sigla do Centrão. Partidos como PP, MDB, Republicanos e PSD já passaram no Planalto para o que chamaram de uma visita institucional ao ministro responsável pela articulação política.

O método será testado, principalmente, na tramitação da reforma administrativa, em vias de ser enviada pelo governo ao Congresso nos próximos dias.

Internacional

Coronavírus: o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, indicou que os últimos dados divulgados pela China mostram um declínio no número de novos casos. Especialistas da entidade também descartaram a hipótese de chamar o surto de “pandemia”, por considerar que não há suficiente fluxo de transmissão fora da China (https://glo.bo/2V1wZYM ). Os últimos relatos computam 71.429 casos no mundo e 1.775 mortes (http://bit.ly/2SXvWXv ). Já a China registra 73.333 casos e 1.873 mortes só no país (https://bloom.bg/2vET9Wq).

Nos Estados Unidos, pela primeira vez Michael Bloomberg se qualifica para um debate democrata. O nono debate do partido está agendando para amanhã às 22h no Brasil. Devem participar: Bernie Sanders, Pete Buttgieg, Elizabeth Warren, Amy Klobuchar, Joe Biden e Michael Bloomberg.

Foi deflagrada a disputa pela chancelaria alemã. Após a renúncia de Annegret Kramp-Karrenbauer, sucessora de Angela Merkel, da liderança do partido na semana passada, o futuro da agremiação permanece incerto. Nesta semana, AKK, como é conhecida, deve se reunir com líderes do partido que poderiam assumir seu lugar, entre eles: Friedrich Merz, uma das principais figuras da CDU; o ministro da Saúde, Jens Spahn; e Armin Laschet, chefe do maior estado regional, Renânia do Norte-Vestfália (http://bit.ly/2SWiwL1 https://bloom.bg/2ubZ1pG ). Vale lembrar que as eleições alemãs estão marcadas para 2021.

Hoje é o 414° dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 229 dias para as eleições municipais.

Faltam 259 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.