XP Expert

Resumo Diário de Política 20/01/2020: Demissão do Secretário de Cultura é foco das manchetes

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O episódio deplorável que resultou na demissão do Secretário de Cultura de Jair Bolsonaro na sexta-feira deu origem a manchetes duras no sábado e mobilizou reações contrárias, do Congresso (http://bit.ly/2NLHyLo) a Olavo de Carvalho (https://glo.bo/2uiGyas ). Roberto Alvim conquistou unanimidade.

O Planalto titubeou inicialmente, mas não demorou muito a demitir Alvim, o que ajudou a não dar proporções ainda maiores ao evento. Agora, há promessa de intolerância do Congresso com outros “rompantes autoritários” (http://bit.ly/368fjNi ), e a ala econômica do governo teme que o episódio “contamine” negativamente a participação de Paulo Guedes no fórum econômico de Davos (http://bit.ly/2G3vgJU).

Para seu lugar, foi chamada Regina Duarte (http://bit.ly/36cY11g ), e a secretaria pode receber um upgrade para ministério (http://bit.ly/36gihzr) para convencer a atriz a aceitar o cargo.

Em evento do Aliança pelo Brasil no sábado depois de uma semana em que também enfrentou desgastes na Secretaria de Comunicação (a Folha mantém o assunto em alta nesta segunda, http://bit.ly/2R8baEL), Bolsonaro falou em decepção e se queixou de “cascas de bananas” (http://bit.ly/38rPysT ). Tino Marcos chamaria Galvão para dizer: “Sentiu!”

No noticiário do fim de semana, ainda há registro de que Bolsonaro sancionou o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões, alvo de crítica de apoiadores (http://bit.ly/2RCKXwY ). Disse que “atrapalharia a democracia” se não o fizesse e atacou a “falsa direita” (http://bit.ly/2RCKXwY ).

O Estado publica reportagem dando conta do enfraquecimento de Rogério Marinho, depois da polêmica da medida provisória do emprego Verde e Amarelo. Além da taxação do seguro desemprego, o texto teria sido maior do que o esperado pelo Congresso, e houve a crise do INSS. (http://bit.ly/2NDggqr ). Rodrigo Maia foi ao Twitter (http://bit.ly/36gPtXy) defender o secretário, que “continua tendo total confiança da Câmara para a construção da nossa pauta”.

Enquanto isso, Paulo Guedes, que concedeu entrevista ao Poder 360 (link para íntegra: http://bit.ly/37bybw9 ), participará de eventos em Davos até dia 23 (http://bit.ly/2TMrInD).

Curtas: Datafolha registra que 88% apoiam demissão de servidores com mau desempenho, boa notícia para as pretensões do governo com a reforma administrativa (http://bit.ly/366eQLj ); surge relato de alguma preocupação de Doria com os protestos em São Paulo contra o aumento de preço da tarifa de transporte (http://bit.ly/2ugoFt7 ); bancos públicos querem acelerar venda de ativos (http://bit.ly/2R9UNay ); o governo encontrou R$ 4 bilhões em ações que vai vender (http://bit.ly/2TDZI5q ); e servidores programam manifestação para sexta-feira contra o recrutamento de militares da reserva para ajudar na crise do INSS (http://bit.ly/2NGpYrY ).

E Sergio Moro é o entrevistado de hoje no Roda Viva de estreia da nova apresentadora, Vera Magalhães (http://bit.ly/3awD7xR ).

Internacional

O Congresso americano se prepara para o julgamento de impeachment contra Donald Trump, que deve começar amanhã (21) no Senado. Os democratas querem incluir novas testemunhas, novas provas e querem que agências governamentais compartilhem mais documentos com o legislativo. Eles alegam que as entidades não o estão fazendo por medo de retaliação do presidente (https://nyti.ms/2ug3TtD ). Reafirmamos que mesmo se os democratas conseguirem tudo o que querem, o que é improvável, Trump ainda assim será vitorioso no Senado.

Líderes mundiais se reúnem para o Fórum Econômico Mundial de Davos. Dado o contexto da política doméstica e internacional americana, Trump deve ser foco de discussões. Também, se espera debate sobre mudanças climáticas e sustentabilidade (http://bit.ly/2TG0yPd ).

Na China, uma pneumonia parecida com a SARS gera alerta com estimativa de mais de mil pessoas infectadas. Autoridades confirmaram que o foco da epidemia surgiu em Wuhan, mas que deve se espalhar com aumento de viagens no ano novo chinês. Três casos foram registrados em outras nações: Japão, Tailândia e Coréia do Sul (http://bit.ly/2TD3ID4 e http://bit.ly/3arNZwH ).

Hoje é o 385º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 258 dias para as eleições municipais.

Faltam 288 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.