XP Expert

Resumo Diário de Política 16/11/2021: Contagem de votos no Senado e a ‘não filiação’ de Bolsonaro

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A semana mais curta começa com as atenções voltadas para as discussões sobre a PEC dos Precatórios no Senado. O governo ainda não conta votos suficientes para aprovar a proposta – são 48, segundo o Valor, um a menos que o necessário (https://glo.bo/3cgluUP) – mas aposta nos sinais dados por Rodrigo Pacheco (https://bit.ly/3cnfxFz) para atingir o quórum necessário até o fim do mês. O calendário estabelecido prevê a votação da proposta na CCJ do Senado no dia 24 e no plenário na própria semana ou na semana seguinte.

Jair Bolsonaro apresentou ontem a possibilidade de conceder reajuste salarial a policiais a partir do espaço aberto pela PEC —ao menos três categorias seriam contempladas: policiais federais, rodoviários e penais (https://bit.ly/3Hl7nMt). O efeito imediato do aval de Bolsonaro é o de ampliar a pressão de outras categorias sobre Congresso e governo para também serem incluídas na bondade. Às vésperas do ano eleitoral, será difícil resistir às demandas. A fala é ruim também porque reforça críticas de senadores não alinhados ao governo de que estão abrindo espaço fiscal excessivo para Bolsonaro contemplar suas bases no ano eleitoral.

Ainda ontem, Arthur Lira informou que espera a publicação da decisão do STF de suspender as emendas de relator para recorrer ao tribunal (https://bit.ly/3wOQaWS). A visão no Senado é que ter a questão solucionada antes da votação da PEC no plenário poderia contribuir para sua aprovação.

Também no feriado, os encaminhamentos para a filiação de Jair Bolsonaro ao PL passaram por reviravolta. O presidente se desentendeu com Valdemar Costa Neto pelo controle do diretório de São Paulo e por desencontros em estados do Nordeste (https://bit.ly/3qJwR02), e a filiação foi colocada em suspenso (https://bit.ly/30pwJaU). Bolsonaro disse que ainda conversa com PP e Republicanos e quer tomar uma decisão em “duas ou três semanas”. A confusão reacendeu a expectativa em partidos menores de filiar o presidente (https://glo.bo/3qHVUR2).

E ganha temperatura a reta final das prévias do PSDB: aliados de Eduardo Leite propuseram adiar a votação, marcada para o dia 21, depois que aliados de João Doria levantaram dúvidas sobre a confiabilidade do aplicativo que será usado e defenderam a adoção de meios alternativos de votação (https://bit.ly/30seOjK).

Nas redes

Segundo o monitor XP-Conatus, em período marcado por engajamento com pré-candidatos, a “não filiação” de Jair Bolsonaro ao PL e a agenda do presidente em Dubai são destaques. Ambas sinalizam um período de baixo engajamento do campo bolsonarista, com dificuldade em encontrar a narrativa para os recentes eventos.

Internacional

Joe Biden e Xi Jinping tiveram o primeiro encontro bilateral (ainda que virtual) desde a eleição do americano, marcando importante passo para as relações entre as maiores economias do mundo. Em 3 horas de conversa, os líderes discutiram temas como as preocupações dos EUA sobre Taiwan, direitos humanos e comércio. Segundo comunicados, os países também reforçam a responsabilidade de evitar conflito (https://on.ft.com/2YRcxOJ e https://bloom.bg/3qI5TpG).

No Congresso americano, democratas continuam avançando com a agenda econômica de Biden. Após a aprovação do projeto de infraestrutura, a Câmara deve correr para aprovar o Build Back Better Act (de cerca de USD 1,75 trilhão). Apesar de já haver consenso em geral na Casa sobre o projeto, centristas aguardam as contas dos técnicos do Congresso. A votação pode acontecer no fim do da semana (https://politi.co/3FhEBKI e https://bit.ly/3ciaZR2). Já no Senado, o tema seria postergado até dezembro – pelo menos.

E Biden sancionou o projeto de infraestrutura de USD 1,2 trilhão (USD 550 bi em novos gastos) (https://on.wsj.com/3cgLAaw).

Hoje é o 1051° dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 320 dias para as eleições presidenciais.

Hoje é o 615° dia da pandemia de Covid-19

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.