XP Expert

Resumo Diário de Política 14/10/2019: O embate entre Jair Bolsonaro e a cúpula do PSL continua

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O embate entre Jair Bolsonaro e a cúpula do PSL, liderada pelo presidente da sigla, o deputado Luciano Bivar, continuou com novos capítulos durante o fim de semana. O núcleo de Bivar busca se antecipar a Bolsonaro e realizar uma análise de suas contas –algo externalizado pelo presidente da República (http://bit.ly/33yEoA9). O objetivo seria atacar a advogada Karina Kufa, que atuou para o PSL e agora defende Bolsonaro (http://bit.ly/2oEF5sK). No domingo, o senador Major Olimpio e Carlos Bolsonaro se insultaram por meio do Twitter: Carlos o chamou de “bobo da corte” e o senador retrucou dizendo que o vereador faz “molecagem” (http://bit.ly/318BIax). Além disso, já há notícias envolvendo a possível expulsão de deputados do PSL que fizeram críticas incisivas e públicas a Bivar (http://bit.ly/2VLKjiA e https://glo.bo/31hERot).

A Folha noticiou que o governo decidiu fatiar sua reforma tributária (http://bit.ly/2MBAu2x). A equipe econômica deu um novo prazo de 60 dias para finalizar a proposta e enviá-la ao Congresso. Desde o primeiro semestre o governo fala em reforma tributária. A repercussão extremamente negativa de uma nova CPMF travou o debate durante muitos meses. Agora, o Planalto –ou melhor, a equipe de Paulo Guedes — parece disposto a finalmente enviar um texto com um deadline fixado.

Em um evento voltado ao público conservador, o deputado e possível embaixador do Brasil em Washington, Eduardo Bolsonaro, aproveitou para se colocar como “estrela” da direita (http://bit.ly/33vV7nk). Com direito a foto inspirada em Donald Trump, Eduardo foi o mestre de cerimônia do evento e foi enaltecido como “mitinho” pelo público, o que o levou a ser chamado de “herdeiro político do pai” na imprensa. No mesmo evento, a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse que o governo Bolsonaro “vai dar tão certo que vamos ficar 4, 8, 12 anos” no poder (http://bit.ly/35vKnr9) e comparou a esquerda ao diabo (https://glo.bo/2pnYP3F). O crescimento desse tipo de evento voltado ao público de direita chama a atenção (https://glo.bo/2MbzrqV).

De janeiro para cá, houve alta de 10,3% no número de pessoas que buscam crédito em relação ao mesmo período do ano passado (http://bit.ly/32eiDFx). Entre os motivos para o aumento na procura por crédito estão a taxa de juros básica mais baixa da história, inflação sob controle e a lenta, porém constante, recuperação de empregos.

Internacional: Lenín Moreno cede no Equador, atende demanda de manifestantes e derruba alta nos combustíveis (http://bit.ly/2MwXcbO). Centro-esquerda sai vitoriosa de eleição na Hungria (https://glo.bo/31duuSA). Trio ganha Nobel de Economia por estudo de combate à pobreza (https://glo.bo/2BcDQn7).

Curtas: Ciro Gomes apareceu mais uma vez falando mal de Lula e chamando Luciano Huck de “estagiário” (http://bit.ly/33ulx9m). Em cerimônia acompanhada por diversas autoridades brasileiras, Irmã Dulce foi canonizado pelo papa no Vaticano (https://glo.bo/2q6Xui5). Notas fiscais analisadas indicam caixa dois no caso de candidaturas laranjas do PSL em MG (http://bit.ly/2IM9jAI).

  • Hoje é o 287° dia do governo Jair Bolsonaro.
  • A reforma da Previdência está há 67 dias no Senado.
  • Faltam 355 dias para as eleições municipais.
  • Faltam 385 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.