Resumo Diário de Política 12/08/2019: Eleições municipais de 2020 já estão no radar do núcleo duro do presidente Jair Bolsonaro

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:


Apesar de alardeados novos tempos, a política no Brasil continua sendo política e as eleições municipais de 2020 já estão no radar do núcleo duro no presidente Jair Bolsonaro (http://bit.ly/2KU5D0n). O plano é esperar a aprovação da previdência no Senado e da indicação de Eduardo Bolsonaro como embaixador para por em prática mais liberações de emenda e as novas aparições em eventos e programas de tv no Nordeste, para angariar novos aliados, e no Sul e Sudeste, para manter. E a pavimentação do caminho para 2022 é polarizar cada vez mais.

Enquanto isso no Senado, Tasso Jereissati, relator da PEC da Previdência prefere o presidente mais “calado” quando se trata da fluidez da tramitação do texto (http://bit.ly/2GYkfKM). Em entrevista, a indicação de Eduardo foi citada como algo que pode contaminar o ambiente e ele acha melhor fazer a tributária esperar um pouco. Falta só combinar com Rodrigo Maia.

Proposta do governo de dar fim ao monopólio de benefícios, como auxílio-doença, pode abrir mercado na ordem de R$ 130 bi por ano. A ideia está na reforma da Previdência que tramita agora no Senado, mas precisa ainda de um projeto de lei para regulamentação (https://glo.bo/2YZWEPS).

Vale leitura da entrevista do relator das contas do governo no TCU, ministro Bruno Dantas com uma visão bem dura da realidade fiscal do governo Bolsonaro. Ele chama atenção para a falta de planejamento de cortes de gastos e para o risco de paralização de serviços (http://bit.ly/31ChOVZ). Não por acaso a manchete de outro jornal trata de mais um esforço do governo contra riscos ao balanço fiscal: a regra que obriga estados e municípios a pagarem R$ 113,5 bi em precatórios até 2024 e determina que a União abra linha de crédito para isso (http://bit.ly/2Z31XCc). 

Curtas: Ficou para essa semana a indicação do sucessor de Raquel Dodge na PGR.  Enquanto rebate críticas das redes sociais por declarações antigas consideradas esquerdistas, o favorito Augusto Aras promete uma equipe de conservadores (http://bit.ly/2KFA1vh); Pouco confiante no julgamento sobre a Lei de Reponsabilidade Fiscal no STF, o governo quer aprovar no Congresso a redução de jornada e salário de servidores (http://bit.ly/2Z15MnE).

Internacional: Na Argentina, a chapa de Alberto Fernández e da ex-presidente Cristina Kirchner ganhou de lavada as primárias. O resultado é uma indicação de que seria bem difícil para Macri alcançar o candidato de oposição com uma frente de quase 15 pontos percentuais (http://bit.ly/2YUdBLO).

  • Hoje é o 224º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • A reforma previdência está há 4 dias no Senado.
  • Faltam 417 dias para as eleições municipais.
  • Faltam 449 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM