XP Expert

Resumo Diário de Política 11/05/2020: Semana inicia com calendário cheio no inquérito que investiga interferência na PF por Bolsonaro

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A semana se inicia com um calendário cheio no inquérito que investiga se Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal, como afirmou o então ministro Sergio Moro (https://bit.ly/3crvhG8). Até quinta, haverá o depoimento das 10 testemunhas e é esperada, amanhã, uma sessão única, para o presidente, Moro e a Procuradoria-Geral da República, do vídeo da reunião em que Moro diz ter havido pressão de Bolsonaro. A gravação foi entregue pelo governo ao Supremo na sexta-feira (https://bit.ly/3coHz1Q). Celso de Mello decidirá se mantém ou não o sigilo à gravação. Hoje prestam depoimentos os seis nomes ligados à PF; amanhã, os três ministros de Bolsonaro e, na quinta, a deputada Carla Zambelli.

O presidente não fez o churrasco prometido no sábado, que chamou de “fake”, mas, no dia em que o país atingiu a marca de 10 mil mortos pelo Covid-19, passeou de jet-ski (https://bit.ly/3bl2BNF e https://bit.ly/3fFpwGH). Congresso e Supremo decretaram luto pelo número de vítimas (https://bit.ly/3dLLV3J). 

Ontem, o presidente disse que incluiria hoje mais categorias na lista de serviços essenciais (https://glo.bo/3fD7wNu) e sinalizou também que hoje deve sancionar o projeto de ajuda aos estados e municípios com veto à possibilidade de reajuste de servidores (https://bit.ly/2WJ4SNr). 

A equipe econômica sente a pressão por mais gastos em obras de infraestrutura e tenta condicioná-los a avanços no ajuste fiscal (https://bit.ly/2YU1pOK). E voltou a falar em um imposto nos moldes da CPMF para compensar a desoneração da folha (https://glo.bo/2Lm6kji). 

E o presidente do STJ decidiu que Bolsonaro não precisa apresentar o resultado negativo de seus exames para o Covid-19 (https://bit.ly/2WmT0Ss). 

A Câmara faz sessão à tarde para votar a MP 909, que extingue o fundo de reservas monetárias, de antes da pandemia, e projeto que obriga o uso de máscaras durante o período de calamidade. Líderes do Senado se reúnem para decidir a pauta da semana. Há perto de 40 MPs editadas durante a crise aguardando deliberação.

Curtas: União propõe acordo para pagar 90% de uma dívida judicializada de R$ de 81 bilhões com estados (https://glo.bo/2WYUIIP); o pacote de socorro a aéreas e elétricas está perto de definição (https://bit.ly/2YTgKze) e jornais repercutem os gastos de Bolsonaro com cartão corporativo (https://bit.ly/2YTOxIf). 

Internacional:

Segundo a OMS, são 3.917.366 casos confirmados no mundo e 274.361 óbitos (https://bit.ly/2YRxoz5). Já John Hopkins registra 4.118.783  casos confirmados no mundo e 282.847 óbitos (https://bit.ly/2V4ySme). 

Nos EUA, o vice-presidente Mike Pence se isolou após teste positivo de um assessor, e há dois membros da força tarefa do coronavírus em isolamento (https://bloom.bg/3cn1LkT). 

Hoje é o 497° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 61° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 146 dias para as eleições municipais.

Faltam 176 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.