Resumo Diário de Política 09/12/2020: Relatório da PEC Emergencial é divulgado para líderes no Senado

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:


A quarta-feira tem como destaque o relatório da PEC Emergencial de Márcio Bittar, divulgado ontem para líderes no Senado, sem a criação do programa de transferência de renda (https://bit.ly/3qI4sFl e https://glo.bo/36ZrAHv). Segundo nota que distribuímos ontem, sem as principais medidas de redução de despesas que vinham sendo discutidas, o texto praticamente não abre espaço no teto de gastos em 2021 e exige que sejam buscadas novas medidas para auxiliar no cumprimento da regra. A Economia considerou o projeto mais enxuto positivo, por ver mais chances de avanço.

Voltam aos jornais as discussões sobre possibilidade de prorrogação do estado de calamidade e do orçamento de guerra caso ocorra segunda onda de covid-119 (https://bit.ly/33SlPcA). A condicionante é importante, porque é a mesma anunciada por Paulo Guedes, embora o texto diga que “a avaliação dos técnicos diverge de declarações do ministro”. Mas, segundo conversas que mantemos com a equipe econômica, a situação atual não é vista como segunda onda, e nessas condições, Ricardo Barros, líder do governo, nos disse ontem que não haverá extensão da calamidade. Rodrigo Maia, a quem cabe colocar uma possível extensão em votação, também tem se mostrado contra a prorrogação no atual patamar. Ainda assim, o tema merece atenção, e esperamos que a pressão permaneça até o fim do ano.

Os jornais registram também avanços do governo sobre a Câmara para assegurar votos a Arthur Lira (https://bit.ly/3oHwfUB). Como temos dito desde domingo, a grande dificuldade de Maia é manter unido o seu grupo depois de ter perdido força com a decisão do Supremo – Marcos Pereira, do Republicanos, diz que pode lançar candidatura própria (https://bit.ly/36ZD91d) e mesmo o apoio a Lira não é descartado.

Para evitar defecções, o grupo corre para anunciar o bloco antes mesmo de ter um candidato definido. Já Arthur Lira lança hoje sua candidatura (https://glo.bo/2LmGgYT).

No Senado, a impossibilidade de reeleição de Davi Alcolumbre deu origem a uma profusão de candidaturas. O MDB já deflagrou sua disputa interna, com dois nomes que agradam ao governo (Fernando Bezerra e Eduardo Gomes), além do líder Eduardo Braga e de Simone Tebet — enquanto Alcolumbre procura um nome fora da sigla (https://bit.ly/3n0x0Hz).

A Câmara tem na pauta de hoje os PLPs 137/2020 (fundos públicos) e 101/2020 (recuperação fiscal dos estados)há algum nível de preocupação sobre possível alívio aos estados em alguns pontos, mas não há certeza se haverá tempo hábil para sua votação hoje. Já o Senado deve votar o PL do Gáso governo prevê alterações no relatório de Eduardo Braga, mas tem reuniões nesta manhã para tentar evitar mudanças que exijam nova votação pelos deputados.

Curta: João Doria e Eduardo Pazuello se desentenderam sobre cronograma de vacinação (https://bit.ly/2LfxP1f).

Internacional

Covid-19: Segundo a OMS, são 67.210.778 casos confirmados 1.540.777 óbitos (https://bit.ly/3ge3REZ).

As negociações por um acordo sobre o Brexit continuam sob os holofotes: Boris Johnson deve se reunir hoje com a presidente da Comissão Europeia. Ele disse que chegou a um acordo com a UE sobre a Irlanda do Norte para eliminar todos os artigos que fossem contra a lei em um projeto de lei doméstico sobre o Brexit – um gesto que foi considerado positivo pela UE (https://on.ft.com/3qE0vRS). 

Nos EUA, o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, apresentou proposta para um pacote de estímulo à economia de USD 916 bilhões. A proposta tem apoio de Mitch Mc Connell, e democratas disseram que marca um avanço, apesar de ainda apoiarem o projeto apresentado por grupo bipartidário (https://bloom.bg/2LgfJMF). 

Hoje é o 709° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 273° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 54 dias para as eleições na Câmara e no Senado.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.