XP Expert

Resumo Diário de Política 07/04/2020: Crise envolvendo presidente Bolsonaro e ministro Mandetta chega a ápice

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A crise envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e Luiz Mandetta chegou ao ápice ontem, depois da ameaça de demissão no domingo e da notícia de que a “caneta” seria usada na própria segunda-feira. Não foi (https://bit.ly/3dZM0S5 e https://glo.bo/2JIZdkb). Mas, como escrevemos, a relação evoluiu para um desgaste em que não é mais questão de “se”, mas de “quando” o ministro da Saúde deixará o cargo.

Na crise, Mandetta passou a ser visto como um polo de racionalidade dentro do governo. Chegou ao fim da semana com avaliações positivas na casa dos 70% e com sua linha de ação defendida por perto de 80% dos brasileiros. É esse núcleo de oposição interna que incomoda Bolsonaro. Mas, se saísse agora, Mandetta deixaria o governo como herói — e antes ainda do auge da crise. Sobraria para o presidente e para seu novo escolhido dar respostas no pico da pandemia, o que poderia comprometer ainda mais a percepção sobre a ação do presidente no enfrentamento ao coronavírus.

No noticiário, a avaliação predominante é a de que o episódio enfraquece Bolsonaro (https://bit.ly/39RhwP0 e https://bit.ly/2xTrlyw), por ter cedido às reações que o episódio provocaria na Câmara, no Senado (presididos por aliados de Mandetta) e no Supremo.

Na pauta do Congresso, a Câmara tentará votar entre hoje e amanhã o Plano Mansueto e a Medida Provisória 905, do programa e emprego Verde e Amarelo, editada no ano passado (https://glo.bo/2V6sFGl). Se não houver acordo, Rodgrio Maia tem à disposição lista de projetos que tratam do coronavírus e podem ser puxados diretamente ao plenário. Há ainda dois projetos vindos do Senado: o que aumenta os beneficiados pelo auxílio emergencial e o que trata de relações do direito privado.

O Senado tentará votar o PL 1.282/2020, que institui o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. A PEC do Orçamento de Guerra e do Banco Central foi pautada para a próxima segunda-feira, dia 13. 

Ainda no Senado, o governo começou a agir para jogar para a reforma tributária a discussão sobre o aumento da CSLL para bancos, um dos projetos prioritários apresentados por líderes (https://glo.bo/2V6piz2).   

E um dos riscos sobre o qual temos alertado começa a se manifestar: empresários fazem pressão para manter algumas medidas de estímulo mesmo depois da crise do coronavírus (https://bit.ly/2RiKVLE). 

O programa de manutenção de emprego do governo sofreu um revés, com a decisão de Ricardo Lewandowski, do Supremo, de que os acordos individuais de redução de salário só terão validade depois da manifestação do sindicato (https://bit.ly/3aTorZo

Na nova crise com a China, Paulo Guedes e Tereza Cristina precisaram entrar em campo para tentar reverter o desgaste provocado pelo ministro da Educação (https://glo.bo/2V4HAAK). 

Internacional

Coronavírus: segundo a OMS são casos confirmados 1.210.956 no mundo e 67.594 óbitos (https://bit.ly/39MJDyz). Apesar de a Europa ainda ser a região com maior número de casos confirmados (655.339), as Américas apresentam o maior número de novos casos (36.878). A universidade de John Hopkins registra 1.350.841 casos confirmados e 74.870 óbitos (https://bit.ly/2V4ySme).  

Em alguns países europeus, como Áustria e Dinamarca, governos preparam a saída do isolamento (https://glo.bo/39QciD4) enquanto países da Ásia aplicam novas medidas de restrições após segunda onda de casos (https://glo.bo/2UMYJQC). Vale ressaltar também que o primeiro ministro do Reino Unido, Boris Johnson, foi transferido para UTI após apresentar sintomas persistentes (https://bloom.bg/39TTYJ3).   

Nos EUA, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, afirma que um novo pacote de estímulo pode ter impacto fiscal USD 1 trilhão ou mais para ajudar as famílias e pequenas empresas mais necessitadas (https://bloom.bg/2VmGT6b). 

Diplomatas e ministros dos EUA, Arábia Saudita e Rússia devem passar os próximos dois dias em negociações para fazer um corte histórico de produção de petróleo, apesar de resistência do presidente americano, Donald Trump (https://bloom.bg/2XhsGd2). Também no setor de energia, os ministros da pasta do G-20 devem se reunir nessa sexta-feira para discutir a crise provocada pela pandemia e a guerra de preços (https://glo.bo/2JKvHeb). 

Hoje é o 463° dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 180 dias para as eleições municipais.

Faltam 210 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.