Resumo Diário de Política 06/10/2020: A política vive dia de distensionamento após turbulência

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:


Depois da turbulência, a política viveu ontem um dia de distensionamento. Rodrigo Maia e Paulo Guedes foram levados a jantar juntos por interlocutores comuns e, à saída, pediram desculpas um ao outro pela troca de acusações dos últimos dias (https://bit.ly/36J97iq). Entre outros assuntos, o encontro buscou saídas para destravar o impasse em que se meteu o Renda Brasil (https://glo.bo/33zqyQI). 

O calendário do dia também teve reunião do relator Márcio Bittar com Maia, Bolsonaro e Rogério Marinho — sem a presença de Guedes (https://bit.ly/3d5NZUI) — , e depois com o próprio ministro da Economia. Bittar prometeu apresentar amanhã seu relatório da PEC do Pacto Federativo, respeitando o teto de gastos, e disse que toda demanda tem de passar pelo filtro e ter o carimbo da Economia (https://glo.bo/36BUiOX e https://bit.ly/3lix9oO).

Escrevemos ontem que um ambiente político saudável é um primeiro passo necessário para o avanço da discussão de um programa que não ultrapasse o teto de gastos. Outros passos, no entanto, ainda precisarão ser dados: o principal deles é a decisão de Bolsonaro de encarar algum dos enfrentamentos que preferiu evitar até aqui para cortar despesas.

Para facilitar essa decisão, o centro de estudos do governo se juntou ao do Congresso para colocar propostas à mesa — como escrevemos ontem, a ideia é que a proposta contemple diversas, e não mais uma única bala de prata. Entre elas estão o combate a privilégios do funcionalismo (https://glo.bo/3ljtved), a transferência da responsabilidade do auxílio-doença ao empregador e limitadores de acesso ao abono salarial e ao BPC (https://bit.ly/2GtjlJe)

Nas discussões da reforma tributária, o secretário da Receita reafirmou a impossibilidade de o governo federal bancar o fundo de compensação demandado por estados (https://bit.ly/30zysYf). E o fim das deduções nas declarações simplificadas de IR pode bancar a política de desonerações (https://glo.bo/36BwYAL).

E, depois de ter sido adiada por uma disputa por cargos, a instalação da CMO está prevista para esta manhã. Mas a guerra pelo comando da comissão — e da Câmara — continua, depois que o líder do PP, Arthur Lira, oficializou indicação de Flavia Arruda para presidir o colegiado. A briga é contra o DEM, de Elmar Nascimento, a quem havia sido prometida a vaga no início do ano, no campo de influência de Rodrigo Maia.

Curta: O STF pautou para quinta a decisão sobre o depoimento de Jair Bolsonaro (https://glo.bo/33xuwJG). 

A tendência é que o plenário mantenha a determinação de que o presidente preste depoimento presencial.

Nas redes

O monitor XP-Conatus registrou movimento de resistência do bolsonarismo contra ofensiva lavajatista após a indicação de Kassio Nunes ao STF. O grupo ligado ao presidente soma 40% das menções, enquanto o lavajatismo e o “bolsonarismo arrependido” perderam força e, junto com perfis de esquerda, atingiram 37,5% das manifestações. Aproveitando-se do tema, o pedido de Sérgio Moro para que Bolsonaro deponha presencialmente no STF ganha destaque.

Internacional

Covid-19: Segundo a OMS, são 35.274.993 casos confirmados e 1.038.534 óbitos (https://bit.ly/3ge3REZ).

Donald Trump deixou ontem o hospital onde esteve internado com covid-19 durante três dias (https://on.wsj.com/3lhOP3F). Ele se manifestou nas redes, pedindo que americanos “não tenham medo do coronavírus” (https://bit.ly/3liczoy).  Sua campanha indicou que ele tem intenção de participar do segundo debate, no dia 15 (https://bit.ly/3iBeVwI).

Além da alta do presidente, também foram observados sinais positivos no lado das negociações pelo novo pacote de estímulo à economia americana. A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, tem nova conversa com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin nesta terça-feira (https://bit.ly/3izP9JA e https://reut.rs/3iu5yPC).

Hoje é o 645° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 209° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 40 dias para as eleições municipais.

Faltam 29 dias para as eleições nos EUA.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.