XP Expert

Resumo Diário de Política 05/08/2019: Câmara deve apreciar nesta semana a reforma da previdência em segundo turno

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Com o fim do recesso parlamentar, a Câmara deve apreciar nesta semana a reforma da previdência em segundo turno. O governo busca repetir o placar de 379 votos obtido na primeira votação e trabalha para evitar problemas nos destaques, que podem reduzir o impacto fiscal da reforma. A oposição se concentrará nas mudanças de regras para pensões e no cálculo do benefício previdenciário (https://glo.bo/2YMNMxi). O Secretário Rogério Marinho escreveu artigo no Globo sobre o tema (https://glo.bo/2YFJpUB). E as categorias já se prepararam para continuar a briga no Senado (http://bit.ly/2YF2nKR).

Jair Bolsonaro aumentou o tom nas últimas semanas. Individualmente, as ações tem pouco impacto, mas a concatenação de eventos tem contribuído para acirrar os ânimos.

Foi exonerado o diretor do Inpe, órgão que divulga dados sobre desmatamento no Brasil (http://bit.ly/2YFJyaB). É uma decisão que será usada por países críticos à política ambiental do governo brasileiro, mas é algo até palatável à base bolsonarista.

Entretanto, existem dois pontos que parecem indefensáveis e que atacam frontalmente a narrativa online e offline do presidente. O primeiro é o relato de que o Planalto estaria pressionando Guedes a substituir o chefe do Coaf depois dele ter criticado a decisão do STF que proibia os órgãos de fiscalização de compartilhar informações com o Ministério Público (http://bit.ly/2YHtbdJ).

O segundo é o levantamento do Globo mostrando que Bolsonaro e seus filhos empregaram 22 familiares em seus gabinetes e que, dos 286 assessores que tiveram, 102 têm algum parentesco entre si (https://glo.bo/2YLeXZn). Segundo o jornal, há indícios de que 37 dos 286 não trabalharam de fato. Ou disseram ter outra atividade ou moravam em outro município no período (https://glo.bo/2YISV9s). A reação do presidente não ajuda: “Já botei parentes no passado, sim, antes da decisão de que nepotismo seria crime. Qual é o problema?”, disse (https://glo.bo/2YJlwLV). O filho Flávio se limitou a dizer que as nomeações foram legais. Dessa história toda, legal mesmo é o infográfico produzido pelo jornal (http://bit.ly/2YEji09).

A Coluna do Estadão trouxe uma teoria do pneu murcho, no qual ‘um analista de pesquisas’ fala sobre a aprovação e desaprovação do governo (http://bit.ly/2YJv1e2). Aproveitamos a temática para reforçar que nossa pesquisa, Ibope e Datafolha mostram estagnação em ambos os indicadores já há pelo menos 3 meses.

Curtas: vale a leitura de entrevista do decano do STF, Celso de Mello (http://bit.ly/2YKLSwW); depois de fala de Bolsonaro em culto, o ministro da AGU, André Luiz Mendonça, disse não estar buscando o posto de ministro do Supremo (https://glo.bo/2YLe5Ud). É o tipo de posto que o padrão é negar o interesse em público, mas não se recusa; vale ficar de olho na negociação com os caminhoneiros. O caldo voltou a entornar (http://bit.ly/2YJwT6y); governo quer vender 3751 imóveis até 2022 e levantar R$ 30 bilhões (https://glo.bo/2YIAEsR). É uma pequena frustração em relação aos R$ 700 bilhões que o Paulo Guedes de agosto de 2018 dizia esperar obter com essa linha (http://bit.ly/2YCT26s).

  • Hoje é o 217º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • Faz 166 dias que Jair Bolsonaro entregou projeto da previdência à Câmara.
  • Faltam 424 dias para as eleições municipais.
  • Faltam 456 dias para as eleições nos EUA.


XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.