XP Expert

Resumo Diário de Política 04/02/2022: A ‘PEC paralela’ dos combustíveis em debate

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

As divergências entre o time econômico e a ala política do governo sobre a desoneração de combustíveis fizeram com que a Casa Civil e o Congresso se aliassem para ampliar o nível de pressão e tentar destravar a discussão (https://glo.bo/3rp3wrv): ontem, o deputado Christino Áureo, do PP do Rio de Janeiro, começou a coletar assinaturas para uma PEC redigida na própria Casa Civil que autoriza a redução de tributos sobre gás e combustíveis – incluindo gasolina –e dispensa a compensação exigida pela LRF – proposta bem mais ampla que o desejado pelo time de Guedes, que briga por uma redução pontual na tributação sobre o diesel. O impacto do texto de Áureo pode chegar a R$ 54 bilhões, segundo a Economia (https://bit.ly/3AXZ2eD).

O movimento exige agora uma definição do time econômico e do governo, sob pena de avanço do texto apresentado ontem. Nesse meio tempo, o Congresso vê o surgimento de uma série de propostas paralelas (https://glo.bo/3gu1ZtX).

Enquanto isso, Lula segue jogando mais gasolina na fogueira e diz que não manterá o preço do combustível atrelado ao dólar, como ocorre hoje na política da Petrobras (https://bit.ly/3olUmKF).

Ontem, a Aneel propôs que o socorro financeiro ao setor elétrico seja de até R$ 10,8 bilhões, para evitar um “tarifaço” de até 20% neste ano (https://glo.bo/3AZb7QI) – a medida provisória prevendo os empréstimos foi lançada no ano passado.

Em outra frente, congressistas começam a discutir os vetos de Bolsonaro ao Orçamento, com possibilidade de sessão na terça (https://glo.bo/34lJpSm), em mais um movimento que gera atrito entre Legislativo e equipe econômica.

Na seara eleitoral, MDB e PSDB perceberam que, mantido o limite de março, fica difícil a formação da federação para a disputa de outubro (https://bit.ly/34hAFgb) – o Supremo adiou para a semana que vem a decisão (https://bit.ly/3oo4iTO) e estuda alargar o prazo para o fim de maio (https://bit.ly/3L9x1Ws). Enquanto isso, o MDB conversa também com o União Brasil (https://bit.ly/3rpvAes), em processo que mostra afastamento entre a nova sigla e o ex-juiz Sergio Moro.

Simone Tebet, a pré-candidata do MDB, anunciou ontem Elena Landau como coordenadora da área econômica de sua campanha (https://bit.ly/3L9Qsy5) – em entrevista, ela defendeu a manutenção do teto de gastos e revisão de despesas (https://bit.ly/34AS6Iw).

E, com o desempenho tímido de Rodrigo Pacheco na campanha, o PSD busca filiar Eduardo Leite para lançá-lo ao Planalto e manter o distanciamento da candidatura de Lula – uma aliança agora com o petista provocaria racha de setores mais ligados ao governo Bolsonaro (https://bit.ly/3J2N5Hr). A ala ideológica do bolsonarismo, aliás, prepara filiação em massa ao PL (https://glo.bo/3si5TM1), partido do presidente. No QG da campanha governista, o PIX, do Banco Central, tem sido visto como aposta eleitoral (https://glo.bo/34y1z3l).

E o fim de março surge no noticiário como data definida pelo PT para anunciar Alckmin como vice de Lula (https://glo.bo/3gl07nB). Ontem, em reunião entre o ex-presidente e o governador Paulo Câmara, de Pernambuco, PT e PSB fecharam acordo para lançar Danilo Cabral (PSB) ao governo estadual (https://bit.ly/3LcrOwM). Resta ainda a definição em São Paulo, entre Fernando Haddad e Márcio França, para avançar a disposição das siglas de formar a federação.

Nas redes

Segundo o monitor XP-Conatus, novo pico de mortes no país pelo coronavírus se destaca, enquanto apoiadores do governo federal questionam medidas restritivas. No mais, declarações do ex-presidente Lula sobre o preço da gasolina dominam o debate sobre combustíveis.

Internacional

A crise na fronteira entre Rússia e Ucrânia segue em destaque. A Casa Branca anunciou que teria encontrado evidências de que o Kremlin havia fabricado um vídeo mostrando ataque contra russos como justificativa para invasão (https://bloom.bg/35CniYb). Em paralelo, o Congresso americano trabalha para finalizar pacote de sanções contra a Rússia, em caso de invasão (https://bit.ly/349uRFH).

E Joe Biden anunciou que líder do Estado Islâmico foi morto em ataque na Síria (https://glo.bo/3opOUGv).

Hoje é o 1131° dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 240 dias para as eleições presidenciais.

Hoje é o 695° dia da pandemia de Covid-19.

XP Política

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.