Pesquisa XP/Ipespe Outubro: Prefeitura de SP

Pesquisa elaborada pela XP em parceria com Ipespe em outubro de 2019 com a população.

access_time 07/10/2019 - 07:12
format_align_left 2 minutos de leitura

Faltando um ano para as eleições municipais de 2020, a XP Investimentos, em parceria com Ipespe, inaugura uma séria de pesquisas sobre a disputa pela Prefeitura de São Paulo. A corrida eleitoral do próximo ano será uma amostra do embate de forças políticas esperado para o cenário nacional em 2022. Nesta primeira rodada, 67% dos eleitores entrevistados avaliaram como muito importante escolha do prefeito da cidade de São Paulo.

As entrevistas foram conduzidas com 1000 eleitores do município de São Paulo entre 30 de setembro e 2 de outubro de 2019. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

No cenário em que o eleitor foi estimulado com uma lista de pré-candidatos, o nome do apresentador de TV, José Luiz Datena (sem partido) desponta na liderança das intenções de votos com 22%, apesar de tecnicamente empatado com o deputado federal Celso Russomano (Republicanos) (19%). Em seguida aparece a ex-prefeita de SP e ex-senadora Marta Suplicy (sem partido) (11%). O atual prefeito, Bruno Covas (PSDB) tem 10% das intenções de voto e a deputada do PSL, Joice Hasselmann aparece com 7%.

Os entrevistados foram questionados ainda sobre a importância do apoio de figuras políticas estaduais e nacionais aos candidatos. Para 46% dos eleitores, o apoio do governador de São Paulo João Dória (PSDB) não será relevante na hora de escolher em quem votar para prefeito, enquanto 29% afirmam que o endosso do presidente Jair Bolsonaro pode aumentar a vontade de votar no candidato.

Nesta rodada, medimos também o potencial de voto dos principais pré-candidatos e, de novo, Datena se sai melhor, com 52% de potencial de voto, 43% de rejeição e baixo desconhecimento (5%). Celso Russomano (Republicanos) tem a segunda melhor marca em potencial de voto (48%), enquanto Márcio França (PSB) (44%) e Marta Suplicy (sem partido) (43%) ficam praticamente empatados nesse quesito. Bruno Covas (PSDB) e Joice Hasselmann (PSL) aparecem com 36% e 25% de potencial de votos. Os maiores índices de desconhecimento entre os pré-candidatos foram registrados para Cláudio Lottenberg (sem partido) (63%), Andrea Matarazzo (PSD) (56%) e Tábata Amaral (PDT) (48%).

Para acessar o relatório na íntegra clique aqui.

XP Política

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.