Resumo Diário de Política 18/06/2019

Em dia fraco de notícias, a comissão especial da previdência começa a discutir o relatório de Samuel Moreira (PSDB-SP) (http://bit.ly/2Fe1LVB). O governo ainda não desistiu do regime de capitalização, que ficou de fora. Haverá tentativa para reinseri-lo no texto no plenário da Casa. No entanto, como é provável que faltem votos para a empreitada, o […]


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Em dia fraco de notícias, a comissão especial da previdência começa a discutir o relatório de Samuel Moreira (PSDB-SP) (http://bit.ly/2Fe1LVB). O governo ainda não desistiu do regime de capitalização, que ficou de fora. Haverá tentativa para reinseri-lo no texto no plenário da Casa. No entanto, como é provável que faltem votos para a empreitada, o plano B é apresentar um projeto exclusivo no segundo semestre (http://bit.ly/2FhBx4B).

A Folha obteve gravação de dono de agência espanhola que confirmou que “empresas, açougues, lavadoras de carros e fábricas” brasileiros contrataram o disparo de mensagens de whatsapp durante o período eleitoral para favorecer Jair Bolsonaro. Ele afirma que não sabia à época que o objetivo era influenciar a eleição. O jornal cita ainda que a campanha de Fernando Haddad foi multada pelo TSE por impulsionar conteúdo ilegalmente (http://bit.ly/2FgwSA4).

Curtas: Gustavo Montezano, ex número 2 de Salim Mattar na secretaria de desestatização, assume a presidência do BNDES após a saída de Joaquim Levy (http://bit.ly/2FhyJoi e http://bit.ly/2FigFub); o Senado pode derrubar hoje o decreto de armas de Bolsonaro. O governo aposta nas redes sociais para reverter a possível derrota. A reversão definitiva dependerá ainda de votação na Câmara (https://glo.bo/2FhCGJr); após veto de Bolsonaro à gratuidade das bagagens, Câmara articula para retoma-la (http://bit.ly/2Fgy5r6).

Bastidores de Brasília

O cenário ideal para líderes do Centrão é que a discussão sobre a reforma da Previdência seja encerrada ainda nesta semana. O cronograma dos mais entusiastas da reforma é que a proposta seja votada na terça, quarta e quinta-feira da semana que vem.

A sessão de hoje está marcada para as 9h. O presidente do colegiado, Marcelo Ramos (PL-AM), estima que, realizando sessões das 9h às 22h, será possível ouvir 60 pessoas por dia (desde que haja boa vontade de governistas na comissão). Esse recado –para que governistas falem menos– foi dado à bancada do PSL. Um parlamentar prometeu conversar com seus correligionários de PSL para impedir falas alongadas e episódios como na Comissão de Constituição e Justiça.

Há 115 inscritos, segundo consultamos com a secretaria da comissão especial. Só será possível que mais deputados se inscrevam até hoje, quando o primeiro orador inscrito começar a falar.

O PSL pretende se reunir nos próximos dias com o ministro Paulo Guedes para estipular estratégias sobre a votação do relatório da reforma da Previdência na comissão especial. Deputados do partido querem retomar pelo menos regras de transição e capitalização, além de mudar regras para policiais. Os parlamentares do PSL querem ouvir do ministro da Economia quais pontos ele vê como fundamentais para a proposta. Congressistas com quem falamos dizem que o objetivo é retomar a economia de R$ 1 trilhão.

A agenda deste 18 de junho

A comissão especial que analisa a reforma da Previdência inicia a discussão sobre o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), às 9h.

O presidente Jair Bolsonaro participa do lançamento do Plano Safra, às 11h. Além de alguns encontros com parlamentares ao longo do dia, o presidente também realiza cerimônia de sanção da lei de combate a fraudes no INSS, às 17h.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, acompanha boa parte das agendas de Bolsonaro, entre elas a sanção da lei antifraude no INSS e o Plano Safra.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, deve comparecer a audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara para explicar o decreto do governo Bolsonaro que ampliou o acesso a armas de fogo, às 14h.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, vai a almoço realizado pela Frente Parlamentar Agropecuária, às 12h.

  • Hoje é o 169º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • Faz 118 dias que Jair Bolsonaro entregou projeto da previdência à Câmara.
  • Placar Valor/Atlas – Favor (105); Apoio parcial (130); Indefinidos (135); Contra (143).
  • Placar Estadão – Favor (72); Apoio parcial (123); Indefinidos (201); Contra (117).

XP Política

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.