Resumo Diário de Política 16/05/2019

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Protestos contra cortes na educação ontem aconteceram em mais de 170 cidades e atraíram público relevante nos tradicionais pontos de protestos das capitais. Bolsonaro, dos EUA, chamou os manifestantes de “idiotas úteis” (http://bit.ly/2LPBMd0 e http://bit.ly/2LIPi1R). A reação do presidente foi alvo de crítica até de aliados (http://bit.ly/2LJQy4Y). Por enquanto, o movimento se conteve à temática educação, mas houve adesão além da esquerda politizada e eventuais evoluções são mais um risco para o governo.

Rodrigo Maia, também dos EUA, disse que a reforma da previdência sai “mesmo com o governo atrapalhando, com mídia social” (http://bit.ly/2LLTHBp). Em Brasília, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi à Câmara dar explicações sobre os cortes na sua pasta (http://bit.ly/2LNlVfb). Após mal-entendido sobre o recuo nos cortes, até parlamentares do PSL estudam convocar o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para dar sua versão dos fatos (http://bit.ly/2LN0Vow).

Revista revela valores de negociações imobiliárias de Flávio Bolsonaro (http://bit.ly/2LN1UFe), que por sua vez, negou sua veracidade e criticou o vazamento de dados de investigação sigilosa (http://bit.ly/2LIUnr4). Independente do mérito, ruídos com os filhos do presidente atrapalham a articulação política em Brasília.

Curta: Entrevista de Davi Alcolumbre, presidente do Senado (http://bit.ly/2LLVNBe).

Bastidores de Brasília

A audiência de ontem do ministro da Educação na Câmara foi encarada como uma “minivitória” por governistas. Tirando alguns poucos momentos de discussões calorosas, o decorrer da reunião foi tranquilo. Muito por causa das regras estipuladas pelos líderes da Casa e o presidente interino da Câmara, Marcos Pereira.

As normas estipuladas, segundo líderes, foram feitas para blindar Abraham Weintraub. Suas falas de 10 minutos a cada cinco oradores quebraram o ritmo acalorado que o debate poderia ter. A falta de réplicas também fez com que a oposição não pudesse se prolongar no microfone.

Por fim, o Centrão também fez questão de se ausentar da audiência com Weintraub e não seu unir ao coro oposicionista. Fora alguns integrantes dispersos, não houve uma grande mobilização dos deputados para estar presente na audiência e fazer número. Conversamos com líderes dos partidos de centro e eles culpam os trabalhos na Casa, outras comissões e audiências privadas em seus gabinetes.

Ao final da reunião, presenciamos alguns deputados de centro conversando e elogiando a postura de Weintraub ao longo da audiência. O discurso anti-PT que ele adotou e o tom de voz sereno ajudaram a agradar aos parlamentares. Seu início, porém, com uma apresentação de slides, foi alvo de críticas.

A agenda deste 16 de maio

O presidente Jair Bolsonaro participa de almoço oferecido pelo World Affairs Council de Dallas-Fort Worth e da cerimônia de entrega do Prêmio “Personalidade do Ano” pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em Dallas, às 14h (horário de Brasília). À noite, Bolsonaro volta ao Brasil.

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, embarca em uma viagem de uma semana e meia em que passará por Líbano, China e Itália.

A Câmara não tem nenhuma sessão deliberativa marcada para hoje.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já retornou a Brasília e deve assumir a Presidência da República ainda hoje com a viagem de Mourão.

  • Hoje é o 136º dia do governo de Jair Bolsonaro.
  • Faz 85 dias que Jair Bolsonaro entregou projeto da previdência à Câmara.
  • A Câmara teve seis sessões que contam como prazo para comissão especial da Reforma da Previdência.
  • Placar Valor/Atlas – Favor (100); Apoio parcial (114)[+2]; Indefinidos (155)[-2]; Contra (144).
  • Placar Estadão – Favor (72); Apoio parcial (123); Indefinidos (201); Contra (117).

XP Política

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.