Resumo Diário de Política 13/06/2019

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Relator da reforma da previdência apresentará sua versão do texto hoje às 9:30 na comissão especial. Alterações que devem vir em relação ao texto original: manutenção das regras do BPC e aposentadoria rural, restrição menor à concessão do abono salarial, nova regra de transição, redução na idade mínima para professoras (60 anos para 57 anos) e do tempo de contribuição de mulheres (20 anos para 15 anos) e garantia de pelo menos um salário mínimo para pensões.

Ficaram de fora o regime de capitalização, que deve ser reapresentado em nova PEC, e a reforma para estados e municípios, que ainda pode voltar ao texto se houver apoio suficiente de governadores e prefeitos.

A economia em dez anos está estimada entre R$ 800 bilhões e R$ 900 bilhões. O projeto original era de R$ 1,2 trilhão. Rodrigo Maia espera aprovar o texto na comissão ainda em junho e no plenário na primeira semana de julho. É possível, mas ainda nos parece otimista.

Na última Sondagem sobre Mercados e Política,realizada com gestores e economistas de bancos e fundos, realizada em 24 de maio, a expectativa era de uma reforma de R$ 700 bilhões e 80% esperavam aprovação na comissão especial em junho ou julho. Apenas 6% dos respondentes acreditavam que a aprovação no plenário da Câmara se daria antes recesso parlamentar.

Links: http://bit.ly/2WEvHoE; http://bit.ly/2WHXip9; http://bit.ly/2WF1HsRhttp://bit.ly/2WHSBvk; http://bit.ly/2WMyBYQ; http://bit.ly/2WHp8lb; http://bit.ly/2WJE6qX.  

Site divulga mais mensagens trocadas entre Sérgio Moro e Deltan Dellagnol e de chat de procuradores (http://bit.ly/2WEy9f6). Jair Bolsonaro assistiu jogo do Flamengo com o ministro, mas para se preservar, ainda resiste a dar apoio mais claro ao ex-juiz (http://bit.ly/2WJEnKv). 

A greve geral convocada para amanhã não teve grande destaque nas redes sociais, que se concentram na repercussão do vazamento de mensagens de Moro dos procuradores da Lava Jato. No entanto devem ocorrer paralisações no setor de transportes e de diversas categorias de servidores (http://bit.ly/2WF2ie5).

Curtas: Ontem foi dia de legislativo e judiciário limitarem os poderes do presidente: o Senado aprovou PEC que regula a tramitação de MPs no Congresso. Serão 40 dias para comissão mista, 40 dias para apreciação no plenário da Câmara e 30 dias para tramitação no Senado. Houve acordo para suavizar o texto original e a PEC foi aprovada por unanimidade (https://glo.bo/2WE9Z4h); no mesmo dia a CCJ do Senado aprovou projeto para derrubar o decreto de armas de Bolsonaro. O tema foi destaque nas redes sociais, mas ainda precisa passar no plenário e depois na Câmara (http://bit.ly/2WEzvGI); e o STF formou maioria para restringir a extinção de conselhos via decreto, como fez Bolsonaro (http://bit.ly/2WGXOUb).

Na Argentina, o Presidente Mauricio Macri anunciou esta semana que Míguel Angel Pichetto, líder da bancada da oposição no senado e fundador da Alternativa Federal, será seu candidato a vice-presidente. A fórmula surpreende, mas promete melhoria na governança para 2020, se tiver sucesso (http://bit.ly/2IEHGcd). Sendo assim, foi muito bem recebida pelo mercado (http://bit.ly/2F4w2Gs). Por sua parte, o candidato da terceira via, o ex-ministro da economia, Roberto Lavagna, se aliou ao governador Juan Manuel Urtubey (Alternativa Federal), com o intuito de garantir o voto moderado. Esta aliança representa uma ameaça muito maior para Macri-Pichetto do que para Fernández-Kirchner, e deve dividir os votos do atual Presidente no primeiro turno.  O ano de eleições na Argentina promete grandes emoções (http://bit.ly/2XIoRLx). Para acompanhar nossa cobertura de Argentina e Latam, envie um e-mail para macro@xpi.us para se cadastrar nas listas específicas.

  • Hoje é o 164º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • Faz 113 dias que Jair Bolsonaro entregou projeto da previdência à Câmara.
  • Placar Valor/Atlas – Favor (105); Apoio parcial (130); Indefinidos (135)[+1]; Contra (143)[-1].
  • Placar Estadão – Favor (72); Apoio parcial (123); Indefinidos (201); Contra (117).

XP Política

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.