XP Expert

Expectativa por votação do pacote dos combustíveis e a visão do investidor estrangeiro sobre o Brasil – Frequência Política

O time de análise política da XP comenta os principais temas da semana, trazendo tudo que você precisa saber sobre os três poderes, de olho no que mexe na economia

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O Frequência Política, o podcast de análise política do Infomoney e da XP Investimentos, apresenta um debate sobre os assuntos mais relevantes da semana, sempre de olho no que mexe na economia. Agora, você conta com a nossa cobertura de cada episódio, sempre aos sábados, sintonizando os principais destaques das análises do time de Política da XP Investimentos. Gostou e quer ouvir mais? Aperte o play.

No episódio de hoje, Paulo Gama, Júnia Gama, Débora Santos, Vinicius Scheffel e Victor Scalet, analistas de política da XP, debateram a preocupação do governo e Congresso com a inflação, as declarações do presidente sobre inflação de combustíveis e a manutenção da bandeira de escassez hídrica. A equipe conversou, ainda, sobre a visão do investidor estrangeiro em relação ao Brasil nessa reta final do governo Bolsonaro, e sobre a janela partidária que se abriu no Congresso no início desse mês.

Em compasso de espera

De acordo com o time de análise política, há uma sensação de compasso de espera, especialmente em razão do De acordo com o time de análise política, há uma sensação de compasso de espera, especialmente em razão do adiamento, para 9 de março, das votações de propostas que foram colocadas na temática dos combustíveis.

O que tivemos, contudo, nessa semana foi uma manifestação de Rodrigo Pacheco, via Twitter, relacionando a guerra na Ucrânia e a alta dos combustíveis à necessidade de o Senado analisar os projetos. Além disso, o presidente Bolsonaro, em sua já tradicional live de quinta-feira, expôs insatisfação com a inflação, inclusive trazendo a possibilidade de redução de lucros da Petrobras como meio para solucionar a crise.

Por se tratar de uma situação extrema, contudo, a equipe levantou a possibilidade de que o governo apresente medidas mais agressivas. Entre os cenários para a semana que se inicia, está a possibilidade de avanço do PLP 11, considerando toda o trabalho já realizado para transformar o texto em uma proposta viável para aprovação, ou a apresentação de nova alternativa por parte do governo, mantendo a temática no radar para a próxima semana.

Quando se trata da votação do projeto de lei complementar (PLP) nº11 de 2020 (que altera a forma de cobrança do ICMS), a dúvida recai sobre a capacidade de articulação política para que o projeto siga adiante. O texto apresentava conteúdo mais autorizativo, portanto, com menos arestas e dificuldades para seguimento. Por isso, a não aprovação no Senado teria mais relação com ausência de maiores lideranças por parte do governo, que exercessem papel de força e convencimento entre os senadores, e a pressão de governadores para impedir o seguimento.

Com o estouro da guerra entre Rússia e Ucrânia e a inevitável alta do barril de petróleo, com uma defasagem de vO estouro da guerra entre Rússia e Ucrânia e a inevitável alta do barril de petróleo, com uma defasagem de valores média de 31% (para gasolina) sustentada pela Petrobrás no momento, tornaram a questão mais urgente. Com esse entendimento, o PLP nº 11 passa a ser questionado, por talvez apresentar um caráter mais político ante o problema da alta dos combustíveis que de solução para a crise, com impacto real sobre os preços.

Conforme explica Victor Scalet em mais detalhes no episódio dessa semana do podcast Frequência Política, a defasagem atual enfrentada pela Petrobrás em razão da guerra da Ucrânia será significativa e, por isso, a capacidade de argumentação do governo fica reduzida com números tão expressivos para o bolso do eleitor.

Visão estrangeira

Para além da questão dos combustíveis, uma série de medidas tem sido apresentada pelo governo para investidores estrangeiros. A mensagem que o governo federal busca passar é que buscou alinhar o Brasil dentro de uma lógica liberal, através de privatizações, reformas e estratégias para ataque das principais linhas de gastos do governo.

Em relação a pandemia, a gestão avalia ter feito boa atuação em relação à parte econômica, com o auxílio emergencial e o programa de proteção aos empregos formais. Além disso, ainda existem privatizações e concessões em curso, o que faz com que um novo governo de Bolsonaro fosse marcado pela mesma lógica, de acordo com o que visam passar aos investidores.

Para os investidores, contudo, o que importa é o crescimento e temas que guardem relação com isso. Ainda que seja relevante compreender o que está em jogo nas eleições e como está composto o jogo político para 2022, os estrangeiros que investem no Brasil apresentam maior preocupação sobre o crescimento do país, seja quem for o novo presidente em 2023.

Janela partidária e alianças à vista

Conforme o esperado da federação do MDB com o PSDB não foi adiante e, ao que tudo indica, a possibilidade de federação entre o PSB e o PT depende da composição de forças entre os partidos. É importante, para o PSB, ainda ter poder de veto e expressão dentro da federação, especialmente considerando que o partido pode perder deputados na janela partidária. Ainda, há questão entre Fernando Haddad e Márcio França sobre a disputa para o governo de São Paulo.

Na quinta passada, 3 de março, teve início a janela partidária, apelidada por Débora Santos de “micareta eleitoral”, pois torna possível a mudança de partido, com manutenção de mandato, durante os próximos 30 dias. Um ponto que atrai atenção é a migração de “puxadores de votos”, o que pode desequilibrar a balança para diversos partidos.

Para saber mais, não perca o episódio Expectativa por votação do pacote dos combustíveis e a visão do investidor estrangeiro sobre o Brasil do Frequência Política, disponível a partir de 05 de março de 2022, no Spotify.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.