XP Expert

PIB dos EUA e da Zona do Euro surpreendem no terceiro trimestre em meio aos novos lockdowns. No Brasil, mercado de trabalho dita o ritmo de recuperação

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA 1,30% | 96.582 Pontos

CÂMBIO 0,57% | 5,78/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou em alta de 1,30% nesta quinta-feira aos 96.582 pontos depois de um pregão extremamente volátil. Com isso, o índice interrompeu uma sequência de quatro quedas iniciada na última sexta-feira (23). O resultado foi puxado pelo bom desempenho dos papeis de Petrobras e Vale. O dólar comercial fechou em praticamente em estabilidade aos R$/US$ 5,78. As taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em queda nos vértices de curto e médio prazos. Ajudaram no movimento a melhora do apetite a risco externo e a fala do ministro Paulo Guedes no Congresso. Além disso, o tom mais suave do comunicado do Copom também teve efeito de baixa sobre os vencimentos mais curtos. Os vértices longos se mantiveram estáveis, elevando a inclinação da curva. DI jan/21 fechou em 1,94%; DI jan/23 encerrou em 5,04%; DI jan/25 foi para 6,78%; e DI jan/27 fechou em 7,56%.

No cenário internacional, com a nova onda de infecções na Europa ainda em destaque, a chanceler alemã, Angela Merkel, disse que os líderes da região deveriam ter atuado com maior celeridade para impor restrições mais agressiva e assim ampliando a pressão sobre países europeus que ainda não decretaram o lockdown. Nesta quinta-feira, o Banco Central Europeu indicou que deve promover novos estímulos.  As taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em queda nos vértices de curto e médio prazos. Ajudaram no movimento a melhora do apetite a risco externo e sinais de maior compromisso com a responsabilidade por parte do governo brasileiro, após fala do ministro Paulo Guedes no Congresso. Os vértices longos se mantiveram estáveis, elevando a inclinação da curva. DI jan/21 fechou em 1,94%; DI jan/23 encerrou em 5,04%; DI jan/25 foi para 6,78%; e DI jan/27 fechou em 7,56%.

A quatro dias da eleição nos EUA, o noticiário americano destaca disputas no Judiciário que devem influenciar o resultado da eleição e o período de contagem dos votos. Sobre o tema, clique aqui.

No Congresso, apesar de tensões entre democratas e a Casa Branca, a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, disse que ainda seria possível chegar a um acordo para novo pacote de estímulo após as eleições e antes de 2021.

No Brasil, a fala de Bolsonaro animou os defensores da nova CPMF. O presidente disse que o imposto digital, rechaçado por ele mesmo, poderia até ser criado se fosse para substituir outros. Paulo Guedes ataca Rogério Marinho e Febraban, em discurso na Câmara, e expõe elevado nível de tensão no governo entre as alas desenvolvimentista e fiscalista, em meio ao impasse sobre o financiamento do Renda Brasil.

Na economia, o governo deve apresentar na próxima quarta-feira a ideia de um benefício para 256 mil trabalhadores que perderam o emprego na pandemia e não tiveram direito ao seguro-desemprego e nem conseguiram acesso ao auxílio emergencial. Além disso, o Banco Central anunciou ontem a aprovação de novas funcionalidades ligadas ao Pix. Na frente de dados econômicos, o Novo Caged apontou para a criação de 311,5 mil novas vagas de trabalho no mercado de trabalho formal brasileiro.

Na agenda de indicadores internacionais, as estimativas do PIB da França, Itália, Espanha e Alemanha vieram acima do previsto. Nos Estados Unidos, o PIB também superou as expectativas ao crescer 7,4% de julho a setembro em relação aos três meses anteriores. Na agenda doméstica, destaques será a Pnad Contínua e os números do setor público consolidado de setembro.

Pelo lado das empresas, iniciamos a cobertura das ações da Ânima (ANIM3) com uma recomendação de COMPRA e preço-alvo de R$ 41,70 por ação para o final de 2021. Temos recomendação de compra para as ações da Ânima porque, apesar do setor de educação superior ser um dos mais afetados pelos efeitos da pandemia, a Ânima apresentou um desempenho mais resiliente em comparação aos seus pares. Enxergamos uma melhora potencial dos resultados baseado no aumento de margens, no potencial que as vagas de medicina podem trazer de valor à companhia além da oportunidade do crescimento pela via inorgânica (M&A). Para conferir o relatório completo, clique aqui.

Iniciamos também a cobertura das ações da Priner (PRNR3) com uma recomendação de COMPRA e preço-alvo de R$ 13,40 por ação para o final de 2021. Temos recomendação de Compra, porque com os recursos captados no IPO realizado em fevereiro de 2020 a Priner está capitalizada e pronta para acelerar o seu crescimento. Apesar do setor de manutenção industrial estar sofrendo por conta da pandemia, a Priner é hoje a 2ª maior empresa do setor (mesmo com apenas ~5% de participação) e possui vantagens competitivas que a credenciam como a consolidadora natural desse mercado.

As Lojas Americanas e a B2W reportaram novamente fortes resultados no terceiro trimestre de 2020 3T20. As vendas do Universo Americanas (faturamento combinado da Lojas Americanas e da B2W) cresceram 31% A/A (vs. +24,8% A/A no 2Q20), principalmente puxado pela B2W. Os números vieram em linha com nossas estimativas para LASA mas vieram acima na B2W e, portanto, esperamos uma reação positiva do mercado. Nós mantemos nossa recomendação de Compra para as ações da Lojas Americanas (LAME4), com um preço alvo de R$ 44,00 por ação no final de 2020. Nós também mantemos nossa recomendação Neutra para as ações da B2W (BTOW3), com um preço alvo de R$135,0 por ação no final de 2020. Clique aqui para conferir o conteúdo completo.

Do lado das commodities, os preços de celulose de fibra curta na China tiveram alta na semana (+US$3,5/t), para US$455,42/t. No longo prazo, acreditamos que os níveis de preço atuais não sejam sustentáveis, na medida em que se encontram há muito tempo abaixo do custo marginal (~US$500/t, em nossa opinião). Adicionalmente, esperamos que uma recuperação da demanda na China seja gatilho para um movimento de recomposição de estoques.

Tópicos do dia

Agenda de Resultados

Irani (RANI3): Após o fechamento
Copasa (CSMG3): Após o fechamento
Temporada de resultados do 3º trimestre – o que esperar?
Calendário de resultados do 3T20

Para ler mais conteúdos, clique aqui.

Internacional

  1. Política internacional: Covid-19 e eleições americanas em foco
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Ânima (ANIM3): Iniciamos cobertura com recomendação de COMPRA
  2. Priner (PRNR3): Iniciamos cobertura com recomendação de COMPRA
  3. Lojas Americanas e B2W (LAME4 / BTOW3): sólidos resultados no 3T20 – ter tudo, toda hora e em qualquer lugar está valendo a pena
  4. CTEEP (TRPL4): Resultados do 3T20  
  5. Papel & Celulose: Alta no preço da celulose de fibra curta na China
  6. Itaú (ITUB4): Sucessão do Presidente


Veja todos os detalhes

Internacional

Política internacional: Covid-19 e eleições americanas em foco

  • Com a nova onda de infecções na Europa ainda em destaque,  chanceler alemã, Angela Merkel, disse que líderes da região deviam ter atuado com maior celeridade para impor restrições mais agressiva, assim ampliando a pressão sobre países europeus que ainda não decretaram o lockdown. O Banco Central Europeu indicou que deve promover novos estímulos;
  • A quatro dias da eleição nos EUA, o noticiário americano destaca disputas no Judiciário que devem influenciar o resultado da eleição e o período de contagem dos votos (Veja mais sobre o tema em nosso relatório semanal);
  • Por exemplo, nas últimas semanas, a Suprema Corte permitiu a extensão do prazo para chegada dos votos por correio na Pensilvânia (até 6 de novembro) e Carolina do Norte (até 12 de novembro), mas rejeitou extensão do prazo para Wisconsin – ou seja, os votos que cheguem por correio após 3 de novembro no estado não serão contados. Republicanos apresentam recursos para alterar decisões de extensões do prazo para chegada dos votos. Em meio a registro de atrasos nos correios, o tema gera preocupação entre democratas, cujos eleitores são mais propensos a votar desse modo;
  • No Congresso, apesar de tensões entre democratas e a Casa Branca, a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, disse que ainda seria possível chegar a um acordo para novo pacote de estímulo após as eleições, mas antes de 2021.

Empresas

Ânima (ANIM3): Iniciamos cobertura com recomendação de COMPRA

  • Iniciamos a cobertura das ações da Ânima (ANIM3) com uma recomendação de COMPRA e preço-alvo de R$41,7 por ação para o final de 2021. Por que nós estamos otimistas? Por conta de uma combinação de fatores, sendo os quatro principais:
    • A estratégia da companhia com foco na alta qualidade das suas marcas e cursos vem proporcionando importantes resultados: aumento do ticket médio, aumento da base de alunos atestando a forte resiliência do modelo de negócios da companhia (mesmo em um cenário atualmente adverso para o setor),  melhor comportamento do contas a receber em comparação às demais companhias;
    • Oportunidade de expansão das margens sustentada pelo processo de maturação do seu relativamente novo modelo de acadêmico híbrido, maior ticket médio (precificação e mix de cursos, com destaque no aumento da participação de cursos de medicina no seu portfólio) e maior controle de gastos;
    • Oportunidades de aquisição (inclusive com uma opcionalidade transformacional): diferentemente de companhias maiores (como Cogna e YDUQS), aquisições possuem um forte impacto nos resultados da companhia, a qual tem como foco marcas de maior qualidade (além de vagas em medicina) e vem executando esta estratégia de aquisições  desde a sua oferta de ações no início de 2020. O processo pode ser acelerado caso a aquisição da Laureate seja confirmada;
    • Vagas em medicina subavaliadas: a empresa tem potencial para ter aproximadamente 1500 vagas em medicina que, se fossem precificadas de acordo com os recentes valores pagos nas operações de aquisição no segmento (R$2,0M/vaga), pode representar um valor de R$2,9B apenas para essa vertical de atuação e, atualmente, o valor de mercado da companhia gira em torno deste valor;
  • Para conferir o relatório completo, clique aqui.

Priner (PRNR3): Iniciamos cobertura com recomendação de COMPRA

  • Iniciamos a cobertura das ações da Priner (PRNR3) com uma recomendação de COMPRA e preço-alvo de R$13,4 por ação para o final de 2021;
  • Por que nós estamos otimistas? Por dois motivos principais: 1) resiliência da empresa e, 2) oportunidade de crescimento que ela tem pela frente;
    • Resiliência da empresa: Entre 2015 e 2019, a receita líquida da Priner cresceu anualmente 19,5%. Importante ressaltar que neste mesmo período, o Brasil teve uma fortíssima queda no PIB, principalmente entre 2015 e 2016. Ou seja, a empresa foi capaz de crescer mesmo diante de condições adversas, mostrando que o negócio em que está inserida não só é resiliente, como vem crescendo.
    • Oportunidade de crescimento: Com os recursos captados no IPO e capitalizada, enxergamos duas frentes importantes de crescimento:
      1. Criação do conceito “One-Stop Shop”: a Priner tem como principal objetivo aumentar o seu portfólio de serviços, de modo a oferecer soluções completas ao seu cliente em um só lugar (One-Stop Shop, na expressão em inglês). Diante disso, a sua principal estratégia de crescimento será através de fusões e aquisições de empresas que prestam serviços que a Priner ainda não atende. Com um amplo portfólio de serviços, a Priner se tornará uma consolidadora natural do mercado;
      1. Expansão orgânica: nós acreditamos – especialmente após o IPO – que a companhia está bem posicionada para aumentar sua participação no setor à medida que ela consiga penetrar o seu portfólio de serviços em novos mercados e indústrias. Importante ressaltar que estudos indicam que o mercado de manutenção industrial poderá crescer 6,8% ao ano em termos nominais (sem levar em conta a inflação) até 2025;
  • Apesar da oportunidade que enxergamos pela frente, as ações da Priner recuam 37% da máxima alcançada no dia 21 de fevereiro de 2020 – quando atingiu R$14,97 – e 6% abaixo do preço no qual ela foi avaliada no IPO (R$ 10,00);
  • Para conferir o relatório completo, clique aqui.

Lojas Americanas e B2W (LAME4 / BTOW3): sólidos resultados no 3T20 – ter tudo, toda hora e em qualquer lugar está valendo a pena

  • Lojas Americanas e B2W reportaram de novo fortes resultados no terceiro trimestre de 2020 3T20. As vendas do Universo Americanas (faturamento combinado da Lojas Americanas e da B2W) cresceram 31% A/A (vs. +24,8% A/A no 2Q20), principalmente puxado pela B2W;
  • Os números vieram em linha com nossas estimativas para LASA mas vieram acima na B2W e, portanto, esperamos uma reação positiva do mercado. Os principais destaques do resultado foram (i) a performance do canal omni, com vendas do O2O (online para offline) crescendo 96,4% A/A e 33% das vendas entregues em 24h, (ii) performance ainda forte do online, com o segmento de mercado sendo um driver importante, e (iii) forte crescimento no número de clientes com mais de um ponto de contato no Universo para 10 milhões vs. 6 milhões no 2T20 e vs. 45 milhões de clientes ativos no Universo Americanas;
  • Diversas iniciativas acontecendo. A LASA lançou seu serviço de assinatura “Americana Mais” nesse trimestre, oferecendo frete grátis, entrega rápida e benefícios em todas suas plataformas (lojas, app, e-commerce) para os clientes. Além disso, a empresa promoveu 30 lives para promover o “live commerce”, atingindo 200 milhões de visualizações. Finalmente, a Ame fortaleceu sua presença no segmento de meios de pagamento, lançando seu cartão digital e estendendo crédito ao consumo através de uma parceria com o Banco do Brasil. Dessa forma, o TPV (volume total de pagamentos) da companhia atingiu R$ 1,1 bilhão nos últimos 30 dias, +225% A/A;
  • Nós mantemos nossa recomendação de Compra para as ações da Lojas Americanas (LAME4), com um preço alvo de R$44,0 por ação no final de 2020. Nós também mantemos nossa recomendação Neutra para as ações da B2W (BTOW3), com um preço alvo de R$135,0 por ação no final de 2020;
  • Clique aqui para conferir o conteúdo completo.

CTEEP (TRPL4): Resultados do 3T20  

  • Em 29 de outubro, a CTEEP anunciou seu resultado do 3T20, com EBITDA ajustado de R$ 668,2mm vindo acima (+15%) da nossa estimativa de R$ 578,9mm, refletindo principalmente os efeitos da revisão tarifária e parcela de ajuste sobre as receitas da companhia;
  • O lucro líquido foi de R$ 400,6mm bem acima da nossa estimativa de R$ 303,6mm, também refletindo o maior resultado operacional da companhia;
  • Adicionalmente, a companhia aprovou uma distribuição de dividendos de R$ 0,5220/ação (2,2% yield). As ações serão negociadas ex-dividendos a partir de 05 de novembro e o pagamento será feito em 12 de novembro;
  • Os resultados do 3T20 da CTEEP reforçam a estabilidade e resiliência do segmento de transmissão de energia. Por outro lado, acreditamos que tal estabilidade já está precificada, e mantemos nossa recomendação Neutra na CTEEP, com preço-alvo de R$ 23/ação.  

Papel & Celulose: Alta no preço da celulose de fibra curta na China

  • Os preços da celulose de fibra curta tiveram alta na semana (+US$3,5/t), para US$455,42/t. No longo prazo, acreditamos que os níveis de preço atuais não sejam sustentáveis, na medida em que se encontram há muito tempo abaixo do custo marginal (~US$500/t, em nossa opinião). Adicionalmente, esperamos que uma recuperação da demanda na China seja gatilho para um movimento de recomposição de estoques.

Itaú (ITUB4): Sucessão do Presidente

  • O Itaú anunciou ontem que Milton Maluhy Filho, CFO, sucederia Candido Bracher na presidência;
  • Embora a sucessão em si fosse muito esperada como um processo regular, não houve consenso sobre quem iria suceder o Sr. Bracher entre os quatro vice-presidentes: i) Caio Ibrahim David, chefe de atacado; ii) Márcio de Andrade Schettini, chefe do banco de varejo; iii) André Sapoznik, chefe de tecnologia; e iv) Milton Maluhy Filho, Diretor Financeiro;
  • O Sr. Maluhy é jovem e já veterano no banco e conhecido como executivo no mercado. Sócia desde 2011 e funcionária desde 2003, Maluhy acumulou funções nos segmentos de atacado, comercial, produtos e operações do Itaú. Mais notavelmente, o Sr. Maluhy liderou a Rede, unidade de aquisição do Itaú, e o Corpbanca, empresa associada chilena / colombiana do Itaú. No entanto, Maluhy é o candidato mais jovem com 44 anos com um mandato potencial de 18 anos como CEO;
  • Nossa opinião é neutra, pois o movimento era antecipado, e os quatro candidatos tinham ampla experiência em diferentes áreas do banco.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.