XP Expert

🌎 RADAR GLOBAL: IPO do Robinhood

IPO otimista, desafios do Zoom e atraso elétrico

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Inscreva-se em nosso Radar

MACRO

Mercados globais amanhecem levemente positivos (EUA +0,5% e Europa +0,4%) após a venda generalizada de ontem, que ocasionou o pior dia para o índice Dow Jones no ano ao passo que investidores reduziram sua exposição a nomes cíclicos e mais afetados pela pandemia com o avanço da variante Delta. Os juros de 10 anos americanos amanhecem em 1,17% (-33% desde março) com sentimento de aversão ao risco levando o fluxo de ações para renda fixa. O Bitcoin (-3,8%) negocia abaixo dos US$ 30 mil pela 1ª vez desde janeiro.

Coronavírus: Ontem foram suspensas todas as medidas de restrição e isolamento social do Reino Unido, incluindo a obrigatoriedade do uso de máscaras. Eventos incluindo shows e jogos esportivos poderão operar em capacidade total. A reabertura será um teste para o país que já conta com 53% da pop. completamente vacinada e 68% parcialmente imunizada.

EMPRESAS

Temporada de resultados do 1T21 nos EUA – Ontem: IBM. Hoje: Netflix, Volvo e United Airlines. Amanhã: Johnson & Johnson, SAP, ASML, Coca-Cola, Verizon, Nasdaq.

IBM surpreende em faturamento e lucro: A gigante de tecnologia reportou uma receita de US$ 18,7bi vs. US$18,3bi esperados pelo consenso; o lucro líquido da companhia foi de US$ 2,1bi vs. US$ 2bi projetados pelos analistas, gerando um LPA de US$2,33. Para o fim do ano, a empresa manteve expectativas de uma geração de fluxo de caixa livre ajustado entre US$ 11-12bi. Ações subiram +3,5% no after market.

IPO do Robinhood: A corretora digital americana busca levantar US$ 2,3bi com uma oferta pública de 55 mil ações na Nasdaq, o que atribui à empresa um valor total de US$ 35bi. De acordo com um documento publicado pela SEC (CVM americana), as ações da seriam precificadas em torno de US$ 38 a US$ 42. Se bem sucedido, o atual valor de US$ 35bi representaria um aumento de +300% contra o valuation anterior, estabelecido em uma rodada de investimentos privada em setembro de 2020, de US$ 11,7bi.

Valuation esticado? O preço estipulado pela fintech supera os US$26bi pagos pela Charles Schwab na aquisição da TD Ameritrade (uma das maiores corretoras online dos EUA) em outubro de 2020. Fazendo um comparativo entre as corretoras, em termos de ativos sob gestão, hoje a TD Ameritrade possui US$ 1,3tri vs. US$ 80bi do Robinhood. Falando em investimentos, o valor médio investido por conta na Robinhood é de apenas US$ 3,5 mil contra US$ 110 mil na concorrente.

Aposta nas novas gerações: Um dos fatores que poderiam justificar o valuation atribuido ao Robinhood é o potencial de crescimento futuro. Em número de usuários, o Robinhood já supera a TD Ameritrade (18 milhões vs. 11 milhões), porém, devido a diferença de investimento médio por conta entre as duas, este dado isolado, não justificaria o preço. No entanto, comparando a média de idade entre os usuários de ambas as corretoras, o Robinhood é mais jovem, com uma média de 31 anos vs. 49 da TD Ameritrade, de acordo com o Marketwach. Tendo em vista essa juventude presente na plataforma da fintech, investidores podem apostar no crescimento futuro, baseando-se na retenção destes clientes ao longo dos anos e em um eventual aumento de poder aquisitivo da classe, que poderia ser convertido em receitas para a empresa.

Zoom + Five9: mercado endereçável passa de US$ 62bi para US$ 86bi.

O novo normal: O Zoom anunciou planos de adquirir a Five9 por US$ 14,7bi. Se a operação se consolidar, marcará a 2ª maior compra do setor de tecnologia de 2021, atrás apenas da aquisição da Nuance pela Microsoft, por US$ 16bi. O movimento da plataforma de videoconferências busca assegurar que o negócio continue se expandindo num mundo que substituiu as reuniões presenciais corporativas por conferências remotas.

Os desafios: Em um mundo que agora luta pela reabertura econômica, o Zoom terá dificuldade para reter sua base de ~500 mil clientes, sendo que 50% destes foram adquiridos nos últimos 12 meses; portanto, com a Five9, passa a incluir serviços de contact center, expandindo as opções oferecidas por sua plataforma. Do lado positivo: Novas preocupações com a variante Delta do COVID-19, bem como uma mudança cultural relevante sobre o trabalho remoto, são fatores que reforçam o crescimento do mercado de videoconferências.

Atraso elétrico: A startup Rivian, que recebeu um aporte de US$ 700 milhões da Amazon e US$ 500 milhões da Ford, deve atrasar em mais de 1 mês o lançamento de seu primeiro veículo elétrico por conta de problemas na cadeia de suprimentos: leia-se “escassez de chips”. As entregas do R1T, que aconteceriam em julho agora estão previstas para setembro. Apesar das dificuldades, a startup tem o objetivo de lançar seu IPO ainda este ano, avaliado, até o momento, em US$ 70bi. Focada em carros maiores, como picapes e SUVs, a empresa busca competir com o Cybertruck da Tesla e aposta na durabilidade de suas baterias que poderão oferecer 640km+ de autonomia nos melhores modelos.

ANÁLISES

Fonte: Goldman Sachs

Cicatrizes pós-pandemia: A pandemia afetou severamente a cadeia de suprimentos mundial, causando um desbalanço entre oferta e demanda. Como resultado, muitas commodities apreciaram desde a pandemia devido à escassez global estabelecida. O gráfico acima, publicado pelo Goldman Sachs, mostra que algumas commodities poderão ainda estar em falta em relação à demanda projetada para o ano de 2021. Dentre os maiores déficits estão gás europeu, petróleo e algodão, com saldos negativos de ~-2%, ~-1,5% e ~-1,2%. Todavia, membros da OPEC+, ontem, entraram em acordo sobre a produção de petróleo, que será expandida em 400 mil barris/dia, o que pode reverter o cenário de escassez apresentado pela commodity. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.