XP Expert

Ações da Didi disparam após relatório apontar que reguladores estão encerrando investigações – 🌎Radar Global

Desdobramento das ações da Amazon, contratações do Citigroup no setor de tecnologia e ações da Didi disparam com flexibilização regulatória.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem negativos (EUA -0,7% e Europa -0,6%) após aumento acima do esperado de 50 pontos-base na taxa de juros da Austrália aumentar a preocupação com uma possível aceleração do aperto da política monetária global. Nos EUA, o foco fica por conta dos dados da inflação ao consumidor, que serão divulgados na sexta-feira. Na Europa, investidores aguardam a decisão de política monetária e o pronunciamento da Christine Lagarde, presidente do BCE, nesta quinta-feira. Na China, o índice de Hang Seng (-0,6%) encerra em baixa à medida que os casos da Covid-19 aumentam em Xangai após começo da flexibilização gradual das restrições. Desde o início do mês, 98 novos casos já foram registrados e o governo local já está em alerta.

Coronavírus: Pfizer anunciou que investirá US$ 120 milhões para ampliar a produção de seu medicamento Paxlovid, que trata pacientes contaminados com a Covid-19, à medida que a demanda aumenta. O número de infecções nos EUA segue em tendência de alta e o governo Biden incentiva o uso do medicamento por parte da população e distribui o mesmo gratuitamente.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Ações da Amazon (NASDAQ: AMZN, BDR: AMZO34) sobem com desdobramento: Nesta segunda-feira, o desdobramento de 1 para 20 ações da gigante de tecnologia entrou em vigor e suas ações fecharam em alta de +2%. Embora o desdobramento não altere os fundamentos da empresa e nem gera valor direto aos acionistas, ele acaba aumentando a acessibilidade do ativo aos investidores de varejo. Como resultado, esta classe de investidores, que costuma negociar valores menores, consegue alocar uma fatia maior de capital na companhia. Segundo pesquisa do Bank of America, o desdobramento de ações possui um efeito positivo historicamente, catalisando um retorno em média de +25% no ano subsequente.

O movimento proporciona um certo alívio para as ações da Amazon, que assim como todo o setor de tecnologia vem sofrendo com a perspectiva mais contracionista do Federal Reserve e a alta de juros nos EUA. Ainda assim, apesar do fraco desempenho recente, os analistas de Wall Street permanecem positivos sobre as perspectivas da Amazon, já que cerca de 95% dos analistas monitorados pela Bloomberg recomendam a compra das ações, dadas as perspectivas de crescimento de longo prazo no varejo online e de computação em nuvem. Em comparação com os 56 analistas positivos, há apenas uma empresa possui recomendação neutra e duas defendem a venda. O preço-alvo médio dos analistas aponta para uma alta de mais de 40%.

Citigroup (NYSE: C, BDR: CTGP34) acelera contratações no segmento de tecnologia: O banco americano planeja contratar mais de 4.000 funcionários de tecnologia para ajudar a digitalizar seus serviços para clientes institucionais após a pandemia. Mais de 1.000 novos funcionários se juntarão à equipe de tecnologia de mercados como parte de uma estratégia de crescimento agressiva, segundo Jonathan Lofthouse, chefe de mercados e tecnologia de risco corporativo. “Estamos tentando digitalizar o máximo possível da experiência de nossos clientes, frente e verso, e modernizar nossa tecnologia”, disse ele. Lofthouse ainda complementou pontuando que empresas que conseguirem digitalizar mais rapidamente vão criar uma vantagem competitiva.

O setor de bancos como um todo está atualizando suas plataformas obsoletas de tecnologia para disponibilizar serviços remotamente para clientes e funcionários. Investidores estão acompanhando de perto toda esta transformação para aferir se, de fato, todo este investimento potencializará os retornos. No Citi, o diretor financeiro Mark Mason disse em março que aumentou os gastos com tecnologia em 10%, para US$ 10 bilhões no ano passado. Além disso, o CEO do JPMorgan Chase, Jamie Dimon, disse no mês passado que o banco também acelerará o ritmo de inovação para poder competir com todas as fintechs e empresas de tecnologia, que emergiram como rivais do setor bancário.

Ações da Didi disparam após relatório apontar que reguladores estão encerrando investigações: As ações da gigante chinesa Didi subiram mais de 50% nas negociações durante o pré-mercado nos EUA nesta segunda-feira, depois que o Wall Street Journal informou que reguladores na China estão concluindo investigações sobre a empresa. A reportagem disse que as autoridades irão suspender a proibição prevenindo a Didi de adicionar novos usuários em sua plataforma já na próxima semana e permitirão que o aplicativo da empresa seja disponibilizado novamente nas lojas de aplicativos domésticas. Este marca o mais recente sinal de que Pequim está buscando amenizar parte do escrutínio regulatório sobre as empresas de tecnologia e estimular a atividade econômica local.

Os aplicativos foram removidos em julho passado, quando as autoridades chinesas abriram uma investigação de segurança de dados da Didi, citando razões de segurança nacional. As autoridades chinesas, juntamente com o CAC (Administração do Ciberespaço da China), informaram a Didi e as outras duas empresas sobre os planos de encerrar as investigações em uma reunião na semana passada, informou o jornal. Espera-se que Didi enfrente uma multa grande, enquanto a Full Truck Alliance e Kanzhun, que também estavam sob investigação, enfrentarão outras menores, disse o Journal. As ações da Didi caíram cerca de 85% desde o preço da IPO de US$ 14. Além disso, vale lembrar que a gigante chinesa disse em dezembro que sairá da Bolsa de Valores de Nova York e buscará a listagem em Hong Kong.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

Número de vagas de trabalho nos Estados Unidos apresenta uma leve queda: O gráfico acima, do Goldman Sachs, mostra que em abril ouve uma leve queda de número de vagas de emprego em aberto, para cerca de 11,4 milhões, contudo, ainda é um número bastante elevado. Em um relatório publicado, o banco afirma que o superaquecimento do mercado de trabalho é o problema central que o Federal Reserve terá que resolver para reduzir a inflação. Além disso, desacelerar o crescimento salarial a um ritmo compatível com a meta exigirá uma redução substancial da lacuna entre empregos e trabalhadores, em grande parte através da redução da demanda por mão de obra, o que provavelmente ocasionará um crescimento abaixo do potencial, mas não uma recessão. Além disso, ainda de acordo com o Goldman o nível de vagas está elevado em relação à demanda subjacente, e dois dos maiores empregadores dos EUA, Walmart (NYSE: WMT, BDR: WALM34) e Amazon (NASDAQ: AMZN, BDR: AMZO34), disseram recentemente que o forte crescimento da demanda e que a ausência de trabalhadores os levaram a superestimar suas necessidades de contratação. Se mais empresas chegarem à mesma conclusão, as vagas em aberto poderão se normalizar parcialmente por conta própria. Nesse caso, uma desaceleração mais limitada do crescimento seria suficiente para reduzir a demanda total de trabalho o suficiente para trazer o mercado de trabalho de volta ao equilíbrio.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.