Resumo Semanal de FIIs – 16/10

Saiba todos os acontecimentos da semana no universo de FIIs


Compartilhar:


Panorama da Semana

O IFIX, índice de fundos imobiliários, fechou a semana em alta de 0,32%, após a alta de 0,24% na semana passada, impulsionada positivamente pelos fundos imobiliários do segmento de recebíveis e negativamente pelos fundos imobiliários do segmento de ativos logísticos. Sobre os índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou a performance de 0,37%, XPFT de 0,43% e XPFP de 0,19%.

No cenário internacional, o aumento de novos casos de COVID-19 em alguns países da Europa, impuseram restrições em suas fronteiras novamente, o que parece ser o principal risco para nosso cenário de retomada da economia global.

Entre os indicadores do Brasil, os dados recentes têm mostrado retomada mais forte da economia este ano do que inicialmente projetado e alguma pressão de curto prazo na inflação ao consumidor. É esperado que as vendas do varejo continuem em alta nos próximos meses, puxando o desempenho da indústria. No entanto, é importante ressaltar que o desempenho pode ser impactado negativamente com a redução do valor do auxílio emergencial e aumento nos preços dos alimentos.

No âmbito do crédito imobiliário, a CAIXA anunciou nessa semana redução da taxa mínima do financiamento na modalidade om juros e Taxa Referencial (TR) de 6,5% para 6,25% + TR ao ano. Essa redução possibilita uma queda de até 25% na parcela inicial do financiamento.


Radar de Mercado

GRLV11: o imóvel do Fundo foi avaliado a mercado pela empresa Cushman & Wakefield, resultando em valor 3,21% superior ao valor contábil do referido imóvel, o que totaliza variação positiva de aproximadamente 3,13% no valor patrimonial da cota do Fundo.

TRXF11: O fundo aprovou a quarta emissão de cotas que visa levantar o montante de R$380 milhões em uma oferta CVM 400 pelo preço unitário da cota de R$101,2/cota (incluindo os custos de distribuição), levemente superior ao preço de fechamento de R$99,9/cota no dia 09/10. No entanto, o preço de emissão poderá ser atualizado e divulgado por meio de um fato relevante até o quinto dia útil do período de exercício de direito de preferência.

EDFO11B: Foi renovado o Contrato de Locação Para Fins Não Residenciais  com a Supplier Administradora de Cartões de Crédito S.A., tendo como objeto o 14º andar e 06 vagas indeterminadas de estacionamento do Edifício Ourinvest, situado na Avenida Paulista nº 1.728, pelo prazo adicional de 04 anos, a contar de 10 de setembro de 2020.

JSRE11: Após a divulgação, em 6 de outubro de 2020, do edital de convocação e Proposta da Administração para a Assembleia Geral de Cotistas do Fundo, marcada para o dia 22 de outubro de 2020 às 10h, cuja ordem do dia é deliberar sobre a emissão e oferta pública de distribuição das cotas da 8ª emissão do Fundo.

VINO11: Foi encerrada, em 09 de outubro de 2020, a oferta pública de distribuição primária de cotas da 5ª emissão do Fundo, todas com preço de emissão de R$ 55,00 por Nova Cota, observado que o Valor da Nova Cota não considera a Taxa de Distribuição Primária, no valor de R$ 1,92 por Nova Cota, de modo que somando-se ao Valor da Nova Cota a Taxa de Distribuição Primária, perfaz-se o valor de R$ 56,92  por Nova Cota, distribuídas com esforços restritos de colocação.

VINO11: O Fundo interrompeu as tratativas para aquisição dos ativos Souza Aranha, Ed. Porto Alegre e Palácio da Agricultura, que estavam presentes na destinação de recursos da 5ª emissão de cotas do Fundo, em função da captação da oferta não ter atingido o montante base, sendo o valor captado insuficiente para realizar a aquisição dos ativos.

RBFF11: Foi formalizado Ato do Administrador, por meio do qual o Administrador aprovou a realização da 3ª emissão de cotas do Fundo, em série única (“3ª Emissão”), bem como a realização da oferta pública de distribuição de cotas da 3ª Emissão.

HGRE11: O fundo assinou a Escritura de Venda e Compra para a alienação da totalidade do Edifício Verbo Divino, localizado à Rua Verbo Divino, 1661 – São Paulo/SP e 20.099 (vinte mil e noventa e nove) Certificados de Potencial Adicional Construtivo (“CEPACs”) que estão vinculados ao terreno do Imóvel.

VISC11: O Fundo assinou instrumento vinculante para a aquisição de fração imobiliária de 20,00% do empreendimento original, 5,84% da Expansão Academia e 13,14% da Expansão VIII do Ribeirão Shopping, localizado em Ribeirão Preto, São Paulo. Essa participação equivale a 15,35% da área bruta locável, o valor total da Aquisição será de R$ 150.600.000,00.

HLOG11: firmou Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda e Outras Avenças, para a aquisição da totalidade do galpão localizado na Rua Costa Barros, nº 3.089, Bairro Vila Prudente, cidade e Estado de São Paulo. O valor da transação é de R$ 49.500.000,00.

RBVA11:  Informa aos cotistas do Fundo e ao mercado em geral, que 8 processos judiciais – dos 28 processos ajuizados pelo Banco Santander (Brasil) S.A. em face do Fundo – tiveram o seu mérito apreciado e foram julgados totalmente improcedentes na primeira instância do Tribunal de Justiça de São Paulo. A Locatária poderá recorrer das decisões acima mencionadas.

JSRE11: Visando não impactar na participação dos Cotistas na assembleia geral de cotistas convocada para o dia 22 de outubro de 2020 às 10h poderão ser enviadas ao Administrador, para os endereços nele informados, as manifestações de votos assinadas digitalmente ou eletronicamente ou através de certificado digital sem a necessidade de reconhecimento de firma ou abono bancário, desde que seja encaminhada, junto à manifestação de voto, cópia simples e digitalizada de documento legal de identificação no qual conste a assinatura do Cotista.

TRNT11: A Administradora recebeu uma notificação da CHS AGRONEGÓCIO – INDÚSTRIA E COMERCIO LTDA., informando a sua intenção de rescindir o contrato de locação firmado com o Fundo. Com a possível saída da Locatária, a ocupação total dos imóveis do Fundo terá como vacância projetada o valor de 50,98%.

TRNT11: o Fundo não recebeu de algumas de suas locatárias o pagamento do aluguel, referente ao mês de setembro/2020 com vencimento em outubro/2020. Desta forma, a receita do Fundo foi impactada negativamente em9,71% e a distribuição de rendimentos foi impactada negativamente em R$ 0,07 por cota. O Fundo recebeu os valores referentes a determinados aluguéis que estavam em situação de inadimplência referente a competência de agosto. Desta forma, a receita do Fundo referente a competência de setembro foi impactada positivamente em2,90% e a distribuição de rendimentos foi impactada positivamente em R$ 0,02 (dois centavos) por cota. Portanto, foi impactada negativamente em R$ 0,05 (cinco centavos) por cota.

RBLG11: A Administradora realizou a 2ª Emissão de Cotas do RBLG11 para os investidores, por meio da 1ª Chamada de Capital deverão ser integralizadas 118.100 cotas A, perfazendo o valor total de R$ 11.810.000,00, os quais correspondem à 33,33% das cotas subscritas do RBLG11 no âmbito da 2ª emissão de cotas do RBLG11.  A liquidação da 1ª Chamada de Capital está prevista para ocorrer no dia 16 de outubro de 2020.

GRLV11: Visando à venda da totalidade da participação do Fundo no empreendimento denominado “GR Louveira”, a Administradora foi autorizada a efetivar a venda pelo melhor preço e condições de pagamento ofertados, com a consequente liquidação do Fundo, desde que o valor mínimo de venda de R$ 150.000.000,00 (cento e cinquenta milhões de reais).

Carteira Recomendada

Desempenho Semanal

Fonte: XP Investimentos, Economatica e Bloomberg
* Os fundos imobiliários em destaque se encontram restritos por recomendação do Compliance

Últimos Materiais Publicados

Opinião Consolidada dos Gestores de FIIs e FIPs-IE | Outubro 2020

Confira como ter acesso aos comentários sobre dezenas de Fundos Imobiliários e Fundos em Participação de Infraestrutura em um só documento e como você nunca viu: tudo resumido pelos próprios gestores

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.