XP Expert

Seleção de Fundos XP: Renda Variável Brasil

Quer descobrir mais sobre a classe, a tese e alternativas de investimentos? Conheça o Seleção de Fundos XP, versão: Renda Variável Brasil.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
  • Seleção de Fundos XP: uma lista mensal de fundos escolhidos a dedo pelo nossos time de analistas, pautados por critérios como histórico e confiabilidade da gestora, desempenho e capacidade de adicionar retornos consistentes e diversificação aos seus investimentos
  • Como o conteúdo ajuda a tomar uma decisão? A cada mês analisamos o panorama, o pano de fundo atual, para uma classe de ativos específica e porquê você deveria investir ou não investir nos fundos dessa classe

Os ativos brasileiros seguem muito baratos, negociando com um forte desconto em relação às médias históricas.

Rodrigo Sgavioli, head de Alocações do Research da XP

Em nossas carteiras recomendadas, trazemos indicações de como você pode alocar seus recursos da melhor forma, dentro das particularidades de seu perfil de investidor, indicando quais são os percentuais adequados para investir em cada classe de ativos e até mesmo em cada produto. Você sempre pode contar conosco para compor sua carteira.

Neste relatório exclusivo, o Seleção de Fundos XP, você terá acesso as nossas nossas escolhas de fundos para cada classe de ativos, levando em consideração o cenário atual, as melhores e mais sérias gestoras, a análise dos fundos em si e a capacidade que esses fundos tem de tornar o seu portfólio mais sofisticado e eficiente.

Para tal, se faz necessário entender o Pano de Fundo, ou seja, uma ter visão sobre o cenário atual, para entender como este irá afetar as oportunidades para Renda Variável Brasil.

O que aconteceu até aqui

Desde o início do ano, o Brasil tem se destacado como a melhor bolsa dentre as principais do mundo. Apesar das preocupações quanto ao conflito entre Rússia e Ucrânia, e riscos de uma política monetária mais apertada em meio à disparada de preços de commodities de energia e de alimentos, o Ibovespa subiu +6,2% até maio de 2022 em reais e impressionantes +25% em dólares.

Alguns motivos estão por trás dessa boa performance do Brasil. Os principais são:

1) Altas taxas de juros: o fato do Brasil ter saído na frente em relação ao aumento das taxas de juros – a Selic hoje se encontra em 13,25% e os juros reais futuros (IPCA+) estão em 5,70% – faz com que o Brasil passe a atrair fluxo de investidores para o mercado de renda fixa. Além disso, as altas taxas de juros também ajudam a fortalecer o Real em relação ao Dólar. No ano, o Real já apreciou 7,5%, tendo a 2ª melhor performance entre todas as moedas emergentes;

2) Grande exposição aos setores que investidores querem no momento, que são protegidos em relação à alta da inflação e juros. Esses setores são commodities e bancos, que representam quase 66% da Bolsa brasileira;

3) Valor atrativo: os ativos brasileiros seguem muito baratos, negociando com um forte desconto em relação às médias históricas. A Bolsa brasileira está atualmente negociando a 6,2x Lucro esperado para os próximos 12 meses, um desconto de 47% em relação à média histórica de 11,7x nos últimos 10 anos.

Seguimos otimistas com a bolsa e os ativos brasileiros, mas ressaltamos que em cenários de recessão global, os ativos brasileiros tendem a sofrer também.

Vale destacar que o Brasil também está barato quando comparamos com outros mercados. O P/L do Ibovespa negocia, hoje, com um desconto de -61% em relação ao mesmo indicador do S&P 500, desconto muito maior do que a média histórica de desconto de ao redor -30%. O valuation do Brasil também negocia atualmente com um desconto de -40% em relação ao P/L do Mercados Emergentes, quando ambos os índices tenderam a negociar em patamares similares no passado.

Nesse contexto, o Brasil segue bem no relativo em relação à outros mercados. Seguimos otimistas com a bolsa e os ativos brasileiros, mas ressaltamos que em cenários de recessão global, os ativos brasileiros tendem a sofrer também.

Mais recentemente, nesse mês de junho, as bolsas globais e ativos de risco continuaram sofrendo, e vimos o índice da bolsa americana, o S&P 500, acumulando uma queda de quase 23% no ano. O Ibovespa também não conseguiu se segurar, e também reverteu seus ganhos em 2022, ficando com variação de -4,7% em reais até 17/06/2022, voltando para baixo dos 100 mil pontos.

Para investidores de longo prazo, existem muitas boas oportunidades descontadas e que podem ser exploradas por uma boa gestão ativa.

As fortes correções em ativos de risco foram motivadas, entre outras coisas, pelo aumento de juros e inflação. O Federal Reserve aumentou a taxa básica de juros em +0,75% na sua última reunião em junho, elevando a taxa de juros nos EUA para o intervalo entre 1,5% e 1,75%, e prometeu seguir vigilante e combatendo o cenário inflacionário atual.

Reconhecemos que o cenário doméstico também tem seus desafios, com inflação e taxas de juros elevadas, eleições presidenciais se aproximando, além de medidas e projetos que podem impactar negativamente a política fiscal brasileira. Com isso, acreditamos que, para investidores de longo prazo, existem muitas boas oportunidades descontadas e que podem ser exploradas por uma boa gestão ativa.

Está na hora de comprar?

Com base nesse entendimento acerca do contexto atual e dos seus desafios, montamos a nossa Tese, onde explicamos os fundamentos que guiaram o processo de escolha. Por fim, apontamos nossa Seleção de Fundos XP, com detalhes sobre as gestoras e gráficos com o retorno acumulado do início.

Esse é um conteúdo exclusivo, cliente XP poderá solicitar ao assessor vinculado à sua conta o envio do material.

Assine o Expert Pass e tenha acesso ao Seleção de Fundos XP | Renda Variável Brasil

Conteúdo exclusivo para assinantes
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.