Investir no exterior como uma forma de diversificação – o único almoço grátis em finanças

Na plataforma da XP, apresentamos uma gama de produtos internacionais que podem contribuir para maior eficiência da carteira do investidor


Compartilhar:


“A diversificação é uma estratégia que combina uma variedade de investimentos em um portfólio, o que pode ser feito entre diferentes classes de ativos e também geografias – investindo tanto no mercado local quanto internacional”

Investopedia

As teorias de finanças nos explicam a importância da diversificação, e nós comumente frisamos em publicações: é essencial que o investidor possua diferentes classes de ativo em sua carteira. Como disse Harry Markowitz, criador da teoria moderna do portfólio, a diversificação é o único almoço grátis em finanças.

Para cada um dos perfis de risco (conservador, moderado ou agressivo), existe uma combinação de classes de ativo que é indicada pelos especialistas do time de Alocação da XP, nas carteiras recomendadas. Nesse conjunto, os fundos internacionais estão inseridos como uma importante fonte de diversificação.

E como enxergamos os fundos internacionais diante da “coronacrise”?

Os ativos de risco ao redor do mundo sofreram de modo intenso e generalizado no período inicial da crise, impactando negativamente os fundos de ações no Brasil, os fundos multimercados e também os fundos internacionais.

Agora, apesar da incerteza elevada que ainda permeia as perspectivas de mercado, existe a certeza (como sempre existiu) de que a diversificação exerce papel fundamental na construção de uma carteira e, para o investidor, é um momento oportuno de revisar a combinação das classes de ativo em sua carteira, em linha com as recomendações do nosso time de Alocação. É uma forma de tornar sua carteira de investimentos mais eficiente, melhorando as perspectivas de longo prazo.

Além disso, dado o momento atual, existem oportunidades específicas em estratégias que destacaremos mais adiante nesta publicação.

Investindo nas maiores gestoras do mundo

As gestoras globais distribuídas na plataforma da XP possuem estruturas extremamente robustas e, do ponto de vista de análise de fundos, existem alguns pontos que nos chamam atenção:

  • Volume elevado de ativos sob gestão: em alguns casos, como o de BlackRock, as gestoras possuem mais ativos do que toda a indústria de fundos brasileira.
  • Longo histórico de existência: são empresas que passaram por diversas crises e puderam desenvolver seu negócio ao longo do tempo, criando controles e processos robustos.
  • Equipes numerosas e bastante experientes: na média, o nível de senioridade é elevado tanto para gestores quanto para analistas.
  • Presença global: com profissionais de investimento espalhados ao redor do mundo, as melhores ideias de investimento são compartilhadas entre as equipes.

Em linha com a recomendação de aumento da diversificação do portfólio, destacamos duas oportunidades para investimentos em mercados globais.

1) O mercado de crédito arrojado (high yield) nos EUA oferece taxas bastante atrativas

Uma das consequências da crise atual foi o movimento intenso de venda dos ativos de risco – a chamada busca por liquidez – que, somado às incertezas sobre a saúde financeira das empresas, gerou o aumento das taxas exigidas por ativos de crédito arrojado, sobretudo nos EUA. As taxas, então, passaram a ser negociadas em níveis bastante elevados, se comparados à média histórica, de forma que hoje representa uma oportunidade atrativa, como a equipe de Alocação destacou em 7 razões para investir em high yield bonds.

Na plataforma da XP, o fundo AXA WF US High Yield Bonds Advisory segue estratégia de investimento em crédito arrojado (high yield) com foco nos EUA. O seu portfólio contém tipicamente entre 220 e 250 títulos, de mais de 150 emissores, com posições que variam 0,2% e 3,0%, garantindo pulverização para sua carteira (redução do risco de concentração em um ativo específico).

A estratégia é gerida pela AXA Investment Managers, integrante de um dos maiores grupos financeiros do mundo, o AXA Group. Fundada em 1994, de origem francesa e sede em Paris, a empresa tem operações no ramo de Seguros, Serviços Financeiros e Gestão de Recursos.

Com gestão ativa entre os diferentes setores do mercado de crédito high yield americano, a estratégia sofreu com perdas nos ativos de crédito arrojado no mês de março, mas possui hoje perspectiva favorável para se aproveitar dos níveis atrativos das taxas presentes nesse mercado. O fundo disponível na plataforma da XP foi lançado no final de 2019, mas a estratégia internacional apresenta um histórico bem mais longo:

Retorno desde início do AXA WF US High Yield Bonds Fund. Fonte: AXA Investment Managers

Para investir no fundo da AXA, acesse sua página.

2) A diversificação de renda variável com ações globais

No período da crise, após o movimento de quedas expressivas tidas pelos mercados acionários ao redor do mundo, as avaliações das diferentes economias apontam que os mercados terão velocidades de recuperação distintas conforme cada região.

Nesse sentido, a percepção de muitos gestores é de que a economia nos EUA apresenta maior capacidade de realização de política econômica estimulativa, tanto em termos fiscais quanto monetários, o que favorece as condições para o mercado acionário. Além disso, nos EUA, são mais representativas as empresas de tecnologia e saúde, que possuem modelos de negócios mais resilientes diante do atual período.

Em linhas gerais, o investimento em ações globais representa a diversificação da parcela de renda variável do portfólio do investidor, com diversas vantagens, como havíamos apresentado na semana passada.

Como oportunidade, a gestora Wellington Management é uma autoridade mundial em gestão ativa de ações e seu fundo Wellington Ventura está disponível na plataforma da XP. O produto foi lançado recentemente na plataforma, mas a estratégia internacional conta com um longo histórico de retornos consistentes, gerida por uma equipe extremamente experiente e reconhecida mundialmente.

No último dia 23 de abril, um dos representantes da Wellington no Brasil, George Kerr, participou de live organizada pela XP para contar mais sobre a gestora e a estratégia do fundo.

Para investir nos fundos da Wellington, acesse as páginas:
Wellington Ventura Advisory FIA IE (versão sem exposição cambial)
Wellington Ventura Dólar Advisory FIA IE (versão com exposição cambial)

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM