XP Expert

Expert XP 2021: O futuro dos investimentos em criptomoeda

Bitcoin é a criptomoeda mais conhecida no mercado, mas há inúmeros criptoativos. Nesta palestra discutiremos cenários para tal classe de ativos, aplicações e perspectivas desse mercado

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Talvez um dos ativos mais voláteis disponíveis no mercado financeiro, fruto de muitas preocupações, também de lucros e prejuízos, as criptomoedas ainda são desconhecidas por muitos investidores justamente por serem tecnologias ainda incipientes e com um potencial de utilização em aberto para diversas finalidades. Neste painel Expert, nossa estrategista de ações Jennie Li, em conjunto com nossa analista quant Júlia Aquino, entrevistam duas personalidades brasileiras relevantes no mundo de criptoativos – Marcelo Sampaio (CEO da Hashdex) e Reinaldo Rabelo (CEO do Mercado Bitcoin) – para discutir o presente e o futuro das criptomoedas no mundo.

Conheça o Expert Pass XP, tudo sobre investimento em um só lugar com a visão dos maiores Experts do mercado. Retire agora o seu voucher de 30 dias grátis.

Abaixo, você encontra um resumo dos principais pontos:

► Marcelo fala da importância em se considerar as criptomoedas como uma “remuneração”. De fato, estes ativos podem ser utilizados para vários fins, mas eles surgem como forma de remunerar aquelas pessoas ou computadores que fornecem o processamento para o funcionamento de um determinado sistema.

► Reinaldo destaca o comportamento descorrelacionado dos criptoativos na carteira do investidor, dizendo que permitem a diversificação de um portfólio e podem proteger a carteira em momentos de estresse de mercado justamente pelo seu comportamento distante de ativos mais tradicionais. Mas ressalva: À medida que mais investidores, principalmente os institucionais, adentram os aportes em criptoativos, a tendência é que as moedas passem a andar mais em linha com investimentos tradicionais. Entenda mais no nosso relatório 🌎CONEXÃO GLOBAL: Criptomoedas, diversificadores voláteis.

► Marcelo descarta a comparação entre criptos e tulipas, uma alusão comum à Bolha Holandesa das Tulipas (link), dizendo que o Bitcoin já passou por diversas correções e testes, sobrevivendo à todos. No entanto, a moeda não está blindada de novas correções como a recente (-50%) (link), portanto o investidor precisa de estômago para encarar a volatilidade e mirar no longo prazo.

► Em termos de alocação no portfólio, Marcelo recomenda que se inicie com aportes de 0,5% a 1% da carteira para que o investidor comece a entender e se acostumar à volatilidade das moedas, podendo aumentar a exposição dependendo de seu perfil. Na XP recomendamos entre 1% a, no máximo, 5%, caso o apetite por risco seja extremamente alto. O CEO da Hashdex completa: “Ter zero (criptomoedas na carteira) custa muito caro“.

► Os palestrantes discutiram também as possibilidades de uso das criptomoedas no mundo real. Enquanto o Bitcoin se tornou uma reserva de valor e uma potencial moeda de troca para aquisição de bens e serviços, há outros tipos de criptoativos sendo utilizados, à exemplo das NFTs, que garantem que um item digital seja único e incopiável, já sendo utilizado para vender obras de arte, imóveis ou ingressos de shows. Os impactos disso poderiam ser a redução de burocracias e também a coibição da pirataria.

► Em termos de regulação, ambos vêem o crescente interesse dos governos em regular o mercado como positivo, pois afinal mostram um amadurecimento das tecnologias, mas que as notícias circuladas sobre regulações podem ter impactos negativos no curto prazo no preço desses ativos.

► Falando sobre valuation, destacam que não existe um modelo de “consenso”, pois ainda estão se desenvolvendo formas de medir o potencial de apreciação das criptos. No entanto, se utilizado como reserva de valor, o Bitcoin, por exemplo, poderia ser comparado ao ouro: enquanto a cripto possui ~US$ 1tri de capitalização de mercado, o ouro possui US$ 12tri. Ainda há o fator de potencial de expansão do uso da tecnologia: com mais pessoas desenvolvendo usos, a demanda aumentaria.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.