XP Expert

Crise hídrica e transição energética são temas do painel sobre segurança energética

Domingos Andreatta, Secretário Adjunto de Energia Elétrica e José Mauro Ferreira, Secretário Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME discutem junto ao time da XP sobre segurança energética.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Segurança Energética e crise hídrica

“Estamos tomando as medidas necessárias para garantir o suprimento de energia em 2022.”

Domingos Andreatta, Secretário Adjunto de Energia Elétrica.

O Secretário Adjunto de Energia Elétrica, Domingos Andreatta, iniciou sua fala descrevendo o desafio que o setor de energia elétrica enfrenta nesse momento, com a pior afluência da história. No entanto, o Secretário acredita que a diversificação da matriz energética, o sistema de transmissão mais robusto e as medidas tomadas pelo Ministério de Minas e Energia serão suficientes para atravessarmos o período seco deste ano, mesmo no cenário mais pessimista. Dentre as medidas estão: (i) o aumento do despacho térmico desde outubro do ano passado; (ii) redução da vazão de usinas; (iii) campanha para uso consciente da energia elétrica; (iv) publicação de portaria para aquisição de oferta adicional; (v) publicação de portaria de Resposta Voluntária da Demanda, para deslocar a demanda de setores eletrointensivos no mercado livre de energia.

Assine já o Expert Pass

De acordo com o Secretário, o decreto publicado pelo governo para a redução de consumo de energia da administração direta e autarquias foi feito para dar o exemplo de redução de consumo para a população. Enquanto isso, o Ministério de Minas e Energia trabalha na sinalização econômica para a redução voluntária da demandados consumidores livres.

Quando perguntado sobre a possibilidade de blecautes no final do ano por perturbações na rede elétrica, Domingos argumentou que o sistema foi desenhado para suportar cortes de cargas intempestivas, no entanto o período seco aumenta a ocorrência de queimadas que podem abalar o sistema, mas o ONS está monitorando de perto.

Sobre a segurança energética em 2022, o Secretário apontou que há uma incerteza sobre o período chuvoso. Existe uma sinalização de La Niña para o segundo semestre, mas que deve exercer mais influência sobre a região Sul do que no Sudeste e Centro-Oeste. No entanto estão tomando as medidas necessárias para garantir o suprimento de energia em 2022.

Transição Energética

“O Brasil é uma grande potência energética e vem avançando em várias frentes.”

José Mauro Ferreira, Secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME.

O Secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME, José Mauro Ferreira, iniciou sua fala afirmando que o Brasil é uma grande potência energética e vem avançando em várias frentes. Do lado do petróleo, o Brasil vem aumentando sua produção, sendo hoje o sétimo maior produtor do mundo. Além disso, a agenda nessa frente conta com eventos importantes como desinvestimentos de campos onshore e de águas rasas pela Petrobras, leilões de exploração, e o leilão do excedente da cessão onerosa que ocorrerá em dezembro.

Com relação ao gás, a aprovação da nova lei do gás veio para abrir o setor e torna-lo mais competitivo, reduzido preços e beneficiando os consumidores brasileiros. O Secretário espera que o Brasil tenha um grande aumento na produção nos próximos 10 anos. Por fim, do lado dos biocombustíveis, Ferreira reforça que o Brasil é referência no setor, com diferenciais competitivos na produção de etanol.

Quando perguntado sobre o movimento de transição energética, José Mauro afirma o Brasil tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, fruto das energias renováveis e uma matriz de transporte que já é 25% renovável, fruto da utilização de biocombustíveis. Sobre a eletrificação da frota Brasileira, o Secretário entende que é uma tendência, mas ressalta que se a energia for proveniente de fontes não renováveis pode ser questionada. O Brasil tem potencial em bioenergia que deve ser aproveitada.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.