Roger Federer: de um dos maiores campeões no tênis a estreia em Wall Street

Considerado por muitos o maior do mundo no tênis, Roger Federer estreou em Wall Street com o IPO da marca de tênis On Holdings e mostrou suas jogadas no mundo do investimento


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Roger Federer: de um dos maiores campeões no tênis a estreia em Wall Street

Disciplinado e vitorioso. O primeiro tenista a alcançar o maior número de torneios Grand Slams conquistados (20 ao todo), o suíço Roger Federer mostra que não é campeão apenas no saibro, na quadra dura e na grama, mas também nos investimentos. Em 15 de setembro, a empresa On Holdings, da qual é um dos principais investidores e acionistas, levantou US$ 746,4 milhões no IPO em Wall Street, com valorização de 46% das ações na estreia na bolsa.

Ídolo de gerações, Federer é dono de uma fortuna avaliada em quase US$ 90,6 milhões segundo a Forbes. Conheça a história desse megacampeão.

Início da trajetória e vida pessoal do tenista

Roger Federer iniciou sua carreira profissional em 1998 e, apenas dois anos depois, chegou a sua primeira final ATP, na França. O primeiro Grand Slam, contudo, viria em Wimbledon, em 2003, contra Mark Philippoussis. Após a vitória para um adversário que o havia derrotado poucos meses antes, Federer ajoelhou-se nos gramados em agradecimento, demonstrando a postura de humildade que marcou sua carreira.

Casado com uma ex-tenista, é pai de duas duplas de gêmeos, que o acompanham em família em grande parte de seus circuitos. Ao longo dos anos, o atleta sempre se manteve distante de polêmicas e construindo uma figura respeitada, que o tornou desejável para diversos patrocinadores, como Rolex e Nike.

Carreira de Federer no tênis

Após o primeiro de Grand Slam, em 2003, Roger Federer chegou ao topo do ranking da ATP em 2004, mantendo a posição de líder no esporte por 237 semanas consecutivas. Perdeu o posto de número 1 do esporte para Rafael Nadal, conseguiu recuperá-la em 2009, ao vencer o espanhol em Wimbledon, tornando-se o maior vencedor de Grand Slams na história, até aquele momento.

O melhor ano de sua carreira pode ser considerado 2006, quando ganhou 12 títulos simples, 3 Grand Slams e chegou a final de mais um. O título em Roland Garros, um dos mais importantes da carreira de qualquer tenista, viria em 2009, e, junto com Andre Agassi, tornou-se um dos primeiros a vencer 4 Grand Slams em pisos diferentes. Apesar de manter uma carreira sólida ao longo dos anos, contando com algumas graves lesões como uma cirurgia no joelho e uma séria contusão nas costas em 2016, Federer teve um retorno ao topo em 2018, depois de cinco anos fora do primeiro lugar.

roger federer jogando tênis
O suiço Roger Federer é considerado um dos maiores tenistas da história

Este ano de 2017 é considerado, pelo próprio tenista, como “um conto de fadas” porque, mesmo mais velho que a maioria de seus adversários, conseguiu vencer dois Grand Slams, com 52 vitórias em 57 jogos e 7 títulos em 8 finais. Seu vigésimo Grand Slam viria no ano seguinte, aos 36 anos, ao vencer o Australian Open. Com a conquista e outras vitórias no ano, voltou ao posto de número 1 do ranking da ATP, como campeão mais velho da história. Hoje, soma mais de 100 títulos ATP.

Em 2021, mesmo anunciando que estava longe da forma para tornar-se um dos favoritos ao título, ainda assim tornou-se o mais velho a chegar às quartas de final em Wimbledon, mostrando que ainda é um dos maiores do esporte.

De tenista mais bem pago para megainvestidor

A conversão de Federer de atleta espetacular para megainvestidor veio ao término de seu contrato com a Nike em 2018. A parceria durava mais de 20 anos, nos quais o suíço tornara-se o maior tenistas de todos os tempos, com 20 títulos de Grand Slam (marca que foi alcançada por Rafael Nadal e Novak Djokovic apenas nos últimos anos). No momento de realizar a renovação do acordo anual de U$ 10 milhões, não houve entendimento por parte do atleta e da companhia, que contava com outras figuras do tênis, como Serena Williams, Nadal e Maria Sharapova.

Assim, Roger Federer realizou acerto de 10 anos com a Uniqlo, empresa de vestuário esportivo, por U$ 300 milhões, ainda que se aposentasse nesse período. Outro ace de Federer na negociação foi no ponto em que a parceria apenas cobria o uso de roupas, mas não calçados, deixando o atleta livre para estabelecer outro contrato que cobrisse os tênis que usaria. Durante algum tempo, Federer seguiu usando os tênis da Nike, mas logo conheceu a marca On Running. Suíça, como ele, a marca estava ainda em seu início e o atleta, ao invés de se apoiar no patrocínio de uma empresa já conhecida, fez a aposta contrária. Tornou-se sócio da companhia (com participação de cerca de 3%) e seu embaixador global, valendo-se de sua fama para popularizar a, agora, sua empresa também.

O troféu de Federer nos investimentos foi o IPO da On Running, em setembro de 2021, com alta de 46% das ações na estreia em Wall Street, alcançando o valor de U$9 bilhões. Somando todas as transações dos últimos anos, Federer elevou suas participações em mais de 300 milhões de dólares, aos 40 anos.

Além da marca de tênis, Federer também investiu na startup chilena NotCo, que produz alimentos à base de plantas, que em 2021 se tornou novo unicórnio após rodada de investimento liderada pela gestora Tiger Global, de US$ 235 milhões, passando a ser avaliada em mais de US$ 1,5 bilhão.

Se no esporte Federer coleciona títulos, na carreira como investidor está apenas começando e, ao que tudo indica, será repleta de aces.

Assine o Expert Pass e confira as recomendações de investimento na carteira global da XP e veja as opções para diversificar o risco Brasil no seu portfólio.

Conheça o Expert Pass XP, tudo sobre investimento em um só lugar com a visão dos maiores Experts do mercado. Retire agora o seu voucher de 30 dias de garantia.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.