Quando usar a reserva de emergência? Veja a hora certa de utilizar o dinheiro

A reserva de emergência é um dinheiro que deve ser utilizado apenas em algumas situações. Você sabe quando acioná-lo? Confira algumas em que pode ser uma boa ideia utilizá-lo.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Quando usar a reserva de emergência? Veja a hora certa de utilizar o dinheiro

A reserva de emergência é o primeiro passo para quem quer começar a investir. Se você está pensando em investir seu dinheiro, ou não sabe o que fazer com aquele dinheiro que está parado na poupança (e aqui não consideramos a poupança um investimento) a construção de uma reserva deve ser o seu caminho.

Ela deve ser o seu primeiro investimento e deve ser priorizada, pois vai cobrir justamente gastos que são urgentes para você e sua família e que, sem planejamento, poderia faltar quando vocês mais precisam.

Recomenda-se que sua reserva de emergência tenha 6x o valor dos seus gastos essenciais mensais. Ou seja: veja quais são seus gastos fixos por mês e some tudo. Por exemplo, somando todos os seus gastos, o valor final deu R$ 5.000. Portanto, esse é seu gasto mensal.

Então, para sua reserva de emergência, é recomendado você investir, pelo menos, 6 x R$ 5.000 = R$ 30.000.

Mas atenção: mantenha o foco

Ter um dinheiro guardado pode ser uma tentação para muita gente. Mas é preciso manter o foco e lembrar que a reserva de emergência não tem esse nome à toa: ela não deve ser utilizada em qualquer situação.

É preciso entender a diferença entre desejos e necessidades de consumo.

Por exemplo, você não precisa trocar o seu carro – que comprou há dois anos e está em bom estado – apenas porque a montadora lançou um modelo novo com um design mais arrojado. Isso seria um desejo de consumo.

Mas, se o seu carro for roubado e não tiver um seguro contra roubos, vai precisar de um carro novo. Será uma necessidade. E aí, fará sentido acionar sua reserva de emergência.

Esse dinheiro é a melhor maneira de se preparar para imprevistos, que podem acontecer a qualquer momento. Assim, você consegue garantir mais segurança para você e para sua família.

Porém, não adianta nada todo esse esforço para gastar na primeira oportunidade que tiver e que não seja, de fato, uma emergência. Mantenha sempre o foco. Por mais que você queira muito utilizar esse dinheiro, lembre-se que pode precisar dele para algo importante.

Quando utilizar a reserva de emergência?

Bom, como o nome diz, ela deve ser utilizada em casos de emergência. Mas o que seria isso?

Vamos dar alguns exemplos de situações que podem ajudar a esclarecer sobre quando usar a reserva de emergência.

Problemas de saúde

Problemas de saúde muitas vezes são imprevisíveis e podem pegar a gente de surpresa. Nem sempre estamos prontos, tanto emocionalmente quanto financeiramente para encará-los. Mas eles estarão lá.

Seja com você, com um ente querido ou até com o seu pet. Esse pode ser um exemplo para acionar sua reserva de emergência.

Em caso de problemas de saúde nos quais o adoentado não tem convênio médico, ou ainda o convênio não cobre o tipo de doença que ele tem, a reserva de emergência pode ajudar no tratamento.

Não é uma situação legal e ninguém quer passar por isso. Mas é uma preocupação a menos ter esse dinheiro guardado para ajudar em um momento tão delicado.

O carro quebrou

Se o carro da família quebrar e precisar de conserto, pode ser que a reserva de emergência precise ser acionada. Ou também no caso de o carro ser roubado e você precisar comprar outro.

Principalmente em casos em que o carro é o principal meio de locomoção de algum membro da família, é importante estar com o veículo em um bom estado.

A dica aqui é: considere encaixar no seu orçamento mensal um seguro de carro. Pode ser que valha mais a pena pagar um seguro e, em caso de emergências, ele cobrir todo esse valor do que tirar do próprio bolso – ou da sua reserva.

Consertos na casa

Também podem surgir necessidades de consertos em casa. Pode estourar algum cano importante, cair uma árvore no telhado, dar problema na fiação… Enfim, seja lá qual for o problema, não dá para não consertar já que estamos falando da sua própria casa.

Principalmente se for algo que coloque a vida da família em risco, utilize a reserva de emergência para fazer o conserto.

E aqui vale a mesma dica que no tópico anterior: pode ser que valha a pena pagar um seguro residencial para ser utilizado em situações como esta.

Problemas com eletrodomésticos

Também pode acontecer de você ter algum problema com seus eletrodomésticos. Sua geladeira pode parar de gelar. Ou a máquina de lavar pode queimar.

Nesses casos, poderá também contar com uma parte da reserva de emergência para resolver esses problemas pontuais.

Viagens de última hora

Aqui não estamos falando de viagens a lazer, que devem ser planejadas com antecedência e, de preferência, pagas antes da data da viagem. Estamos falando de viagens emergenciais, por exemplo, quando é necessário visitar algum parente doente.

Principalmente esse tipo de viagem, de última hora, costuma ser bem caro. Então é bom ter uma reserva para utilizar nesses momentos.

E na pandemia?

A crise causada pelo coronavírus é um exemplo de como a reserva da emergência é importante. Muitas pessoas se viram sem renda em meio à pandemia. Se esse é o seu caso e você conseguiu guardar uma reserva de emergência ao longo do tempo, pode ser que precise acioná-la.

Ela pode ser utilizada para cobrir os gastos básicos, como contas de água, luz, aluguel e afins, caso você esteja sem renda ou tenha sua renda diminuída por conta da crise. Evite fazer novas dívidas para utilizar a reserva apenas para cobrar os custos essenciais.

Esse dinheiro vai garantir as contas pagas até você encontrar um novo emprego. Em tempos de crise pode ser essencial para a saúde financeira da sua família.

Melhor lugar para investir sua reserva de emergência

E se você pensa que o banco é o melhor lugar para investir sua reserva de emergência, está enganado. Geralmente, eles oferecem produtos com taxas altas e que não têm a melhor rentabilidade.

Aqui na XP Investimentos, temos produtos de Renda Fixa com alta liquidez e com um rendimento seguro.

Abra sua conta e comece agora mesmo sua reserva de emergência com a XP.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.



Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.