XP Expert

Markup: O que é, sua importância e como calcular?

O markup é um índice relacionado ao preço de produtos e serviços oferecidos por uma empresa. Saiba como calculá-lo da maneira mais adequada!

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Markup: O que é, sua importância e como calcular?

Existem alguns métodos para conferir, avaliar e determinar o preço justo e adequado dos produtos ou serviços, e o markup é um desses índices. Inclusive, um dos mais confiáveis. 

O markup tem relação com o preço dos produtos oferecidos. Não por acaso, ele merece total atenção quando o assunto é gestão de negócios, pois qualquer equívoco no processo de precificação pode prejudicar a sua empresa. 

Confira, na sequência, todos os detalhes sobre o que é markup e como utilizá-lo na sua empresa! 

Markup: O que é?

O markup consiste em um índice que tem por objetivo estipular a precificação de determinados produtos e serviços. Ele basicamente representa a diferença de custo entre o preço de venda e o preço de custo de um produto ou mercadoria. 

Na prática, o markup serve para determinar qual é o lucro total ou o lucro bruto diante de uma venda realizada, sendo uma porcentagem sobre o preço de custo e podendo variar de acordo com alguns fatores, como o segmento da empresa, o público-alvo, e o tipo do produto ou serviço oferecido.  

Além disso, o markup depende de informações importantes como: 

  • Margem de lucro pretendida 
  • ​​​Custos fixos e variáveis do negócio 
  • Custos de produção ou aquisição dos produtos 

De maneira geral, quando o markup é positivo, é um sinal de que o seu negócio está obtendo lucro ao vender um produto ou serviço. 

Importância do markup

O Markup é importante porque ajuda a determinar uma precificação justa e correta para os produtos. A partir daí a sua empresa tem condições de cobrar um valor adequado por cada item levando em conta as suas despesas internas. 

Ao adotar o procedimento do markup na gestão empresarial, fica mais fácil entender quais são os detalhes relevantes acerca dos processos operacionais, e como cada fase influencia o produto final oferecido aos clientes. 

Veja algumas vantagens de adotar o markup no seu dia a dia: 

Segurança

O markup é um índice que fornece segurança pois é feito com base em uma fórmula simples e de fácil aplicação, independente do segmento do negócio. 

Ainda que o markup não seja o único método para o procedimento de precificação, ele é um dos mais recomendados pelos economistas, gestores e especialistas financeiros para assegurar o cálculo correto da precificação dos produtos. 

Fácil e acessível

O markup é considerado um dos métodos mais eficientes devido a sua facilidade de usar. Ele também é importante porque permite obter uma visão abrangente de todos os custos que fazem parte de um serviço e podem passar despercebidos. 

Transparência na realização

Com o markup, as empresas estabelecem os preços do produto de maneira mais transparente. Com isso, o lucro não é afetado por gastos exorbitantes ou por receitas menores. 

Além do mais, o markup é um caminho transparente para que a empresa estabeleça preços coerentes com o mercado, de acordo com as suas necessidades e com os seus clientes, sem comprometer a atuação diante da concorrência. 

Markup x Margem de Contribuição

Como dissemos, o markup é um índice multiplicador utilizado para determinar o preço de venda de um produto. 

Por sua vez, a margem de contribuição consiste em um percentual que representa o valor que sobra da receita depois do pagamento dos custos. 

Ambos os índices (markup e margem de contribuição) são valiosos para a precificação de produtos/serviços de um negócio. 

Markup x CMV

Além dos conceitos vistos até aqui, existe o CMV —ou Custo da Mercadoria Vendida. 

O cálculo do CMV também pode ser um recurso para facilitar a precificação do mix de produtos. Porém, diferente do markup, o custo da mercadoria vendida é a soma do que a empresa gasta para comprar, produzir e estocar mercadorias até que estejam aptas para serem vendidas. 

O CMV é composto por alguns elementos importantes: 
 

  • Pagamento dos fornecedores; 
  • Custo do frete; 
  • Incidência de impostos; 
  • Seguros e outros. 

O Custo da Mercadoria Vendida funciona principalmente como uma base de apuração do resultado bruto. Por meio do CMV a empresa possui condições de avaliar se a sua atividade comercial está gerando lucro. 

Como o Markup pode ajudar na precificação de produtos e serviços? 

Um dos benefícios mais evidentes do markup é que qualquer empresa pode usar esse recurso para estabelecer o seu planejamento financeiro

Além disso, o cálculo do markup não é complexo, mas exige conhecimento de todas as despesas internas. 

Qualquer variável ignorada, e/ou despesa esquecida irá influenciar no preço final de um produto. Isso pode impactar de forma negativa a sua rentabilidade. Portanto, preste bem atenção na hora de conferir os dados. 

Como funciona o Markup? 

O markup serve para simplificar e garantir segurança ao processo de precificação de produtos. Para fazer o cálculo do markup, é preciso conhecer os elementos presentes na fórmula do cálculo e entender como fazer essa conta.  

Confira a seguir: 

Componentes do Markup

A foto mostra um casal de homem e mulher em pé em um escritório. Ele segura uma pasta e ambos conversam sobre markup.

Para calcular o markup adequadamente, antes de tudo, é preciso saber quais são as informações essenciais: 

Margem de lucro

A margem de lucro corresponde ao retorno financeiro de cada produto, mas também pode se referir ao valor que sobra após a venda de determinado produto, levando em conta as despesas que resultam da sua produção e/ou distribuição. 

Quer saber tudo sobre margem de lucro e de contribuição? Acesse nosso conteúdo sobre o tema e fique por dentro! 

Custos fixos

Custos fixos são os custos essenciais para que a empresa funcione adequadamente e que acontecem todos os meses. Geralmente, eles compreendem contas como de água, luz, internet e aluguel do espaço físico em alguns casos. 

Custos variáveis

Os custos variáveis tendem a possuir uma relação direta com a venda dos produtos. Alguns exemplos desse tipo de custo são as comissões aos vendedores e os impostos cobrados pelo governo, que podem variar de um mês para o outro.  

Invista com quem acredita no potencial do seu negócio. Sonhe grande e transforme o seu negócio com a XP Empresas!  

Como calcular o markup (fórmula)

A base do cálculo do markup é uma fórmula representada pelo custo de produção: 

Markup = 100/100 – (DF + DV + ML) 

Sendo que: 

  • DF = despesas fixas 
  • DV = despesas variáveis 
  • ML = margem de lucro 

Além disso, vale lembrar que o número 100 da fórmula representa o preço unitário da venda em porcentagem. 

Logo após chegar ao resultado dessa equação, é necessário multiplicar o valor do markup pelo custo de produção. Dessa maneira, é possível obter o preço final do produto. 

Para encontrar essa porcentagem, utilize a seguinte fórmula: 

Markup (%) = [(Preço de venda – Custo de produção) / Custo de produção)] x 100 

Exemplo do cálculo do Markup

Para que fique mais claro como todas essas informações se aplicam na prática, vamos a um exemplo, supondo a seguinte situação: 

  • Maria é proprietária de um pet shop. No entanto, devido a uma série de problemas, a empresa não rendeu o que ela esperava e, por isso, ela precisou aumentar os preços para arcar com os custos e despesas da empresa. E, para proceder de modo correto e seguro, ela necessita calcular o markup de alguns de seus produtos. 
     
  • Para proporcionar alguns dos seus principais serviços, Maria gastava R$ 50, mas passou a gastar R$ 60 depois dessa série de problemas. 
     
  • Alguns outros serviços custam R$ 75, mas a proprietária cogita em vendê-los por R$ 90, assegurando a margem de lucro (ML) em 20%. 

Então, utilizando o cálculo do markup (fórmula: markup = 100 ÷ 100 – (DF + DV + ML)), Maria concluiu que as despesas fixas custam 12%, as despesas variáveis ficam a 8% e sua margem de lucro é de 20%. 

Ou seja:  

  • Markup = 100 ÷ 100 – (12 + 8 + 20)  
  • Markup = 100 ÷ 100 – 40 
  • Markup = 100 ÷ 60 
  • Markup = 1,6 

Com base nisso, Maria multiplica o resultado (1,6) pelo mais recente preço de custo, que é de R$ 60, obtendo o resultado:  
 

  • Markup = R$ 96,00. 

Então, Maria descobriu que, para não prejudicar a sua ML e continuar pagando os custos e despesas dos seus serviços, seria necessário cobrar o preço de R$ 96,00. 

Por fim, para descobrir o percentual do markup, é preciso efetuar o seguinte cálculo: 

  • Markup % = [(96 – 60) / 60)] x 100 
  • Markup % = [36 / 60] x 100 
  • Markup % = 0,6 x 100 
  • Markup % = 60% 

Quais empresas podem utilizar o markup? 

De uma forma geral, qualquer empresa está apta a usar o markup com o objetivo de assegurar uma precificação coerente e adequada, pois ele é um método bastante versátil. 

O importante, na hora de contar com esse recurso, é avaliar como ele pode se adaptar com a realidade e as características do seu negócio. Alguns exemplos disso podem ser: 

Varejo 

No caso de empresas de varejo, o ideal é levar em consideração os custos de produção, que são pagos para que os produtos cheguem até o seu estabelecimento comercial. 

Prestadores de serviço 

Alguns valores a serem levados em consideração no cálculo do markup são, principalmente, transporte e deslocamento até o local, além das ferramentas utilizadas em cada serviço. 

Fabricantes

Para fabricantes, é importante levar em conta os custos que envolvem as matérias-primas e a mão de obra necessárias para a produção. 

Qual é o Markup ideal? 

Não existe um valor exato de markup ideal, pois ele depende do tamanho, segmento e tipo de cada empresa. O markup ideal para uma startup não é o mesmo que o markup ideal para uma multinacional, por exemplo. 

No caso, um markup ideal é aquele que assegura que o preço de venda seja o adequado não apenas considerando os seus custos, mas também os preços que os concorrentes disponibilizam. 

Caso o valor obtido seja considerado demasiadamente alto na hora de fazer a comparação, tente inicialmente efetuar um ajuste na sua margem de lucro. 

Se for necessário, avalie também os seus custos variáveis. Desse modo você pode chegar a um valor que possibilite cobrir as suas despesas e manter o equilíbrio com a concorrência. 

Benefícios do markup

Há várias vantagens que o markup proporciona para a gestão de uma empresa. Vamos entender algumas das mais evidentes:  

Segurança nas negociações

À medida que uma empresa apresenta crescimento, surge sempre a dúvida sobre como será possível manter os preços justos, pagar as contas em dia e ainda se manter competitiva. 

Com o markup sendo calculado constantemente, é possível estabelecer preços coerentes com a realidade da sua empresa, disponibilizando mais segurança em vários aspectos, inclusive na hora de oferecer descontos. 

Redução de erros 

O uso do markup possibilita a diminuição de possíveis erros no planejamento e na organização das finanças. Desse modo, o seu empreendimento consegue oferecer preços justos e que não atrapalham nas vendas e demais operações. 

Maior conhecimento dos gastos

O markup é o método mais eficiente para assegurar o conhecimento dos percentuais de todos os gastos que envolvem a sua gestão. 

Aumento da renda e estabelecimento da margem de lucro 

O markup abre caminhos para você ficar a par dos principais custos e despesas da sua empresa, auxiliando na definição da margem de lucro. 

Fatores que impactam o Markup

A foto mostra um grupo de três mulheres sentadas em um sofá de escritório. Elas têm papéis e notebooks nas mãos e conversam sobre markup.

Conheça os principais fatores que influenciam na utilização e nos resultados do markup: 

Seu público 

Para estabelecer suas estratégias de precificação, você precisa obter um amplo conhecimento a respeito do perfil dos seus consumidores.  

Afinal, por se tratar de um recurso que visa auxiliar na precificação de produtos e serviços, o markup pode ser altamente influenciado pelo público. 

Pergunte se, por exemplo, seu público não se importaria em pagar um pouco a mais por um produto de qualidade superior; ou se eles preferem receber seus produtos em casa ou ir até um estabelecimento. A experiência do consumidor vale muito! 

Imagem da marca

Mantenha um diálogo constante com o seu público, pois isso é valioso para obter insights. Entenda como a sua marca é vista frente à concorrência e qual é o seu principal diferencial. Aposte nas vantagens que você pode oferecer e não deixe de escutar quem está disposto a conversar com você. 

Sazonalidades 

Tenha atenção a períodos em que as vendas podem cair ou subir. Para isso, não deixe de fazer estudos para avaliar o histórico tanto da sua empresa em particular quanto de empresas do mesmo segmento. Isso vai te ajudar a se preparar para as sazonalidades. 

Também tenha em mente que os preços das matérias-primas podem variar conforme as movimentações do mercado (e que, talvez, você precise gastar um pouco a mais em algumas situações) e pesquise por fornecedores alternativos quando necessário. 

XP Empresas: como transformar o seu negócio?  

Fazer a transformação de um negócio exige expertise. É preciso ter profissionais dedicados a entender o mercado onde a empresa está situada e quais são os rumos que o negócio vai tomar para ir além.   

A XP empresas busca ajudar empresas pequenas, médias e grandes a fazerem a correta gestão financeira do seu negócio para encontrar as melhores oportunidades no mercado, com menos burocracia e soluções inteligentes para potencializar resultados.  

Na XP empresas é possível encontrar soluções de investimentos, crédito, além de educação financeira e informações necessárias para que a empresa seja capaz de fazer a correta gestão dos seus recursos, com assessoria especializada para chegar cada vez mais longe.  

O time da XP é preparado para orientar a empresa a encontrar as melhores soluções para cada negócio de acordo com as possibilidades disponíveis no mercado e ajudar a traçar um plano de crescimento e saúde financeira.  

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.