DEB Sabesp – JUL/2029

DEB Sabesp – JUL/2029

  • Vencimento 15/07/2029
  • Rentab. -
  • Liquidez -
  • Juros -
  • Rating -
  • Risco (0 - 100) 24 Risco Médio

    A nova pontuação de risco leva em consideração critérios de risco, mercado e liquidez. Para saber mais, clique aqui.

  • Preço Unitário R$ 1.000,00

Análise do Emissor

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A Sabesp atua em fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos, atendendo à cidade de São Paulo e outros 374 dos 645 municípios do estado, com cobertura de aproximadamente 70% de sua população urbana. A companhia é uma sociedade de economia mista controlada pelo Governo do Estado de São Paulo, que conta com 50,3% das ações ordinárias. A Sabesp apresenta demanda relativamente resiliente, comportamento comum ao setor, uma vez que a demanda pelo fornecimento de utilidade pública independe das condições macroeconômicas. Nos primeiros nove meses de 2021, o EBITDA Ajustado da empresa avançou 6,5% frente ao 9M20 para R$ 4,9 bilhões, com Margem EBITDA de 33,8%. A alavancagem, medida pela razão dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 2,0x ao fim do 3T21, confortavelmente abaixo dos covenants de 3,5x.

Destaques positivos

  • Demanda pouco elástica.
  • Bons índices operacionais e margens elevadas.
  • Monopólio na área de atuação (inerente à natureza do negócio).

Pontos de atenção

  • Estiagem.
  • Endividamento em dólar.

Quem é a Sabesp?

Histórico

A Sabesp foi fundada em 1973 para implementar as diretrizes do Governo brasileiro estabelecidas no Plano Nacional de Saneamento (Planasa), o qual financiava investimentos e auxiliava no desenvolvimento de companhias estaduais de água e esgoto.

Em 1985, foi concluído o Programa de Fluoretação na Grande São Paulo, beneficiando na época 13 milhões de pessoas. Em 1992, assinou convênios para a despoluição do Rio Tietê e recuperação da Represa de Guarapiranga.

Abriu seu capital em 1994, ano em que lançou as primeiras séries de debêntures. Sua oferta pública de ações se deu em 1997 na então Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo).

Em 2002, foi a primeira empresa de economia mista a aderir ao Novo Mercado, segmento que concentra as companhias com mais elevado grau de Governança Corporativa. No mesmo ano, foi listada na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE) na forma de American Depository Receipts (ADRs).

O estado de São Paulo atravessou período de chuvas irregulares e pouco expressivas ao longo de 2014 e 2015, o que resultou em uma crise hídrica. Na época, o Sistema Cantareira, que abastece a capital paulista, atingiu o menor volume de sua história.

Após atravessar o período de turbulência, a Sabesp realizou diversas melhorias em suas operações. Dentre elas, destaca-se o aumento na capacidade de armazenamento de água, além da maior capacidade de transferência de água entre reservatórios e sistemas.  

Atuação

A Sabesp atua em fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos. É uma das maiores empresas de saneamento do mundo em número de clientes, com 27,7 milhões de pessoas atendidas (set/21).

Além dos serviços de saneamento básico no Estado de São Paulo, a Sabesp tem autorização para exercer atividades em outros estados e países e atuar nos mercados de drenagem, serviços de limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e energia.

Presença

A Sabesp atende à cidade de São Paulo e outros 374 dos 645 municípios do estado, com cobertura de aproximadamente 70% de sua população urbana.

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

A tabela a seguir apresenta os 10 principais municípios em porcentagem de receita para o terceiro trimestre de 2021, assim como o período remanescente dessas concessões. A capital paulista foi responsável por 46,8% da receita da companhia no trimestre.

Municípios% da Receita (3T21)Período Restante (anos)
São Paulo46,819
Guarulhos3,938
São Bernardo do Campo2,938
Santo André2,339
Osasco1,99
Praia Grande1,828
Santos1,825
São José dos Campos1,717
Diadema1,323
Barueri1,224
Total 10+/Média65,626
Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Composição acionária

Fonte: B3. Elaboração: XP.

A companhia é uma sociedade de economia mista controlada pelo Governo do Estado de São Paulo, que conta com 50,3% das ações ordinárias. As demais ações estão dispersas no mercado, sendo negociadas na B3 e na NYSE, nesta por meio de ADRs.

De acordo com a Lei Estadual n.º 119/73, que autorizou a criação da Sabesp, a Fazenda do Estado de São Paulo deve manter, direta ou indiretamente, participação mínima correspondente a mais da metade das ações com direito a voto do capital social.

Apesar da lei, o atual Governador de São Paulo, João Doria (PSDB), já demonstrou publicamente a intenção de privatização ou capitalização da Sabesp. O governo de São Paulo pretende contratar o International Finance Corporation (IFC), braço de análise do banco mundial, para efetuar os estudos do processo de privatização. Ainda não há clareza sobre se e quando a privatização vai ocorrer.

Caso a empresa seja privatizada, é esperada maior eficiência de operações, estímulo para otimização de custos e melhor governança para a companhia. Pondera-se que Doria afirmou que antes da futura privatização a companhia precisará cumprir metas estabelecidas em seu plano estratégico e aumentar a rede de água e saneamento do estado.

Principais fatores do crédito

Cenário atual

Desde meados de 2020, o Brasil atravessa a pior seca em 91 anos, que reduziu a níveis críticos os reservatórios hídricos do país. Apesar do contexto atual, a expansão da capacidade de abastecimento realizada pela Sabesp nos últimos anos permitiu que a empresa atravessasse a estiagem com maior tranquilidade frente à crise anterior.

Nesse sentido, a água armazenada nos reservatórios da Sabesp somou 744 hectômetros cúbicos (hm3) em setembro de 2021, consideravelmente acima dos 14 hm3 apurados ao fim de 2014. O nível é administrável a ponto de superar períodos de secas no curto prazo.

Houve aumento da disponibilidade dos mananciais, da capacidade de produção e de transporte da água tratada, da integração entre os sistemas produtores e da rede de distribuição, tornando a Sabesp menos dependente do Sistema Cantareira.

Também se aponta como destaque recente a assinatura da concessão do sistema de abastecimento do município de Mauá em meados de 2020 por 40 anos. Durante o período do contrato, estima-se que a Sabesp deverá investir R$ 219 milhões em obras, como as de redução de perdas e para regularização de comunidades com novas ligações de água.

Destaques operacionais

Número de Conexões (milhões)2014201520162017201820192020Set/21
Água8,28,48,78,99,19,910,110,2
Esgoto6,76,97,17,37,58,38,58,6
Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

A Sabesp encerrou o terceiro trimestre de 2021 com 10,2 milhões de conexões de água e 8,6 milhões de conexões de esgoto, marginalmente acima do saldo de 2020. Aponta-se que a empresa segue em trajetória de alta no seu número de conexões, reflexo dos investimentos realizados, além de novas concessões.

Índices de Cobertura (%)2014201520162017201820192020Set/21
Água9999989898989898
Esgoto8990898990919292
Tratamento de Esgoto7172747576787677
Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

A companhia apresentou Índices de Cobertura de água de 98% e esgoto de 92%, números acima do mínimo regulatório previsto no Novo Marco Legal do Saneamento. A Lei nº 14.026/2020, sancionada em junho de 2020, prevê que as concessionárias atinjam cobertura de 99% para o fornecimento de água potável e de 90% para coleta de esgoto até 2033, sob o risco de perda de concessão.

Volume Faturado (m³ bi)20142015201620172018201920209M209M21
Água2,11,92,02,12,12,12,21,61,6
Esgoto1,61,51,61,61,61,81,81,31,4
Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Quanto ao volume faturado, a Sabesp apresenta demanda relativamente resiliente, mesmo na crise hídrica de 2014 e 2015, diferente de outros setores que apresentam volatilidade de demanda significativamente maior. Este comportamento é comum ao setor, uma vez que a demanda pelo fornecimento de utilidade pública, principalmente água e esgoto para segmento residencial, independe das condições macroeconômicas.

Destaques financeiros

Receita líquida e EBITDA

A métrica de Earning Before Interests, Taxes, Depreciation and Amortization (EBITDA) é um indicativo da geração de caixa operacional da empresa, sem levar em consideração os efeitos de receitas e despesas financeiras, impostos, depreciação e amortização. Apesar de não ser uma métrica auditada ou enquadrada nos padrões contábeis, é amplamente utilizada para análise de empresas. O endividamento líquido em relação ao EBITDA é uma das principais métricas utilizadas na análise de crédito.

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Nos primeiros nove meses de 2021, a Sabesp apresentou receita líquida de R$ 14,4 bilhões, expansão de 11,7% frente ao acumulado no mesmo período do ano anterior. A variação pode ser explicada: i) pelo reajuste tarifário; ii) pelo aumento no volume faturado; iii) pela receita com o início da operação no município de Mauá (nov/20); e iv) pela retomada do pagamento das categorias de uso “Residencial Social” e “Residencial Favela”, que haviam sido suspensas em decorrência da covid-19.

Os reajustes de tarifas seguem as diretrizes estabelecidas pela Lei do Saneamento Básico e pelos regulamentos da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de São Paulo (Arsesp). As tarifas têm sido historicamente ajustadas uma vez ao ano e por períodos de pelo menos 12 meses.

Além disso, também há revisões tarifárias ordinárias, que ocorrem a cada quatro anos e visam manter o equilíbrio econômico-financeiro da prestação de serviços, e revisões tarifárias extraordinárias, que podem ocorrer a qualquer momento, independentemente dos reajustes e revisões acima mencionados, em caso de mudanças relevantes nas condições que afetem o equilíbrio econômico-financeiro do contrato.

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

No mesmo intervalo, o EBITDA Ajustado avançou 6,5% para R$ 4,9 bilhões, com Margem EBITDA de 33,8%. A Sabesp vem mantendo uma margem EBITDA elevada nos últimos anos, principalmente quando comparada aos seus pares.

Capex

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Nos nove primeiros meses de 2021, a Sabesp realizou R$ 3,6 bilhões em investimentos, dos quais R$ 2,1 bilhões foram destinados à tratamento e coleta de esgoto e R$ 1,5 bilhão à tratamento de água. O desembolso foi 16,7% superior ao realizado no mesmo período do ano anterior.

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Para o período de 2021 a 2025, a companhia planeja investir R$ 21,0 bilhões, sendo R$ 8,2 bilhões em água e R$ 12,8 bilhões em coleta e tratamento de esgoto, com média anual de R$ 4,2 bilhões. O valor a ser desembolsado é em linha com o seu histórico.

Endividamento e alavancagem

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Ao fim de setembro, a Sabesp possuía endividamento bruto de R$ 17,9 bilhões, montante 3,8% superior ao saldo de 2020. Já a dívida líquida encerrou o trimestre em R$ 13,8 bilhões, 2,4% acima na mesma janela. A alavancagem, medida pela razão dívida líquida/EBITDA ajustado, foi de 2,0x ao fim do trimestre, confortavelmente abaixo dos covenants de 3,5x.

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

O perfil de dívida da Sabesp é relativamente alongado, com parcela relevante das suas obrigações a vencer a partir de 2027. As disponibilidades em caixa, que ao fim do 3T21 totalizaram R$ 4,15 bilhões, são suficientes para o cumprimento do cronograma de amortização de dívidas até meados de 2023.

Dessa forma, a flexibilidade financeira e o acesso ao mercado de capitais, atrelados à sua resiliência de fluxo de caixa e perfil alongado de dívida faz com que a companhia apresente posição confortável em termos de liquidez.

Pontos de atenção

Estiagem

As operações da Sabesp são fortemente dependentes da disponibilidade dos mananciais, uma vez que cerca de 98% do abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) é com água de superfície. Em razão disso, de tempos em tempos, a companhia passa por quedas de abastecimento de água devido a estiagens, tendo atingido sua situação mais crítica na crise hídrica de 2014-2015.

De fato, os investimentos realizados pela companhia desde então permitiram que a Sabesp atravessasse a estiagem de 2020-2021 com maior resiliência. Contudo, a companhia segue dependente do regime pluviométrico para realizar suas operações. Caso ocorram novas estiagens ainda mais severas, a empresa pode ter seus resultados operacionais e financeiros negativamente afetados.

Endividamento em dólar

Historicamente, a Sabesp contava com parcela relevante do seu endividamento em moeda estrangeira, dada a contratação de linhas de crédito especificas para investimentos em saneamento para países emergentes junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com taxas subsidiadas, além da emissão de bonds.

Em maio de 2020, a Sabesp reduziu sua exposição cambial, com a conversão de moeda de sua dívida com o BID de US$ 485 milhões para R$ 2,8 bilhões, e amortização do eurobônus de R$ 1,9 bilhão (US$ 350 milhões) em setembro de 2020.

Fonte: Sabesp. Elaboração: XP.

Apesar da contração, parte significativa da dívida está exposta a variação cambial, uma vez que a empresa não realiza hedge. Assim, pode haver uma pressão para o fluxo de caixa no caso de uma forte desvalorização do real em períodos de vencimentos das dívidas em moedas estrangeiras.

Veja mais

Fonte

Arsesp

B3

Sabesp

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.