XP Expert

Resumo Diário de Política 31/03/2022: Doria diz a aliados que pode ficar no governo e abandonar disputa ao Planalto

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O noticiário de quinta-feira traz a informação de que João Doria pode permanecer no governo de São Paulo e abrir mão da candidatura à Presidência (https://bit.ly/3uGU57w).

A informação tem lastro, segundo o que conversamos com o secretariado do tucano nesta manhã, mas aliados não descartam que seja uma jogada do paulista para tentar ter apoio público de seu partido e de aliados.

A decisão, se confirmada pelo governador, muda mais a disputa pelo governo do Estado do que a nacional, em que o caminho fica aberto para Eduardo Leite ser o nome do partido – sem alterar, no entanto, nosso cenário de polarização entre Lula e Bolsonaro.

No Estado, caso Doria fique, mas lance mesmo Rodrigo Garcia, o vice perde a visibilidade que teria como governador e terá dificuldades de fazer movimento de descolamento do tucano, o que era visto como necessário para fugir da rejeição e ampliar seu espectro de votos.

Doria vinha enfrentando resistência aberta até de aliados, que diziam que ele não teria votos o suficiente para validar seu nome na convenção, e havia surpreendido o grupo em jantar ao fazer um discurso conciliador e ao dizer que não vai impor seu nome à Presidência (https://bit.ly/389v78Z). Em série de entrevistas, Eduardo Leite tem defendido que não faz sentido o partido ficar “acorrentado” ao resultado das prévias em que foi derrotado (https://bit.ly/3LxnyY3).

Ainda na temática eleitoral, Jair Bolsonaro exonerou hoje nove ministros que devem se candidatar em outubro, inaugurando nova fase na administração federal (https://bit.ly/3711AOu). Braga Netto permanece hoje, mas segue como favorito a vice (https://bit.ly/35r7urJ). O grupo dos ministros-candidatos aproveitou os últimos dias no cargo para ir à TV em cadeia de rádio e televisão para se promover (https://bit.ly/3qS7ngl). Já foram cinco desde o início do ano.

E, no momento em que tem um aliado na mira do Judiciário, Bolsonaro voltou a colocar carga na relação com o TSE – desta vez, em discurso no Rio Grande do Norte, fez críticas indiretas a ministros do TSE e retomou o discurso de desconfiança sobre a urna eletrônica (https://bit.ly/3tTMe7u).

O noticiário traz ainda as tentativas do governo de apresentar um novo “pacote de bondades” enquanto houver espaço na lei eleitoral. Setores do governo estudam um reajuste de 5% a todos os servidores do Executivo, segundo o Estadão, com impacto estimado em R$ 5 bilhões (https://bit.ly/3tTIVgo e http://glo.bo/3uGUWFg) – como escrevemos ontem, o Planalto e a Economia negam a possibilidade, por não haver espaço no teto nem previsão orçamentária para além dos R$ 1,7 bilhão já presentes no Orçamento (https://bit.ly/3iXdc7z).

E Paulo Guedes coloca em prática a promessa de ampliar de 25% para 33% a redução do IPI que havia prometido (https://bit.ly/3qQvvzU).

Ainda na pauta econômica, o TCU decidiu realizar um debate público sobre a privatização da Eletrobras em 7 de abril (https://bit.ly/3qMBzcM) – o evento mantém de pé a perspectiva de realização da operação até a primeira quinzena de maio.

Nas redes

Após início de semana intenso, o debate esfria nas redes sociais. Em destaque aparecem ainda menções aos combustíveis e debates sobre o reajuste de servidores públicos.

Internacional

Apesar do otimismo inicial gerado pelo encontro entre autoridades russas e ucranianas, Moscou minimizou relatos de avanços nas conversas e não vê indícios “promissores” (https://on.wsj.com/3wM8HVM).

No entanto, segundo o governo ucraniano, as conversas podem retomar via vídeo na sexta-feira e em questão de dias os países podem chegar a acordo base para agendar reunião entre os presidentes (https://bloom.bg/3qLUUe4).

Nos EUA, Biden estuda liberar até 180 milhões de barris de petróleo de sua reserva estratégica para combater a alta de preços e os problemas de abastecimento (https://bloom.bg/3qLUUe4).

Em paralelo, a Casa Branca pressiona a Índia a não aumentar consumo de petróleo russo, apesar de descontos oferecidos (https://bloom.bg/3iSYKxI).

Hoje é o 1183º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 188 dias para as eleições presidenciais.

Hoje é o 748º dia da pandemia de Covid-19.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.