Resumo Diário de Política 30/08/2019: Rodrigo Maia se comprometeu a dar prioridade à PEC paralela da previdência

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Reforma da previdência: Rodrigo Maia se comprometeu ontem em reunião com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o relator da reforma na Casa, Tasso Jereissati, a dar prioridade à apreciação da PEC paralela da previdência, que trata da inclusão de estados e municípios e outros temas. O objetivo do grupo é que o texto seja apreciado nas duas casas ainda em 2019 (http://bit.ly/2NAOImm). Pelo prazo apertado e a falta de consenso em torno do tema, o cenário parece improvável de ocorrer.

Reforma tributária: o secretário da Receita recuou do prazo para o envio do projeto do governo. Ontem disse que apresentará o projeto “no tempo certo”, e que por enquanto, a discussão continua em torno da PEC 45 na Câmara e de outro texto no Senado (http://bit.ly/2NFeB4p).

Reforma trabalhista 2.0: o secretário especial de previdência e trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, organizou um grupo de trabalho para estudar mudanças na legislação trabalhista que contará com a participação de membros do judiciário, para reduzir o volume de brechas no texto a ser apresentado. Não há detalhes. A única intenção citada foi o fim da unicidade sindical, o que permitirá concorrência entre os sindicatos (http://bit.ly/2NM5puW).

Após divulgação do PIB acima do consenso do mercado ontem, o governo também reagiu. O Ministério da Economia pontuou que a divulgação mostra que a estratégia adotada é acertada. O presidente Jair Bolsonaro escreveu no Twitter que o resultado foi o melhor em 6 anos e atacou o PT. Já o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, foi mais ponderado: “Não dá soltar fogos com o resultado de um trimestre. O Brasil está em processo lento de recuperação. É um crescimento pontual. É bom o crescimento, mas não vou soltar fogos”, disse (http://bit.ly/2NAP2S6 e http://bit.ly/2NAPhwu)

Curtas: Centrão emplacou dois cargos no governo: presidência da Codevasf, para o líder do DEM, e a presidência do FNDE, para o PP e Rodrigo Maia (https://glo.bo/2MNpRvY); Bolsonaro mandará 9 ministros para Belém e Manaus para ouvir demandas e buscar soluções com as autoridades locais (http://bit.ly/2NGwCiY); Bolsonaro e Moro de novo in love. Em solenidade ontem, o presidente afirmou “Obrigado Sergio Moro por abrir mão da magistratura, não para entrar numa aventura, mas sim na certeza de que todos nós juntos podemos sim fazer melhor para a nossa pátria” (http://bit.ly/2NEVg3i); Major Olímpio (PSL-SP) tem convites para se filiar ao Patriota, Podemos e PL, mas disse que pode ficar um tempo sem partido (http://bit.ly/2MM2oLv).

Bastidores de Brasília

Os partidos de centro tentam fechar um acordo nos próximos dias para a votação do projeto que muda regras do funcionamento dos partidos políticos. Houve problemas na terça-feira por muitas mudanças feitas de última hora e, na quarta, pela demora na sessão do Congresso Nacional. Líderes dessas siglas dizem que semana que vem é o deadline para a proposta ser avaliada pelo Congresso e cobram da Casa e do governo a votação.

Há três deputados do PSB principalmente que correm maior risco de serem expulsos pela sigla. A decisão será tomada de hoje para amanhã. O processo terá influência direta no valor que o partido receberá de fundo eleitoral –e os parlamentares expostos sabem disso– e também em funções na Câmara, já pode ser reduzido a menos de 30 deputados.

A agenda neste 30 de agosto

O presidente Jair Bolsonaro recebe o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, às 9h. Depois, dá entrevista à youtuber Antonia Fontenelle, àsa 16h. De noite, às 19h, vai à solenidade de aniversário de colégio militar de Brasília.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, participa de evento do Movimento Brasil Conhecer, em Florianópolis, às 10h30.

  • Hoje é o 242º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • A reforma da Previdência está há 22 dias no Senado.
  • Faltam 401 dias para as eleições municipais.
  • Faltam 431 dias para as eleições nos EUA.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.