XP Expert

Resumo Diário de Política 18/09/2020: Ministério da Economia busca a “volta à normalidade”

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Em meio à busca do Ministério da Economia pela “volta à normalidade”, chega ao fim a semana — esvaziada no Congresso por conta das convenções municipais — que registrou mais um entrevero entre a equipe econômica e o Palácio do Planalto nas discussões sobre o financiamento do Renda do Brasil (https://glo.bo/3c9dvIm).

A ameaça de “cartão vermelho” de Jair Bolsonaro, no entanto, deixou marcas. Segundo pessoas com quem conversamos no governo e no Congresso, os atritos com o Planalto abrem espaço para que o ministério vá, pouco a pouco, perdendo prerrogativas e participação em decisões — a exemplo da negociação com parlamentares — e Guedes acabe por ver reduzido, na prática, seu status de “super” ministro. A semana deu ânimo, inclusive, aos que defendem o enxugamento da pasta, com o desacoplamento de secretarias.

Na equipe econômica, a ordem é manter discrição e deixar a política comandar a cena, apenas subsidiando tecnicamente as negociações. Com essa mudança de postura, governistas acreditam que, mesmo despido de superpoderes, Guedes pode conseguir deixar seu legado.

Ainda nessa discussão, o governo publicou portaria que amplia a rigidez na concessão do Benefício de Prestação Continuada e poderia gerar economia de R$ 5 bilhões em 2021 (https://bit.ly/2ZM2kjK).

Na sua live semanal, Bolsonaro disse que, no seu governo, não se cogita a privatização de três empresas: Caixa, Banco do Brasil e Casa da Moeda (https://glo.bo/2RCLjUP).

E, em seu giro pelo Nordeste, o presidente passou a ser recebido com o bordão que fez sucesso com um dos antecessores: “Bolsonaro guerreiro, do povo brasileiro” (https://glo.bo/2FwptQD). A frase do presidente da Embratur, que acompanhava o presidente, é cirúrgica: “E agora está provado que o povo não quer saber de PT, quer saber de governo, que é o que nós temos”.

Por fim, mais um dia de capítulo jurídico no noticiário: Marco Aurélio suspendeu o inquérito sobre possível interferência de Bolonaro na PF até que o plenário decida se o depoimento do presidente deve ou não ser presencial, como havia decidido Celso de Melo (https://glo.bo/2ZJv10X). Tanto no governo quanto nos bastidores da Corte, segundo nossa apuração, a sensação é a de que há chances de garantir ao presidente o depoimento escrito — tratamento semelhante ao conferido a Michel Temer.

E a PF investiga se o governo financiou páginas dedicadas à propagação de atos antidemocráticos (https://glo.bo/3ms7prr)

No olhar nacional para as eleições municipais, o Estadão relata participação pessoal de Bolsonaro para construir a chapa de Celso Russomanno, do Republicanos, que vai enfrentar o PSDB em São Paulo (https://bit.ly/3hJtqOC).

Internacional

Covid-19: Segundo a OMS, são 29.737.453 casos confirmados e 937.391 óbitos (https://bit.ly/3ge3REZ). 

Nos EUA, Democratas pressionam a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, a pautar o pacote de estímulo na próxima semana, após Donald Trump sinalizar que estaria disposto a aceitar um pacote maior do que os apresentados por republicanos (https://bloom.bg/3iGCJR1). 

E, em discurso eleitoral em Wisconsin, um dos mais disputados no colégio eleitoral, o presidente anunciou novo pacote de auxílio para agricultores de USD 13 bilhões (https://on.wsj.com/2ZPDRKC). 

No lado da política externa, a chinesa ByteDance e a Oracle aceitaram as alterações a seu acordo para operação do TikTok nos EUA sugeridas pelo Tesouro americano, que incluem uma comissão de segurança (https://bloom.bg/35Z9l51).

Hoje é o 627° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 191° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 58 dias para as eleições municipais.

Faltam 46 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.