XP Expert

Resumo Diário de Política 15/05/2020: Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia voltaram a namorar.

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia voltaram a namorar. Depois de, pela manhã, Bolsonaro dizer a empresários que o presidente da Câmara trabalha para “afundar a economia”, o presidente se reuniu com o deputado à tarde e falou que os dois “vão se acertar cada vez mais” (https://bit.ly/2AwhiAQ e https://glo.bo/3dKvyEr). 

Outro grupo que foi alvejado pela manhã, mas recebeu aceno à tarde, foi o dos governadores. No mesmo encontro virtual em que criticou Maia, Bolsonaro disse que o momento é de guerra e que os industriais precisavam jogar pesado contra João Doria pela reabertura da economia (https://bit.ly/2Z4Wdrm). À tarde, disse que fará “talvez na semana que vem” uma videoconferência com eles (https://bit.ly/2zEtMGc). 

Se o aceno foi de diálogo nesses dois casos, o gesto foi na direção contrária para Paulo Guedes. Da reunião com governadores, segundo o presidente, “sairá um compromisso no tocante a possível veto ou não de artigos” do projeto de auxílio a estados e municípios (https://bit.ly/2Lxjryw). No meio da semana, o presidente havia prometido seguir a orientação de Guedes e vetar a possibilidade de reajuste (https://bit.ly/360dyDr

As idas e vindas de Bolsonaro são uma constante – não se pode falar em surpresa. Mas a velocidade com que alterou a rota bateu recordes desta vez. O ponto é por quanto tempo a nova direção é mantida.

Na mesma reunião com governadores, Guedes falou que estuda desonerar a folha de pagamentos, sem compensação de receita (https://bit.ly/2zHGaVG). O Valor detalha os eixos da agenda econômica no pós-crise (https://glo.bo/3bA3X7o). 

O governo negocia também alteração na MP 944, da linha de crédito para empresas manterem folha de pagamento, flexibilizando exigência de manutenção de emprego para quem aderir ao programa (https://bit.ly/3cCYiP6).

Bolsonaro vetou trechos da ampliação do auxílio emergencial, entre elas a especificação de categorias (https://bit.ly/2y5dbL7). Também sofreu veto a ampliação do acesso ao BPC, com custo estimado de R$ 20 bilhões anuais. Fica valendo portanto, decisão do STF que suspendeu aplicação de outra lei semelhante, cujo veto havia sido derrubado pelo Congresso.

No Senado, foi cancelada a sessão que previa votação do projeto que limita juros de cheque especial e cartão de crédito e do projeto que suspende reajuste dos planos de saúde (https://glo.bo/2Lwx94M). A tendência é de alteração no texto do primeiro projeto.

Na peça em que pede para não abrir o vídeo da reunião ministerial, a AGU transcreve dois trechos da fala de Bolsonaro (https://bit.ly/2TaceIG e https://bit.ly/2WytF85). Em um deles, ele reclama de não ter acesso a relatórios de inteligência e diz: “Vou interferir. Ponto final”. Em outro, diz que já tentou trocar gente da “segurança nossa do Rio” e não vai esperar “f.” sua família. Celso de Mello pode decidir hoje sobre a divulgação da gravação (https://glo.bo/2zDsVW7). 

Curta: o Planalto editou ontem Medida Provisória que cria “salvo-conduto” para servidores públicos na crise, o que teve repercussão negativa (https://bit.ly/2Z40JX0).

Internacional

Covid-19: a OMS computa 4.248.389 casos confirmados no mundo e 292.046  óbitos (https://bit.ly/3fNwdGW).

A tensão entre os EUA e a China continua em destaque no noticiário internacional. Os EUA fizeram aceno à Malásia, numa demonstração de apoio ao país do Sudeste Asiático cujas explorações no Mar do Sul da China sofrem pressão de Pequim (https://glo.bo/3fTXqYo). Ademais, o Senado aprovou projeto que procura impor sanções a líderes por violações aos direitos humanos de minorias muçulmanas, o que deve provocar reação da China (https://bloom.bg/3fT6c96). 

Hoje é o 501° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 65° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 142 dias para as eleições municipais.

Faltam 172 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.