XP Expert

Resumo Diário de Política 14/11/2019: PSL reage à saída de Bolsonaro do partido

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A reação do PSL à saída de Bolsonaro do partido e à criação de uma nova sigla foi a decisão de analisar pedidos de expulsão de Eduardo Bolsonaro por infidelidade partidária. O objetivo é tomar na justiça o mandato do filho do presidente, com base na suposta traição dele à legenda ao “tramar” contra o comando da sigla (http://bit.ly/2CKvYKC [email.xpsecurities.streetcontxt.net]).

A criação da Aliança pelo Brasil, novo partido do presidente, precisa estar aprovada pelo TSE até 5 de abril do ano que vem para permitir que ele esteja nas eleições municipais de 2020 (https://glo.bo/2O9wGGt [email.xpsecurities.streetcontxt.net]). Isso dá menos de 5 meses para recolher 500 mil assinaturas de apoio de eleitores e a estratégia, além do uso da biometria, é recorrer a movimentos conservadores e aos evangélicos (http://bit.ly/351Vya0 [email.xpsecurities.streetcontxt.net]).

No STF, a expectativa se divide entre a marcação de uma data para o julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro no caso do triplex do ex-presidente Lula – ainda não há previsão de data – e a análise da liminar do presidente Dias Toffoli, que parou as investigações contra Flávio Bolsonaro.

A Folha de S.Paulo (http://bit.ly/2plZeEm [email.xpsecurities.streetcontxt.net]) afirma hoje que Toffoli requisitou relatórios antigos do extinto COAF com dados sigilosos de 600 mil pessoas para entender como são feitos e disponibilizados os relatórios. Esse ingrediente deve provocar reações contrárias do MP e da OAB. O julgamento do assunto está marcado para 20 de novembro e a expectativa, até agora, é de manutenção da liminar a favor do senador Flávio.

Radar da economia: O secretário especial de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, mencionou ontem que um imposto nos moldes da antiga CPMF ainda estaria no radar. Para ele, quando vierem os resultados do programa de incentivo à contratação de jovens, ficará mais clara a necessidade de compensar a desoneração da folha de pagamentos (https://glo.bo/2rJaFqu [email.xpsecurities.streetcontxt.net]).

Ainda falando sobre as propostas enviadas ultimamente pelo governo, a conta da equipe econômica sobre o impacto positivo com congelamento de salários de servidores pode ser revista para cima. Não foram considerados ainda os servidores inativos, que sofrerão o congelamento devido à paridade, o que pode significar mais R$ 3 bi nos próximos dois anos (https://glo.bo/32KfWuO [email.xpsecurities.streetcontxt.net]).

Bastidores de Brasília

Em uma conversa recente de Rodrigo Maia com parlamentares sobre o Marco do Saneamento, foram levantadas as principais resistências e possíveis datas de votação. Foi levantada a possibilidade de o projeto ser votado na semana que vem, mas há MPs à frente na pauta.

Sobre a resistência ao projeto, há dificuldades em partidos governistas: no DEM, por parte do governador Ronaldo Caiado; no PSD, por parte do senador Otto Alencar.

Parlamentares acreditam que o envio da MP do emprego com trechos como taxação do seguro desemprego é similar às mudanças no BPC na reforma da Previdência. Servirá para o Congresso ficar bem com a sociedade por ter alterado o texto.

Hoje é o 317º dia do governo Jair Bolsonaro.
Faltam 325 dias para as eleições municipais.
Faltam 355 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.