XP Expert

Resumo Diário de Política 13/03/2020: Coronavírus domina agenda política

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O aumento do nível de preocupação mundial com o coronavírus dominou a agenda política nacional. Em entrevista, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que a pauta dos próximos 45 dias na Casa será voltada para o combate aos efeitos econômicos da pandemia e criticou o ministro Paulo Guedes por não ter apresentado medidas de curto para enfrentar a crise (http://bit.ly/2U08B7S). 

Quando questionado sobre a demora do governo em enviar as reformas administrativa e tributária, respondeu: “A reforma administrativa estar atrasada incomodava até 15 dias atrás. Hoje, o que me angustia e preocupa é, sob a liderança do Poder Executivo, mostrar à sociedade brasileira uma união para superar os próximos seis meses.”

Se o avanço da agenda de reformas já era difícil antes, em decorrência da desorganização do governo, agora há inclusive uma narrativa colocada para deixá-la em segundo plano nesse curto prazo.

Jornais noticiam também movimentos, ainda sem definição, para a interrupção das atividades do Legislativo em decorrência do vírus, o que turva ainda mais o ambiente e o calendário para o avanço dessa agenda  (https://glo.bo/2xALj0W e http://bit.ly/2Wanp6L).

Com restrições fiscais, o governo se esforça para encontrar medidas de estímulo. Anunciou a antecipação de parcela do 13º para aposentados e pensionistas, o que deve antecipar a injeção de R$ 23 bilhões na economia (https://glo.bo/2xvktqN). Também fala-se na possível revisão da meta déficit fiscal de R$ 124 bilhões de 2020, caso haja queda de arrecadação por causa de atividade econômica pior para evitar a necessidade de se cortar gastos nesse momento (http://bit.ly/2W5EFtM).

Depois de sugestão de Jair Bolsonaro em live e pronunciamento em rede nacional ontem, as manifestações contra o Congresso em apoio ao governo previstas para esse domingo, 15 de março, foram suspensas pelos organizadores. Apesar da sugestão para que os atos fossem revistos, Bolsonaro disse que eles são legítimos, que o povo exige “zelo pelo dinheiro público” e que “já foi dado um tremendo recado ao Parlamento” (https://glo.bo/2xBrDtN). A manifestação foi a mais enfática até aqui a favor dos atos, e tem potencial para repercussão negativa nos bastidores.

Um dos recados de volta do Congresso para o Planalto já foi dado (a derrubada do veto que custa R$ 217 bilhões em 10 anos à União) e segue em discussão. Guedes disse ontem que pretende ir ao Supremo e ao Tribunal de Contas da União para barrar o projeto, que prevê aumento da faixa de renda para concessão do BPC (https://glo.bo/33cZnte). O TCU sinalizou que pode suspender a medida até que haja uma fonte de recurso definida (http://bit.ly/2TQnjQd), e o governo pode aceitar um acordo intermediário (https://glo.bo/39QnP67).

O coronavírus chegou, literalmente, ao Palácio do Planalto, com a confirmação de que Fabio Wajngarten, secretário de Comunição, está com a doença (http://bit.ly/2w6ZNVV). Ele esteve na comitiva de Bolsonaro aos Estados Unidos e se encontrou também com Donald Trump, que não está preocupado (https://glo.bo/2W9k2wL). O presidente brasileiro parece estar um pouco mais: não apresenta sintomas, mas realizou testes, que devem ficar prontos hoje.

Internacional
Coronavírus: OMS registra 125.048 casos confirmados no mundo e 4.613 óbitos (http://bit.ly/3b3sjqr). Em meio à crise, governos se preparam para anunciar novas medidas de estímulo. EUA devem apresentar medidas como testes gratuitos e licença remunerada (https://nyti.ms/2wQU0Uo).

Os EUA atacaram milícias apoiadas pelo Irã no Iraque após serie de ataques a bases que abrigam soldados americanos no país. Na quarta-feira (11), ataque realizados pelas milícias matou dois soldados americanos e um britânico, o que levou à retaliação do governo americano. O incidente renova tensões entre os países, entretanto, dado o contexto da crise pelo coronavírus no Iraque, não se esperam grandes represálias no momento (https://nyti.ms/39LPJQE e http://bit.ly/2IMVPnS).

Hoje é o 438° dia do governo Jair Bolsonaro.
Faltam 205 dias para as eleições municipais.
Faltam 235 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.