XP Expert

Resumo Diário de Política 11/12/2019: CCJ do Senado aprova prisão em segunda instância

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

CCJ do Senado aprovou a prisão em segunda instância. O texto passará por nova votação hoje e poderia ir direto à Câmara, mas houve acordo entre senadores, inclusive com a participação do líder do governo, para que o texto seja levado ao plenário do Senado em abril. Até lá, a Câmara poderia avançar com a PEC que tramita na Casa com o mesmo objetivo. Parlamentares defensores da Lava Jato resistem ao que consideram uma protelação (http://bit.ly/34cgZ7s e http://bit.ly/36ttf4L). O *pacote anticrime também passou ontem na CCJ sem alterações e segue ao Plenário do Senado ainda hoje para apreciação* (http://bit.ly/2LMxVuW).

Sobre saneamento: Em razão do prolongamento da sessão do Congresso Nacional, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, adiou a apreciação do projeto para hoje, a partir das 15h.

A operação Mapa da Mina, a 69ª fase da Lava Jato em Curitiba, fez ontem 47 buscas para reunir elementos que possam ligar os pagamentos suspeitos feitos pela Oi para empresas que pertencem ao filho de Lula, Fabio Luis Lula da Silva, e que têm entre os sócios dois proprietários formais do sítio de Atibaia, Fernando Bittar e Jonas Suassuna (http://bit.ly/34biC5g). Lula chamou a operação de ‘canalhice’ (http://bit.ly/2RHY2GY).

Governo atua para evitar que parlamentares aumentem ainda mais o total de emendas impositivas o que, na prática, reduziria a capacidade do executivo de manejar o orçamento (http://bit.ly/2rCIzNL). E segue a polêmica da ampliação do fundo eleitoral. Após sinalização de que o Planalto poderia vetar os R$ 3,8 bi. Sem confiança de que teriam os votos para derrubar o veto, parlamentares buscam acordo com o governo. O número da vez é R$ 2,5 bi (http://bit.ly/2PEu9Vk).

Curtas: Entrevista com general Ramos, da Secretária de Governo, um dia após a especulação de sua substituição (http://bit.ly/2E7QeX3); TSE cassou o mandato da senadora Selma Arruda, que foi eleita no PSL, mas que atualmente está no Podemos, por caixa 2 e abuso de poder econômico. Haverá nova eleição no Mato Grosso para preencher a vaga (https://glo.bo/2P8mhwl).

Hoje é o 345º dia* do governo Jair Bolsonaro.
Faltam 298 dias para as eleições municipais.
Faltam 328 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.