XP Expert

Resumo Diário de Política 10/01/2020: Jornais tratam das possíveis mudanças no Bolsa Família

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Dia sim e dia também os jornais tratam das possíveis mudanças no Bolsa Família. O problema é o mesmo desde o início: falta de espaço no orçamento. A primeira proposta da Casa Civil custaria R$ 16 bi, mas diante da negativa do Ministério da Economia levou proposta ‘mínima’ de R$ 10 bilhões. Para fazer a ampliação apenas para faixa mais pobre, seriam necessários R$ 4 bi. A equipe de Guedes parece ter conseguido R$ 2 bi. O diálogo segue travado (http://bit.ly/35FUlVR). Sem entrar no mérito dessa despesa específica, é a maravilha do teto de gastos na prática, forçando escolhas sociais.

Falando em escolhas sociais, servidores federais ameaçam greve no dia 18 de março por aumento de salários (http://bit.ly/2sfzUkS). Eles sabem que não tem espaço no orçamento e, por isso, defendem mudanças no teto de gastos.

Depois da polêmica em torno da energia solar, Bolsonaro quer subsidiar energia elétrica para grandes templos religiosos. A equipe econômica é contra. A Aneel não soube precisar o custo envolvido, apenas ‘avaliou que o valor seria baixo’ (http://bit.ly/37SvPSD). Estamos torcendo para o Congresso voltar do recesso para que se discutam assuntos mais relevantes.

Bolsonaro vai se envolver ativamente na coleta de assinaturas para criação do Aliança pelo Brasil. O presidente pretende visitar 21 estados até fevereiro para participar em eventos com essa finalidade. Segundo a direção do novo partido, 100 mil assinaturas já foram recolhidas até agora (http://bit.ly/306mlAC).

Curtas: Esteves Colnago é denunciado na operação Greenfield por fatos ocorridos quando era do conselho da Funcef. Atualmente assessor especial de Paulo Guedes, nega irregularidades (http://bit.ly/2FDXHxM); Toffoli mudou de ideia e voltou a reduzir o DPVAT (http://bit.ly/35DZca2). Azar de quem já pagou o valor mais alto, como o autor que vos escreve.

Internacional

Em mais um capítulo da novela das tensões com o Irã, autoridades americanas, canadenses e do Reino Unido indicaram que o Irã teria derrubado aeronave que se dirigia a Ucrânia com 176 passageiros a bordo. Segundo a imprensa, satélites dos EUA revelam que sistemas iranianos de defesa foram responsáveis pelo acidente. O New York Times chegou a publicar um vídeo do que seria o momento em que o míssil atingiu o avião: https://nyti.ms/2R1Gunf.

Autoridades do Canada e Reino Unido também expressaram que suspeitavam o envolvimento do Irã no acidente. O primeiro ministro Canadense, Justin Trudeau, disse: “temos informação de múltiplas fontes, incluídos aliados e serviços de inteligência, indicando que o avião foi derrubado por um míssil terra-ar iraniano. Pode ser que não tenha sido intencional” (http://bit.ly/2scVmqH e http://bit.ly/37TXRxi).

Teerã nega as acusações. Um comunicado publicado pelo Ministério de Transporte diz que as declarações “não fazem sentido” já que haviam várias aeronaves à mesma altitude no mesmo momento. O porta-voz do governo acrescentou que as alegações são parte e uma “guerra psicológica contra o Irã” (http://bit.ly/37TXRxi).

Apesar da magnitude do evento, por ora, nem Teerã nem EUA e aliados parecem estar dispostos a usar o episódio para escalar as tensões.

Outras: Câmara dos Deputados americana aprovou resolução para limitar o poder do presidente para declarar guerra contra o Irã. No entanto, não se espera que seja aprovada no Senado, onde os republicanos têm controle da maioria (https://nyti.ms/35H3ddM); Parlamento aprova o Brexit até fim de janeiro (https://glo.bo/35L9VQ5); China confirma assinatura de acordo comercial com os EUA (https://glo.bo/2NbHa8H).

Em tempo, é preciso embarcar nas notícias que o mundo lê e discute de verdade. Prestamos solidariedade à Rainha Elizabeth, que estaria magoada com a decisão de Harry e Meghan de se afastar dos afazeres reais. O casal não teria consultado ou avisado os demais membros da família (http://bit.ly/2QFmQi5).

Hoje é o 375º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 268 dias para as eleições municipais.

Faltam 298 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.