XP Expert

Resumo Diário de Política 08/05/2020: Jair Bolsonaro promete vetar flexibilizaçãodo projeto de socorro a estados e municípios

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Um dia depois de o Congresso ampliar a possibilidade de reajustes a servidores com aval do presidente da República, Jair Bolsonaro prometeu vetar esse trecho do projeto de socorro a estados e municípios (https://bit.ly/2WEbgoZ). “Eu sigo a cartilha de Paulo Guedes na Economia”, disse, ao lado do ministro. O apoio do governo à flexibilização provocou ruídos entre o time econômico e outras alas do governo (https://glo.bo/3biSLvI), e a fala de ontem foi encarada como reafirmação da política econômica e alívio na pressão sobre Guedes. 

Não é a primeira vez que Bolsonaro dá sinalizações contraditórias, uma em seguida da outra, na área econômica — basta lembrar do Pró-Brasil. Também não esperamos que essa tenha sido a última.

Ontem, antes da fala do presidente, a equipe econômica trabalhava em um decreto para restringir a possibilidade de reajustes, mesmo sem o veto. Caso Bolsonaro cumpra a promessa, o veto seguirá para análise do Congresso, que pode derrubá-lo ou mantê-lo.

A fala de Bolsonaro se deu na saída de audiência surpresa que o presidente fez com Dias Toffoli, do Supremo. Levou consigo 15 empresários representantes de associações setoriais para dividir com a corte a pressão pela reabertura da economia (https://bit.ly/3dsH1bv). No Planalto, antes de atravessar a praça, ele havia incluído a construção civil e as atividades industriais como atividades essenciais durante a pandemia (https://bit.ly/3cb5QZg). Ministros do STF não gostaram da visita (https://glo.bo/3dwmMtD e https://bit.ly/2La0UrL). 

Na sessão desdobramentos do inquérito sobre possível tentativa de influência política na Polícia Federal, o Supremo arbitra uma disputa entre a defesa do presidente e a de Sergio Moro sobre a divulgação da gravação da reunião de 22 de abril, em que o ex-ministro diz ter havido pressão para troca no comando da instituição (https://bit.ly/2SMfLgq). A União pede para que apenas trechos sejam abertos, enquanto o ex-ministro sustenta que não cabe ao investigado decidir qual parte da prova será entregue. A reunião, segundo o noticiário, teve mais que pressão: palavrões, briga de ministros, anúncio de distribuição de cargos para o centrão e ameaça de demissão “generalizada” (https://bit.ly/2L7pUzQ). 

E, como esperado, o noticiário começa a centrar esforços para levantar o passado dos novos aliados do Planalto (https://bit.ly/35GYiuV). Será importante monitorar a reação das redes bolsonaristas à aliança com o centrão e, do próprio Bolsonaro, às críticas que deve receber.

Internacional

Covid-19: segundo a OMS, são 3.672.238 casos confirmados no mundo e 254.045 óbitos (https://bit.ly/2LbEUwB). Já John Hopkins registra 3.861.697  casos confirmados no mundo e 269.867 óbitos (https://bit.ly/2V4ySme). 

Após o presidente americano, Donald Trump, colocar em dúvida a trégua comercial entre China e EUA, o vice-primeiro-ministro da China, Liu He, e o representante comercial americano, Robert Lighthizer, tiveram conversa telefonica e concordaram que “progresso está sendo feito” e falaram em manter comunicação (https://bloom.bg/3bfECzB). 

Os representantes dos países terão uma reunião na próxima semana para discutir avanços na implementação da primeira fase do acordo comercial, assinado no início deste ano (https://glo.bo/2Wcqd2z). 

Hoje é o 494° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 58° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 149 dias para as eleições municipais.

Faltam 179 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.