XP Expert

Resumo Diário de Política 07/02/2020: Jair Bolsonaro alçou Rogério Marinho ao Ministério do Desenvolvimento Regional

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Jair Bolsonaro alçou Rogério Marinho ao Ministério do Desenvolvimento Regional, pasta à frente do Minha Casa Minha Vida e de outros projetos de habitação, saneamento e segurança hídrica (https://glo.bo/31xBdJ7). Como escrevemos ontem, a notícia é boa para a relação do Executivo com o Parlamento. Marinho, ex-deputado, foi o principal articulador da reforma da Previdência e tem boa relação com o Congresso. Ele chega com apoio de Paulo Guedes, e a tendência é que alie as políticas fim da pasta a uma aproximação com o Congresso que facilite o andamento de outras reformas.

Para quem olha o setor de habitação, a CBIC elogiou a escolha de Marinho (http://bit.ly/2S7XXvW).

Segundo a Folha, “a ideia é que as demais mudanças [no ministério] sejam feitas a conta-gotas e ocorram a partir da próxima semana” (http://bit.ly/37c4wlP). Nesse contexto, Onyx Lorenzoni se mexe para tentar manter influência na relação entre governo e Congresso (https://glo.bo/31yVg9R).

Rodrigo Maia e líderes da Câmara visitaram ontem Roberto Campos Neto. O presidente da Câmara sinalizou que quer votar o projeto de autonomia do Banco Central logo depois do Carnaval (http://bit.ly/376Kh95). O texto, de Celso Maldaner (MDB-SC), prevê mandatos fixos de quatro anos para presidente e oito diretores e determina como “objetivo fundamental assegurar a estabilidade de preços”.

Continuando nas visitas, Paulo Guedes recebeu senadores durante a semana para tratar da agenda econômica (http://bit.ly/2SwSspY). Segundo relatos de senadores, Guedes defendeu prioridade para a PEC Emergencial no Senado e reiterou apoio a um imposto sobre transações eletrônicas ou sobre produtos com externalidade negativa para permitir a desoneração da folha salarial na reforma tributária. Na PEC Emergencial, senadores repetem movimento da reforma da Previdência e querem transferir ao estados a palavra final sobre regras mais duras para servidores (http://bit.ly/2vW1bKt)

E o governo discute hoje texto do projeto de lei para mudar a cobrança de ICMS sobre combustíveis (https://glo.bo/39bGo3O), de um percentual para um valor fixo. Seria permitido que cada estado fixasse seu valor, para preservar a arrecadação.

Curta: Fachin homologou a delação de Sergio Cabral à Polícia Federal (http://bit.ly/2ufQoul).

Internacional
Donald Trump comemora a conclusão do processo de impeachment. Naque tem sido chamada a “melhor semana” de seu governo pela mídia (https://on.ft.com/2S9DBml), Trump convocou coletiva de imprensa para celebrar sua absolvição e criticar a oposição. Em tom de campanha, reiterou que o processo havia sido uma “farsa” impulsionada por políticos e autoridades “corruptas” (https://glo.bo/2UIuPNV e https://nyti.ms/2v9m70e).

Com 100% dos votos apurados em Iowa,Pete Buttigieg ganhou o número de delegados no estado por 0,1 p.p, apesar de resultados iniciais terem mostrado margem de 2 p.p. sobre Bernie Sanders (que ainda lidera o voto popular (https://politi.co/2H17LBL e https://cnn.it/2H530au). As pesquisas pós-Iowa estão começando a capturar um pequeno bônus para Buttigieg e mostram Biden perdendo eleitores (https://53eig.ht/2S883wQ). Ontem divulgamos nosso relatório semanal de eleições americanas. Acesse a íntegra aquihttp://bit.ly/385WiwK.

Coronavírus:a OMS aponta 28.276 casos confirmados no mundo, sendo 28.060 deles na China, e 565 mortes. Vale ressaltar que a taxa de crescimento diário de casos confirmados havia parado de cair e ficou estável por 3 dias em 19%, mas voltou a desacelerar, agora para 15% (http://bit.ly/31vV9fs). Relatório da Comissão de Saúde Nacional da China, com um dia a mais de dados computa 636 mortes e 31.161 casos confirmados no país (http://bit.ly/2tyk59o).

Agenda econômica importante hoje. Nos EUA, a criação de vagas (nonfarm payrolls) será divulgada às 10:30. Consenso é de crescimento de 135k. No mesmo horário será divulgada a taxa de desemprego. Mais tarde, dados de estoque no atacado. No Brasil, IBGE divulga IPCA às 9h. Consenso é 0.36%. Nossa projeção é de 0.35%. Na Europa, Alemanha reportou queda de 3.5% MoM na produção industrial em dezembro, a maior queda mensal desde 2008. Na mesma toada, a França apontou queda de 2.8%, Espanha apontou queda de 1.4%. Todos surpreenderam (muito) para baixo os economistas; a China, por sua vez, decidiu não divulgar os dados da balança comercial de janeiro e vai divulgá-los apenas em conjunto com o resultado de fevereiro no início do próximo mês. Nunca é uma boa ideia segurar dados.

Hoje é o 404º dia do governo Jair Bolsonaro.
Faltam 240 dias para as eleições municipais.
Faltam 270 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.