XP Expert

Resumo Diário de Política 03/08/2020: Reforma tributária em destaque

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A semana começa com a expectativa sobre a ida de Paulo Guedes à comissão mista da reforma tributária na próxima quarta-feira, dia 5, ocasião em que deve se debruçar sobre as perspectivas do governo para as novas fases da proposta.

No domingo, Jair Bolsonaro confirmou ter dado aval para que o ministro discuta a criação de um novo novo tributo sobre pagamentos, desde que sem elevação da carga ou que seja em substituição a outros impostos (https://glo.bo/2Pm169k e https://bit.ly/33myjde) — o que, ainda assim, é rechaçado pelo Congresso (https://glo.bo/3k4JLjx).

Segundo escutamos junto a lideranças de partidos que apoiam o governo e discutiram o assunto com Guedes, a estratégia do ministro será enviar a criação da nova CPMF em uma PEC atrelada às discussões do Renda Brasil, para tentar vencer essas resistências e não contaminar o debate sobre a reforma tributária. 

Desde que enviou seu projeto de lei ao Congresso, o governo tem antecipado uma série de pontos das próximas etapas da reforma, mas ainda sem definições — o que também tem criado indisposição em deputados e senadores (https://bit.ly/2Dr4gpR). Registro ainda para as pressões vindas de diversos setores com o fim de regimes especiais (https://bit.ly/31emLFX).

Ainda nas perspectivas para a semana, na terça deputados devem confirmar ampliação da política de saques do FGTS aprovada pelos senadores. A mudança no Senado contrariou a orientação do governo na Câmara e irritou deputados, que agora querem aprovar a alteração para forçar o governo a vetar o trecho (https://glo.bo/2DdZxIe).

Dos jornais do fim de semana, tiveram destaque dois pontos a que temos chamado a atenção neste espaço: a crescente pressão dentro do governo e no Congresso para a ampliação de gastos, vista como parte da estratégia de Bolsonaro para 2022, o que incluiu também suas visitas recentes ao Nordeste (https://glo.bo/2PiVfBL e https://bit.ly/33mTonU).

E o mau humor causado pela atuação do governo em favor de aliados nos episódios envolvendo bloqueio de perfis em redes sociais (https://bit.ly/3guT7TC), o que  mostra que continuam presentes os elementos de tensão que provocaram atritos no primeiro semestre

Internacional

Covid-19: Segundo a OMS, são 17.660.523 casos confirmados e 680.894 óbitos (https://bit.ly/39Okplf).

Nos EUA, democratas e republicanos continuam sem acordo sobre o novo pacote de estímulo. As conversas continuam nesta segunda-feira (3) (https://on.wsj.com/31aqPap).

Dias após Donald Trump gerar polêmica ao sugerir o adiamento das eleições americanas, a Casa Branca condenou a decisão de Hong Kong de adiar as eleições legislativas para 2021 (https://glo.bo/3hVQfPC). Trump ameaçou ainda banir o aplicativo TikTok a menos que seja vendido para a Microsoft, e disse que outros softwares chineses que são considerados um risco à segurança nacional também devem ser proibidos (https://bloom.bg/2Xlt2yN).

Na seara eleitoral, o candidato democrata, Joe Biden, deve anunciar sua escolha de vice nesta semana. As principais candidatas à vaga são a senadora Kamala Harris, a ex-assessora de Segurança Susan Rice e a representante Karen Bass, que passou a ser aventada como uma das principais concorrentes na semana passada (https://on.wsj.com/39RPdRT).

Hoje é o 581° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 145° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 104 dias para as eleições municipais.

Faltam 92 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.