Resumo Diário de Política 02/08/2019: Governo quer reunir Baleia Rossi, Luiz Carlos Hauly e Marcos Cintra para discutir a reforma tributária

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Governo quer juntar Baleia Rossi, Luiz Carlos Hauly e Marcos Cintra para discutir a reforma tributária. Respectivamente representam os textos que estão na Câmara, no Senado e em elaboração pelo governo. Ciente de que a proposta da Câmara é a que tem a maior chance de prosperar, o Planalto busca algum protagonismo na discussão (http://bit.ly/2ZsWH83). E depois de estados se reunirem para defender seus interesses, agora são os municípios que buscarão consenso para que tenham acesso a mais recursos no futuro (http://bit.ly/2ZsxMRU).

Por um lado, Bolsonaro continua distribuindo caneladas em áreas que são caras a ele e a parcela de seu eleitorado. Ontem ameaçou demitir o diretor do Inpe por causa dos dados de desmatamento (http://bit.ly/2ZCbKfy) e trocou membros da comissão de mortos e desaparecidos (http://bit.ly/2ZpcWTL). Por outro, busca manter apoio político no Congresso. A notícia de hoje nesse sentido é a decisão de retirar duas indicações para o Cade, que haviam sido patrocinadas por Guedes e Moro e que sofriam resistência no Senado (http://bit.ly/2Zp3rUB).

Em seu quintal, Bolsonaro teria dito à cúpula do PSL que não dá para a sigla manter essa relação de “merda” com o governo (https://glo.bo/2yu9wmR). Pedimos desculpas pelo termo utilizado, mas quem se sentir ofendido pode reclamar com o presidente.

O judiciário teve dia agitado ontem. Após mais uma reportagem com mensagens trocadas entre promotores, o STF solicitou as conversas obtidas com os hackers e começou a articular o afastamento de Deltan Dallagnol (http://bit.ly/2yIHCUl). Os ministros ainda encontraram tempo para derrubar a MP da Funai, que o governo enviou com mesmo conteúdo de outra, que já havia sido rejeitada pelo Congresso. A decisão foi no sentido do óbvio, mas deve ir para o caderninho presidencial (http://bit.ly/2yyv8hI).

Curtas: parecem ter descoberto agora o que temos alertado já há algum tempo. O caminho de Dória para presidência em 2022 existe, mas não é simples. Se Bolsonaro for bem, terá dificuldade para disputar contra o presidente. Se Bolsonaro for mal, dificilmente conseguirá descolar sua imagem após o #bolsodória em 2018. Precisa que o desempenho mais ou menos e de um bom discurso (http://bit.ly/2ZsWH83); entrevista com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) (https://glo.bo/2ZqYhar).

Internacional: Bolsonaro aceita dar renegociar pacto de Itaipú para salvar o mandato do presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez (https://glo.bo/2ZotNWM); Trump ontem balançou os mercados ao dizer que colocará 10% de tarifa sobre US$ 300 bilhões em produtos chineses (https://glo.bo/2ZuBn2a).

Hoje foi ao ar o 27º episódio do podcast Frequência Política. Falamos sobre a radicalização de Bolsonaro, a volta do Congresso e do início da nossa cobertura da eleição nos EUA em 2020. Link para o Spotify: https://spoti.fi/2OARYjB (disponível também em outras plataformas). Para ler nosso primeiro relatório sobre eleições americanas, o link é esse aqui: http://bit.ly/2YEL391

  • Hoje é o 214º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • Faz 163 dias que Jair Bolsonaro entregou projeto da previdência à Câmara.
  • Faltam 429 dias para as eleições municipais.
  • Faltam 461 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.