XP Expert

Resumo Diário de Política 02/06/2020: Após fim de semana conturbado, noticiário mais calmo

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Depois do turbilhão do fim de semana traduzido no noticiário de segunda-feira, uma manhã quase normal na política: o governo negociando emendas e nomeações com o Congresso, falando sobre criação de ministério para acomodar aliados e discutindo alterações em uma medida provisória.

O objetivo do Planalto é desempoçar o crédito do programa de manutenção de emprego, previsto na MP 944, que está na pauta de hoje da Câmara. O texto deve prever permissão para demissão de até 50% dos funcionários de empresas beneficiadas e a ampliação do teto de faturamento para R$ 50 milhões (https://glo.bo/2Mmxfw6 e https://bit.ly/2XYXlea). Deputados ainda querem que o Tesouro assuma 100% dos R$ 40 bilhões disponíveis, e não mais R$ 34 bilhões.

No Diário Oficial do Centrão, saiu mais uma nomeação para o grupo de novos aliados do governo. Dessa vez, um nome indicado pelo PP vai comandar o FNDE, de orçamento de R$ 54 bilhões (https://glo.bo/2U3DSHT).

O pacote de agrados é completo: o presidente decidiu atender à bancada da bala, e fala em recriar o Ministério da Segurança Pública (https://bit.ly/30c5AGv), e bateu recorde na liberação de emendas orçamentárias (https://bit.ly/2U41KLt).

Para a ala militar do Planalto, a agenda econômica pode ser usada para tirar o foco dos problemas (https://bit.ly/3gMSKnS) — mas o país parece ter hora marcada com a crise.

Augusto Aras deve defender hoje que Bolsonaro preste depoimento, por escrito, no inquérito que apura suposta interferência do presidente na Polícia Federal. E, no dia 10 está marcado julgamento sobre a legalidade do inquérito das fakenews, (https://bit.ly/3eCnkyo) que foi contestado pela Procuradoria-Geral da União. Alexandre de Moraes soltou nota ontem tarde da noite para rebater versão de Aras de que não tinha tido acesso ao inquérito (https://bit.ly/3crSyae).

Ontem, Celso de Mello mandou arquivar os pedidos de partidos políticos que queriam a apreensão do telefone de Jair Bolsonaro, mas lembrou ao presidente que “transgredir a própria Constituição da República, qualificando-se, negativamente, tal ato de desobediência presidencial” pode significar crime de responsabilidade — Bolsonaro havia ameaçado não entregar o aparelho caso fosse essa a decisão do Supremo (https://glo.bo/36Rdm9Q)

E os movimentos que lutam contra o presidente ganham adesão e espaço na mídia (https://bit.ly/2BqdS34).

De volta ao Legislativo, o Senado incluiu na pauta desta terça o projeto de combate a disseminação de fakenews (https://bit.ly/3eIUZXu), sobre o qual ainda não há consenso na Casa — mas pesquisa Ibope mostra que 90% da população é favorável a alguma restrição (https://glo.bo/36Rdm9Q). 

Há na pauta também o PL 1.542/2020, que suspende reajuste de planos de saúde e medicamentos. O relatório deve perder os pontos que tratavam da obrigatoriedade de atendimento de pacientes inadimplentes e de cobertura de procedimentos de Covid-19 — que foram responsáveis pelo adiamento da votação na semana passada.

Internacional:

Covid-19: Segundo a OMS, são 6.057.853 casos confirmados e 371.166 óbitos (https://bit.ly/2XRxeWh).

As tensões entre os Estados Unidos e a China permanecem em destaque: após o anuncio do governo americano sobre a revogação do status especial comercial de Hong Kong, Beijing deu um passo atrás no acordo comercial assinado em janeiro e ordenou que empresas chinesas cortem importações de produtos agrícolas americanos (https://bloom.bg/2ZZvGfu).

Nos EUA, Donald Trump fez pronunciamento sobre a onda de protestos contra o racismo. Apesar de expressar seu apoio pela causa, o presidente repudiou atos violentos e disse que mobilizara tropas se necessário (https://glo.bo/36RJAli).

Hoje é o 519° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 73° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 124 dias para as eleições municipais.

Faltam 154 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.