Relatório Semanal de Política 10/03/2019: Depois de declarações polêmicas, Bolsonaro tenta acertar comunicação do governo

O Relatório Semanal de Política apresenta os principais destaques da semana e nossa perspectiva para a semana seguinte.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Em meio a polêmicas e ruídos, Bolsonaro tenta acertar os rumos da comunicação do governo, retomando o discurso e se voltando para promessas de campanha.


Depois de uma sequência de declarações polêmicas nesta semana de carnaval, o presidente Jair Bolsonaro voltou às redes sociais para, ao vivo, falar diretamente com os cidadãos.

Na transmissão, Bolsonaro repetiu os principais argumentos em defesa da reforma da Previdência: a necessidade de fazer as mudanças para salvar a economia e investir em emprego, educação e segurança, e o objetivo de atacar privilégios, como as aposentadorias de parlamentares.

Em sinal de respeito, o presidente fez um apelo para que os parlamentares não desidratem demais a PEC original. Apesar da falta de energia e da convicção esperada sobre o tema, o recado estava correto.

Em cerca de 20 minutos, Bolsonaro, acompanhado do ministro General Augusto Heleno e do porta-voz Otávio do Rêgo Barros, dois militares, tentou desfazer o mal-entendido sobre o papel dos militares na democracia. Em evento, ele disse que a democracia “ só existe quando a sua respectiva Forças Armadas assim quer”.

A fala gerou mal-estar que se somou ao clima desagradável já instalado pela postagem de Bolsonaro numa rede social, contendo um vídeo obsceno e críticas ao comportamento de foliões no carnaval. Mais um episódio que poderia ter sido evitado.

Desconforto instalado, o que se viu na transmissão foi o retorno do personagem da campanha que afinal foi responsável pelo capital político arrecadado por Bolsonaro.

Apesar das viagens oficiais ao Estados Unidos, Israel e Chile, o presidente promete manter as conversas ao vivo, via redes sociais.

Esse meio de comunicação é um sucesso entre os que já apoiam o presidente, fortalece a empatia e o deixa à vontade. No entanto, a estratégia seria mais eficiente sem o atropelo das polêmicas inúteis.

A equipe econômica também está apostando na comunicação, para disseminar informação e tirar dúvidas sobre a reforma. Nos próximos dias, o Ministério da Economia deve lançar um call center e um simulador online das regras de transição previstas na reforma. Vídeos com explicações rápidas sobre as dúvidas mais recorrentes também estão sendo produzidos

Em uma semana de trabalho curta, mas cheia de ruídos, a Câmara buscou destravar a instalação das comissões permanentes, como a de Constituição de Justiça, onde começa a análise da PEC da Nova Previdência. A expectativa é que na próxima semana seja possível abrir os trabalhos.

Em parelelo, já se discute nos corredores do Congresso e do Executivo o nome do relator da Nova Previdência.

O perfil dos sonhos de parte da equipe do governo seria um deputado experiente, que seja pouco afetado pela pressão das redes sociais, liberal e sem ligação com corporações.Um nome adequado para ocupar o cargo é importante para a fluidez da articulação política.

XP Política

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.