XP Expert

Resumo Diário de Política 10/06/2019

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Seria mais um dia falando sobre falta de articulação política e especulação sobre o texto da reforma da previdência, mas na noite de ontem o site The Intercept Brasil divulgou conversas entre procuradores e o ministro da Justiça, Sergio Moro. O acesso aos diálogos foi ilegalmente obtido por hackers. Veja abaixo as matérias originais:

Nas matérias foram explicitadas dúvidas do promotor Deltan Dallagnol sobre provas contra Lula, a articulação para tentar impedir entrevistas de Lula antes da eleição e conversas entre o MP e o ainda juiz, Sérgio Moro.

O MPF soltou nota (http://bit.ly/2WzF6hs) em que confirma, mas condena o ataque à atividade do MP. O ministro Sérgio Moro soltou breve nota na qual diz que “não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato” (http://bit.ly/2WuIBpc).

O responsável pelo The Intercept Brasil disse que o material é explosivo e que contém ainda “áudios, vídeos, fotos e documentos” (não divulgados). O caso deve ter repercussões adicionais e coloca em xeque o ministro mais popular do governo de Jair Bolsonaro.

Nas redes sociais, o tema chegou ao trending topics global e até a noite de ontem a #VazaJato figurava com destaque. Hoje de manhã disputam o topo do TT Brasil a #EuApoioLavaJato e #EuApoioTheIntercept. Pelo nosso monitoramento, as notícias sobre o tema têm sido as que receberam maior número de interação nas redes sociais.

Voltando às discussões do dia: Tamanho da reforma da previdência deve sofrer com regra de transição mais suave para os servidores que entraram na carreira até 2003. O impacto maior viria se houver espelhamento para a regra de transição do regime geral (http://bit.ly/2WyYiM3 e https://glo.bo/2WzqC0R). A proposta de mudança no abono salarial pode reduzir a economia de R$ 150 bilhões em 10 anos para R$ 80 bilhões. A notícia pode não ser tão ruim quanto parece. A expectativa é que o abono ficasse completamente fora da reforma (http://bit.ly/2WEL1Sw).

Curtas: em entrevista conjunta, Maia e Alcolumbre criticam propostas de Bolsonaro e se reiteram posições a favor da previdência (http://bit.ly/2WtXrrc); o relator da MP da Liberdade Econômica, Jerônimo Goergen (PP-RS), estaria preocupado com prazo da MP, que caduca em setembro (http://bit.ly/2Wpm9cl). Calma Jerônimo.; o peso-real vira piada (https://glo.bo/2WsykF4).

A agenda de 10 a 16 de junho

  • Relator apresenta parecer da reforma da Previdência
  • Governadores vêm a Brasília para tentar manter estados na reforma
  • STF deve encerrar julgamento sobre homofobia

O deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) apresenta nesta semana seu relatório sobre a reforma da Previdência (https://glo.bo/2K71TKQ). A expectativa é que o texto esteja pronto na quinta (13), após um último apelo de governadores por mudanças no texto (explicamos logo na sequência). A sessão para leitura do texto pode ser convocada para quinta-feira ou para a próxima semana –dependerá do presidente da comissão especial, Marcelo Ramos. Após a leitura, será concedido um prazo de duas sessões de vistas e, em seguida, será discutido e votado o relatório. Na semana passada, Ramos exemplificou como seria a tramitação da PEC usando a proposta de Michel Temer, que levou três sessões para discussão e mais três para votação. Caso isso aconteça, a reforma só seria aprovada na comissão em julho.

Como falamos anteriormente, governadores vêm a Brasília para tentar manter estados e municípios na reforma da Previdência (http://bit.ly/2K6B7Cl). Há um sentimento forte na Câmara para que o dispositivo que estende as mudanças previdenciárias a estados e municípios seja retirado. Samuel Moreira é a favor da manutenção, mas enfrenta resistências dos parlamentares sobre o assunto (http://bit.ly/2K9vpiU).

O Supremo Tribunal Federal deve finalizar nesta semana o julgamento sobre homofobia (http://bit.ly/2K7IcSW). Já há maioria na Corte para que casos de homofobia sejam julgados como crime de racismo até que o Congresso legisle sobre o assunto (https://glo.bo/2K8BGvy).

  • Hoje é o 161º dia do governo Jair Bolsonaro.
  • Faz 110 dias que Jair Bolsonaro entregou projeto da previdência à Câmara.
  • Placar Valor/Atlas  – Favor (105)[+1]; Apoio parcial (117)[+13]; Indefinidos (134)[-14]; Contra (144).
  • Placar Estadão – Favor (72); Apoio parcial (123); Indefinidos (201); Contra (117).

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.