XP Expert

🌎 Mundo em 60 segundos: FATAMGs, a visão do futuro

Panorama semanal, análises de cenário internacional e ações globais

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O que aconteceu na semana: Busca por “abrir conta de ações” bateu recorde na China após governo usar mídia estatal para estimular desempenho da bolsa. País continua movimento autoritário sobre Hong Kong e sofre retaliações dos EUA, Reino Unido e França. Em meio à tensão geopolítica, a Alphabet (dona do Google) abriu mão de oferecer serviços de cloud aos chineses. Além disso, autoridades chinesas ameaçam o Reino Unido por oferecer asilo a 3 milhões de residentes de Hong Kong.

Nas bolsas: China subiu 8% na semana (chegou a subir 12%). Nos últimos 8 pregões, as 300 maiores empresas do país cresceram mais de US$ 1tri em valor de mercado. Riscos? Como na Bolha Chinesa de 2015, a alavancagem dos investidores cresce (até 10x em aplicativos ilegais) e volumes transacionados explodem para ~US$ 250bi/dia. Mas até o momento, a alavancagem e o valuation das empresas ainda estão 50% e 10% abaixo dos níveis vistos há 5 anos no pré-bolha. No ocidente, segundo o Bank of America, a semana trouxe o maior fluxo de clientes private para ações desde novembro de 2019 e exposição à equities chega a 58% (vs. 22% em renda fixa e 14% em $).

Setores: Se tudo sobe, tech sobe. Se tudo cai, tech sobe também. Setor de comunicação puxa a alta da semana com desempenho de 4% e, junto com tecnologia e consumo discricionário, foram os únicos 3 setores com desempenho positivo no ano. O que eles têm em comum? As FAAMGs (não confundir com FAANGs, com N de Netflix): Facebook + Google compõem setor de comunicação, Amazon está em consumo e Apple + Microsoft são tecnologia. Do lado negativo, setor petrolífero cai 6% na semana e se mantém em patamares de preço vistos em 2004.

Preocupações: As altas neste ano de 23% do índice de tecnologia Nasdaq e de 35% do índice de software contrastam com os cortes nas despesas com tecnologia pelas empresas americanas. Pesquisa do Morgan Stanley estima corte de 5%, o que é maior que os 3,5% registrados no pós-Bolha Imobiliária de 2008 e primeira vez em mais de 10 anos que despesas com tecnologia caem.

Então as FAAMGs ainda valem para o longo prazo? Se antecipando ao futuro: Amazon entra no setor de tecnologia aeroespacial, logística para terceiros e de carros autônomos (adquiriu Zoox por US$ 1,2bi). Facebook em meios de pagamento com WhatsApp Pay e varejo social. Microsoft em trabalho remoto (Office365) e computação em nuvem (Azure). Apple em streaming, 5G e saúde. Google em inteligência artificial e direção autônoma (Waymo). Enquanto isso, a Tesla busca um espaço no acrônimo (FATAMGs?), ao ser vista como empresa de software e tecnologia e não mais como montadora convencional. Até mesmo Buffett, que evitava ações de tecnologia no passado, hoje tem 40% da sua carteira (US$ 90bi) em Apple.

Na economia antiga: Buffett aumentou sua fatia na Dominion Natural Gas, passando a possuir 18% da transmissão interestadual de gás natural nos EUA. United Airlines (aquela que o velhinho de Omaha desfez posição) anunciou afastamento de 50% dos funcionários. Já a Disney inicia processo de reabertura em Orlando dia 11/7 e recebe jogadores da NBA para início de temporada em 14/7.

Na economia nova: Facebook, YouTube e Twitter têm problemas em Hong Kong, uma vez que o governo chinês inicia processo de censura e monitoramento de perfis. Mesmo assim, ações do Twitter subiram 7% após postagem de empregos pela empresa sugerir maior potencial de monetização. TikTok e Zoom foram os aplicativos mais baixados em junho; 4 dos 10 apps mais populares pertencem ao Facebook, 2 dos 10 ao Google. Ubisoft (+25% no ano) faz grande lançamento de game no estilo Battle Royale, competindo com o PUBG da Tencent, que sobe 45% no ano se aproveitando da crise para adquirir desenvolvedoras de games na Europa.

Bom fim de semana!

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.