XP Expert

Criptomoedas caem aproximadamente US$ 500 bilhões em uma semana- 🌎Radar Global

Rivian reafirma produção, queda de produção nas montadoras em Xangai e contração das criptomoedas.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Bolsas internacionais amanhecem positivas (EUA +0,9% e Europa +1,2%), dando uma trégua na tendência de baixa dos mercados globais, embora os temores que levaram aos declínios recentes, incluindo inflação e risco de recessão, permanecem no radar. Ainda assim, os índices americanos S&P 500 e Nasdaq-100 se encaminham para a sexta semana consecutiva de perdas. Nos EUA, Jerome Powell reafirmou, nesta quinta-feira, que o Federal Reserve, no momento, não considera altas superiores a 0,5% nas próximas reuniões. Contudo, pontuou que controlar a inflação americana sem colocar o país em uma recessão pode depender de fatores fora do controle do Banco Central. Na China, o índice de Hang Seng (+2,7%) encerra em forte alta, com 62 dos seus 66 membros fechando em campo positivo, à medida que Pequim descarta a possibilidade de lockdowns e Shenzen estabelece meta para encerrar suas restrições para conter a Covid-19 em 20 de maio.

Coronavírus: O presidente Joe Biden disse na quinta-feira que os EUA licenciaram uma tecnologia-chave usada nas atuais vacinas Covid-19 para a Organização Mundial da Saúde, o que permitiria que fabricantes de todo o mundo trabalhassem com a agência global de saúde para desenvolver suas próprias vacinas contra o vírus.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Rivian reafirma produção, mesmo com desafios na cadeia de produção: A Rivian (NASDAQ: RIVN) divulgou o resultado do primeiro trimestre de 2022 com um prejuízo de US$ 1,77 por ação, acima das expectativas de US$ 1,45, a receita também frustrou os analistas, com um resultado de US$ 95 milhões, versus US$ 131 milhões esperados, de acordo com a Bloomberg. Já em termos de produção, a empresa fabricou 2.553 veículos no período e entregou 1.227. A diferença entre os veículos produzidos e entregues no trimestre foi uma questão de momento, não de qualidade, segundo a companhia. A fabricante de veículos elétricos reafirmou a perspectiva de produção para 2022, apesar dos desafios da cadeia de suprimentos. Segundo a companhia, eles contam com US$ 17 bilhões em caixa, capacidade para construir 150.000 veículos e veem uma demanda crescente, incluindo por veículos mais barato no futuro.  

“Continuamos focados em crescer a produção ao longo de 2022”, disse a empresa em sua carta aos acionistas. A Rivian reforçou que tem trabalhado com fornecedores para que possam aumentar a fabricação e atender a demanda. Segundo a companhia, as restrições da cadeia de suprimentos continuarão limitando a produção, mas com base no recente entendimento do ambiente e alinhamento com fornecedores, a Rivian reafirmou sua orientação de fabricar cerca de 25.000 veículos este ano. A fabricante de veículos elétricos disse que tinha mais de 90.000 pré-encomendas para seus carros de consumidores nos EUA e Canadá, incluindo 10.000 pedidos depois que aumentou os preços dos modelos em março, em média de mais de US$ 93.000 cada.

As criptomoedas apresentaram uma contração de aproximadamente US$ 500 bilhões em uma semana: O valor das criptomoedas caiu para US$ 1,27 trilhões (-28,4%) na última semana. Os criptoativos vêm passando por um período de alta volatilidade à medida que o cenário macroeconômico se deteriora, e tem sofrido junto com as ações com o sentimento de aversão ao risco que paira sobre os mercados de forma geral recentemente. Segundo a Bloomberg, o preço do Bitcoin se tornou mais volátil até mesmo que o índice NASDAQ 100 (índice concentrado em ações de tecnologia americanas), ou seja, a criptomoeda está sofrendo as maiores oscilações de preços desde o final de 2020. O Bitcoin é utilizado como parâmetro, mas esta volatilidade tem sido vista em todo o segmento de criptoativos e, principalmente nas moedas alternativas (altcoins).

Analisamos a correlação do Bitcoin com os ativos de renda variável, tanto local (Ibovespa) quanto ações globais (medidos pelo MSCI ACWI), e vemos que a correlação entre as classes tem aumentado em um intervalo de tempo recente. Para entender o que justifica esse movimento, se ainda pode haver mais prejuízo pela frente e os destaques das principais criptomoedas, leia o Radar Criptomoedas da semana.

Grandes montadoras de Xangai viram a produção cair 75% em abril: Cinco grandes empresas automobilísticas em Xangai viram a produção cair 75% em abril em relação a março, de acordo com um relatório da Associação de Carros de Passageiros da China, publicado nessa última terça-feira. A produção de automóveis despencou em abril, quando os lockdowns realizados para conter a nova onda de Covid-19 interromperam quase todos os serviços não essenciais na metrópole de Xangai. A produção nas joint ventures de grandes montadoras estrangeiras na cidade de Changchun, no Norte, que também temporariamente entrou em lockdown para controlar a Covid, caiu 54% durante esse período, segundo o relatório.

Vale lembrar que o setor automotivo na China responde por cerca de um sexto dos empregos e cerca de 10% das vendas no varejo, segundo dados oficiais de 2018 compilados pelo Ministério do Comércio. A Gigafactory da Tesla (NASDAQ: TSLA, BDR: TSLA34) em Xangai, que reabriu com muito alarde há cerca de três semanas, continua sujeita à incerteza contínua do Covid. Esta semana, a empresa teve que reduzir a produção na região devido a problemas relacionados ao Covid, de acordo com o CEO e diretor de pesquisa da JL Warren Capital, Junheng Li. A cidade é o lar de muitos produtores de automóveis: SAIC Motor, Volkswagen, GM (NYSE: GM, BDR: GMCO34) , Nio (NYSE: NIO), Tesla (NASDAQ: TSLA, BDR: TSLA34) e Ford (NYSE: F, BDR: FDMO34). Embora a cidade tenha começado a priorizar várias centenas de empresas para retomar o trabalho em meados de abril, organizações empresariais estrangeiras disseram que isso não significa que as fábricas possam operar em plena capacidade. Os fornecedores também podem permanecer fechados ou impossibilitados de transportar peças.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

Importações chinesas da  Rússia atingem recorde:  O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que as importações chinesas da Rússia atingiram um recorde, provavelmente devido ao aumento dos preços da energia. As empresas chinesas compraram US$ 8,9bi em mercadorias, um salto de 57% em relação ao ano anterior, enquanto as exportações caem para o menor valor desde 2020, atingindo cerca de US$ 3,8bi, uma vez que as exportações estão sendo impactadas com os novos lockdowns realizados no país.  Cerca de 76% da economia foi afetada pela disseminação da Ômicron, contra um impacto de 62% da variante original há dois anos, de acordo com uma nota da Huatai Financial. As restrições estão alimentando as pressões inflacionárias devido a interrupções no fornecimento, enquanto há forças deflacionárias devido à demanda mais fraca. Os choques da guerra na Ucrânia, também ajudam a alimentar a inflação. O banco central reiterou que será proativo ao lidar com as crescentes pressões econômicas, inclusive no mercado imobiliário em apuros, mas de qualquer forma, as medidas políticas serão muito menos eficazes enquanto grande parte da economia estiver com restrições, à medida que o governo persegue seu objetivo de erradicar do vírus.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.