XP Expert

🌎 RADAR GLOBAL: Chips, TikTok e pirataria

Falta de chips afeta HP e Dell, privacidade do TikTok e pirataria na Amazon.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem sem movimentos expressivos (EUA 0% e Europa 0%) na falta de catalisadores de preços. Na China (+0,2%), atividade industrial de maio segue em expansão, mas desacelera contra período anterior.

Coronavírus: FMI anuncia plano de US$ 50bi para que, ao menos, 40% da população global seja vacinada até o final de 2021. A instituição estima que um final acelerado da pandemia pode injetar US$ 9tri na economia até 2025.

EMPRESAS

Escassez global chips: Dell (D1EL34) e HP (HPQB34) demonstraram-se preocupadas com a falta de semicondutores no mercado. A Dell anunciou que o aumento dos custos irá afetar sua receita operacional ao passo que, na HP, agravamento deve limitar sua produção de notebooks e impressoras, no mínimo, até o final de 2021. Ações da Dell e HP caíram -1% e -6% após anúncio.

No setor automobilístico: A japonesa Nissan será forçada a paralisar 3 fábricas mexicanas pela falta de chips no mês de junho. A empresa segue ajustando seu processo produtivo na tentativa de minimizar os impactos em sua indústria.

O cenário: Após alta demanda de equipamentos de tecnologia impulsionada pela pandemia, a falta de semicondutores está afetando  diversas indústrias, como vídeo games e automobilística. Mais sobre o tema em nosso relatório semanal: Mundo em 60s.

Tik Tok vs. Europa: A empresa foi acusada pelas autoridades por inserir publicidade oculta e conteúdo inapropriado para crianças em seus vídeos. A companhia recebeu prazo de 1 mês para revisar as suas práticas comerciais, de privacidade e de segurança de dados.

Em resposta: A ByteDance anunciou que abrirá um TAC (Centro Europeu de Transparência e Responsabilidade) na Irlanda em 2022 para monitorar a segurança do aplicativo e privacidade do usuário. O centro segue o mesmo modelo que a empresa já possui nos EUA.

Com a nova realidade das mídias sociais dominando o dia-a-dia dos cidadãos, espera-se que governos produzam regimes regulatórios focados nas plataformas digitais. O Reino Unido – que agora está fora da UE – trabalha em seu próprio regulamento de segurança online, podendo ser apresentado ainda em 2021.

Contra a pirataria: Discute-se nos EUA um projeto de lei para responsabilizar as plataformas as empresas de e-commerce caso seus comerciantes terceirizados vendam produtos falsificados. As principais afetadas seriam a Amazon (AMZO34) e Ebay (EBAY34).

A Amazon anunciou que já bloqueou mais de 10 bilhões de anúncios suspeitos em sua plataforma, bem como já confiscou e destruiu 2 milhões de produtos suspeitos de falsificação. A companhia é contra a proposta de lei.

No mercado de luxo: em Abr/2021, Facebook e Gucci entraram com um processo contra um falsificador que vendia réplicas via Instagram. Não é incomum ver marcas de luxo agindo contra plataformas online, mas agora, os esforços parecem estar se voltando para os próprios falsificadores.

ANÁLISES

Fonte: TSA, Compound

Céus nem tão vazios: Nos EUA, a quantidade de passageiros em viagens aéreas atinge maior número desde Mar/2020, evidenciando a reabertura acelerada do país. Em relação a 2019, ainda há 26% menos pessoas viajando de avião, indicando uma recuperação melhor se comparada a do continente europeu, que ainda registra tráfego 60% mais baixo vs. período pré-pandemia.

Gostou do conteúdo? Deixe sua avaliação abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.