XP Expert

Update sobre Créditos de Carbono | 8/Mar/2022

Neste relatório divido em 3 partes (1. O Fundo; 2. Retornos; e 3. Argumentos) alguns insights que ajudam a explicar a recente queda nos retornos do Trend Carbono Zero e mercado de créditos de carbono.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Neste relatório divido em 3 partes (1. O Fundo; 2. Retornos; e 3. Argumentos) alguns insights que ajudam a explicar a recente queda nos retornos do Trend Carbono Zero e mercado de créditos de carbono.

1. O Fundo

O Trend Carbono Zero FIM é um fundo temático ESG da família XP Trend focado em investimentos internacionais. O fundo tem exposição ao KraneShares Global Carbon Strategy ETF (KRBN), referenciado ao índice IHS Markit Global Carbon Index que é composto por contratos futuros de créditos de carbono. O índice considera ativos negociados nas maiores das bolsas de mercado regulado de carbono do mundo, atualmente Europa e Estados Unidos. Este fundo tem proteção cambial (BRL/USD).

O KRBN tem mais de $ 1 bilhão de dólares investidos em contratos futuros de carbono (allowances) originados e comercializados em 2 regiões:

  • 64% na Europa, através dos mercados European Union Allowance (EUA) e UK Allowance (UKA)
  • 36% nos Estados Unidos, através dos mercados California Carbon Allowance (CCGA) e Regional Green Gas Initiative (RGGI)

Portanto, o principal driver de retorno deste fundo está relacionado à perfomance dos créditos de carbono europeus (EUAs, European Union Allowances).

2. Perfomance

Até a data de fechamento de ontem (7/Mar/2022), o ETF KRBN teve um retorno de +78% desde sua origem (30/Jul/2020), +28% nos últimos 12 meses, e recentemente apresentou queda de -30% no acumulado ano 2022 — principalmente caindo desde o final de Fev/22 após o inicio da invasão da Rússia na Ucrânia.

fonte: Factset, 07/Mar/2022

Na tabela abaixo, observa-se conforme esperado que o a perfomance do Trend Carbono Zero FIM teve um retorno histórico alinhado com a underlying ETF KRBN.

fonte: Morningstar Direct, 08/Mar/2022

O ETF KRBN tem >60% exposição ao mercado de carbono europeu, o qual pode ser representado no gráfico abaixo através do ICE ENDEX EUA Futures (ECF NDEX) nos últimos 12 meses.

Medido em EUR/t ($/tonelada de CO2e), o indicador caiu -39% de EUR 95/ton em 23/Fev/22 para EUR 58/ton até ontem 07/Mar/22. Já no hoje, 08/Mar/2022, o carbono europeu subiu para EUR 68/ton, representando alta de 17,5% em um único dia (Euro Markets: EUAs make biggest one-day gain as traders call market bottom | Carbon Pulse, 08/Mar/2022).

fonte: Factset, 08/Mar/2022

3. Argumentos

Durante um call recente entre os times da XP e KraneShares (gestora do ETF KRBN), tivemos a oportunidade de ouvir argumentos que podem nos ajudar a entender tanto os eventuais motivos deste “sell-off” (queda) recente nos preços de carbono. Recomenda-se também a leitura de um artigo recém publicado pela KraneShares (KRBN: Fundamentals Remain Constructive, Uncertainty Causing Volatility | KraneShares, 03/Mar/2022) que inspiraram boa parte dos temas abordados no call e resumido no artigo abaixo.

Existem linhas gerais, são dois pontos de vista que podem ajudar a explicar recente queda no mercado de carbono — e também contra-argumentos que podem fundamentar um eventual reequilíbrio nos preços dos créditos de carbono:

1) O conflito Russia vs. Ucrania, à depender da duração e escala, pode mudar o foco da Europa (maior mercado regulado de carbono do mundo) de uma “agenda verde” para questões de “geo-política” — e portanto colocando em cheque o o compromisso de descarbonização assumido por diversos países no Acordo de Paris.

Um contra-ponto ao impacto causado por uma nova agenda geo-política é que esta pode ser transitória se colocada em perspectiva ao longo-prazo dos programas de des-carbonização (carbon neutrality). Muitos países adotaram metas verdes em horizontes de décadas (a grande maioria até 2050) e já “engessados” em legislação (Race to Net Zero: Carbon Neutral Goals by Country | Visual Capitalist).

2) Aceleração de investimentos em energia renovável, impulsionado tanto por pressões geo-políticas (The European Union Seeks Independence From Russian Oil and Gas – The New York Times) quanto por avanços tecnológicos (European Scientists Set Nuclear-Fusion Energy World Record | Wall Stree Journal). O cerne deste argumento é que “mais energia renovável” poderia gerar um “sobre-oferta de créditos de carbono”.

Um contra-ponto à um eventual “sobre-oferta” de energias renováveis e créditos de carbono é que: (i) no curto prazo, é mais provável que a mudança na matriz energética européias (mitigando risco Russia) ocorra através de energia fósseis (e não renováveis) vindas de outras regiões (Germany vetoes nuclear power extension, aims for LNG terminal in 2024 | Reuters); e (ii) a manutenção de um cenário de “escassez de créditos de carbono até 2030” conforme apontando em diversos modelos (“Raising Carbon Price Tgt By 40%” | Lawson Steele, Joint Head of Carbon & Utilities Research at Berenberg Bank, Aug’21).

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.