Small Caps – AZ Quest e BNP contam sobre os desafios e oportunidades destas empresas no momento

Confira o resumo dos principais pontos abordados em video-conferência com os gestores dos fundos Small e Mid caps da AZ Quest e BNP Asset.


Compartilhar:


Ontem, dia 17 de abril, tivemos a vídeo-conferência com Welliam Wang (co-gestor da AZ Quest) e Marcos Kawakami (gestor da BNP Paribas Asset), contando sobre suas percepções do cenário atual, como os fundos Small Caps atravessaram estes últimos meses a as oportunidades que veem pela frente.

Mas o que é um fundo de Small Caps?

Primeiramente, o termo Small Caps é utilizado para se referir a ações de empresas consideradas menores quando comparadas aos gigantes da bolsa, cujo valor de mercado oscila entre R$ 300 milhões e R$ 2 bilhões.

Os fundos, que investem majoritariamente neste setor, se diferenciam dos Long Only Livre por investirem em ativos que possuem menor penetração em seus segmentos e claramente tendem a ter um risco maior por serem empresas em fase inicial, mais alavancadas e não se caracterizarem por ser grandes pagadoras de dividendos. Por outro lado, essas empresas estão ingressando no mercado e podem ter um futuro promissor pela frente, com alto potencial de crescimento e bom retorno para os acionistas. Muitas delas são inovadoras ou atuam em setores ainda não consolidados.

Qual a percepção das gestoras sobre cenário atual e como os fundos se comportaram?

AZ Quest: A gestora, que possui em seu fundo AZ Quest Small Mid Caps FIC FIA também empresas de Mid Caps (empresas com variação de mercado entre R$ 2 e R$ 10 bilhões), mudou sua visão para uma mais cautelosa, devido a incerteza da recuperação da doença, aumento do déficit fiscal do país e atraso da pauta de reformas. Acompanharam também com mais atenção e preocupação o risco de liquidez da carteira do fundo.

Para a gestora, as empresas menores, neste momento de crise, irão precisar de uma maior capitalização e auxílio para seguirem neste novo cenário, com a queda de seus EBITDAs e aumento explosivo da alavancagem das mesmas. O que corrobora com esta visão é a incerteza do futuro, afinal veem muitos setores retornando pós quarentena em um ritmo devagar (como o caso de shoopings e comercio que não terão 100% dos seus serviços rodando após o período de isolamento). Desta forma, aumentaram a exposição no fundo em empresas que conseguirão sobrevier melhor durante a crise, como companhias tecnologia, que estão se beneficiando diretamente do cenário de quarentena.

BNP: Partindo de uma mesma visão sobre o cenário atual, no início de marco aumentaram caixa do fundo, optando por uma carteira também mais defensiva. Porém, no meio do mês, buscando uma oportunidade mais tática com uma visão de um grande desconto nos preços dos ativos, aumentaram a exposição do fundo, o que fez a carteira sofrer com a extensão da deterioração valor dos ativos.

Então quais seriam as oportunidades a serem buscadas?

BNP: A gestora gosta de pensar em 4 caixinhas como estratégia na escolha das empresas, que se destacaram ainda mais devido a discrepância de preços dos ativos neste momento: qualidade, empresas de turnaround (reestruturação), overshooting (descolamento muito grande de valuation) e earnings. A qualidade de gestão das empresas e aquela que estiver mais próxima do cliente, será crucial neste momento, em conjunto da atuação e desenvolvimento destas do seu business online. O foco é entender quais são estas empresas de qualidade que atravessarão melhor este momento.

O investimento em Small Caps encaixa bem para um perfil de investimento de longo prazo, analisando o crescimento estrutural do país ao longo do tempo, que beneficiam mais as empresas do setor. O ponto da qualidade é importante para as smalls neste horizonte, obtendo uma melhor previsão de quais delas terão maior sucesso futuro perante seus concorrentes.

AZ Quest: Para a gestão, a forma de olhar os ativos não pode ser feito mais pelo preço, neste momento. Hoje não se tem uma visibilidade clara se o preço atual esta muito descontado dado o nível de incerteza de algumas empresas. Os setores de turismo e aviação irão continuar sofrendo no médio prazo devido à incerteza de quando a população irá voltar a utilizar estes serviços, se será pós quarentena ou apenas quando tivermos uma vacina ou prevenção efetiva do vírus.

Do lado positivo, a necessidade de uma maior estabilização dos controles sanitários alimentícios pelo lado da China poderá trazer um benefício para as empresas exportadoras de proteínas brasileiras. Cases como Hypermarcas e Centauro também se destacaram no momento. A primeira devido um aumento de vendas com maior consumo de antigripais, apesar de não ter correlação com auxílio no corona vírus. A segunda devido ao forte omnichannel e não possuir concorrentes com esta exposição no nível da empresa. Desta forma, acreditam que irão sobreviver bem no momento e quando saírem da crise terão mais markertshare.

Quais as perspectivas das gestoras daqui para a frente?

AZ Quest: Não existe nenhuma bala de prata que resolvera esta crise de uma hora pra outra, teremos que ter paciência com um fluxo de abertura faseado da rotina da população. Não conseguimos prever como será o comportamento e confiança do consumidor ao longo desta reabertura. O momento é esperar e ter cautela.

BNP: A previsibilidade de quanto tempo será o isolamento, qual a velocidade e qual será o rombo fiscal, é crucial para este momento de cautela. As proxys de como os países que foram atingidos antes estão se recuperando serão importantes para analisarmos o cronograma da evolução da epidemia e o impacto na economia brasileira.

Confira os fundos de ambas as gestora na plataforma de fundos da XP.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM